Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Sinopse: 
«Por favor, faça uma lista de todos os bens que considera essenciais na sua vida.»
O pedido parece estranho, até intrusivo. É a primeira pergunta de um questionário de candidatura a uma casa perfeita, a casa dos sonhos de qualquer um, acessível a muito poucos. Para as duas mulheres que respondem ao questionário, as consequências são devastadoras.
EMMA: A tentar recuperar do final traumático de um relacionamento, Emma procura um novo lugar para viver. Mas nenhum dos apartamentos que vê é acessível ou suficientemente seguro. Até que conhece a casa que fica no n.º 1 de Folgate Street. É uma obra-prima da arquitectura: desenho minimalista, pedra clara, muita luz e tectos altos. Mas existem regras. O arquitecto que projectou a casa mantém o controlo total sobre os inquilinos: não são permitidos livros, almofadas, fotografias ou objectos pessoais de qualquer tipo. O espaço está destinado a transformar o seu ocupante, e é precisamente o que faz…
JANE: Depois de uma tragédia pessoal, Jane precisa de um novo começo. Quando encontra o n.º 1 de Folgate Street, é instantaneamente atraída para o espaço —e para o seu sedutor, mas distante e enigmático, criador. É uma casa espectacular. Elegante, minimalista. Tudo nela é bom gosto e serenidade. Exactamente o lugar que Jane procurava para começar do zero e ser feliz.
Depois de se mudar, Jane sabe da morte inesperada do inquilino anterior, uma mulher semelhante a Jane em idade e aparência. Enquanto tenta descobrir o que realmente aconteceu, Jane repete involuntariamente os mesmos padrões, faz as mesmas escolhas e experimenta o mesmo terror que A Rapariga de Antes.
O que aconteceu antes?

Tenho de começar este comentário confessando-vos que li este livro há alguns meses, no entanto foi com prazer que efetuei uma releitura nos últimos dias para vos trazer esta opinião que, definitivamente, não poderia deixar de fazer. Este é um dos livros que marca pela diferença em 2017. 

Com uma aura impregnada de suspense logo a partir das primeiras páginas, A Rapariga de Antes é, no mínimo, um título que desperta a curiosidade do seu leitor. Com a certeza de que algo correu mal anteriormente e que no presente voltará a acontecer, o magnetismo que nos leva a querer saber mais sobre o passado e os intervenientes é constante e, ainda assim, creiam-me, não será suficiente para descobrirem os segredos guardados no n.º 1 de Folgate Street

Emma e Jane, a rapariga de antes e a rapariga de agora, fundem-se com uma subtileza tal que, apesar de tudo o que as torna singulares, se tornam indissociáveis durante a leitura. Ambas são inteligentes, atraentes e traumatizadas por factos bem diferentes que mudaram as suas vidas. A primeira apresenta-se comprometida e a segunda solteira, Emma é facilmente irritável, assustadiça, enquanto Jane, mais serena, procura o gosto pela vida. Não fosse a casa que partilham em momentos diferentes seria quase impossível associá-las mas, assim que o fazemos, os paralelismos são encantatórios e vão muito além dos traços físicos que parecem caracterizá-las. 
Simon e Edward, o namorado de Emma e o tecno-arquiteto da Casa, tornam-se assim intervenientes secundários que, apesar do papel relevante, surgem à margem do imenso mergulho que efectuamos na vida destas mulheres, cujos receios e necessidades vão sendo as peças essenciais neste puzzle, thriller, psicológico. 

Com o texto a tornar-se verdadeiramente tenso a partir do momento em que as protagonistas, no passado e no presente, mudam na mesma altura da narrativa o para o n.º 1 de Folgate Street, acompanhamos em simultâneo a sua adaptação, as alterações que sofrem emocionalmente e a forma como a Casa – ela própria a ganhar contornos de personagem – parece moldar as suas vidas, o que torna o percorrer das páginas muito cativante. Mais, é o todo desta história, os múltiplos pormenores que podemos apreciar durante o seu desenvolvimento, como se constrói até ao desenlace, que tornam a sua leitura tão especial, diferente de outras obras dentro do género que estou habituada a ler. 

Além do enredo, vocês sabem o quanto eu aprecio a abordagem de temáticas pertinentes e, também aqui, tenho pontos positivos a acrescentar. O stress pós-traumático derivado de violência quotidiana, ou mesmo de perdas físicas e emocionais, adquire contornos que vão metamorfoseando as personagens e, sendo contemporâneos, conseguem deixar o leitor a pensar na sociedade em que vive e na forma como esta altera a nossa visão dos outros, levando-nos a questionar até que ponto aquilo que toca a nossa perceção não nos torna demasiado maleáveis. 

Enfim, é difícil dizer muito mais sem spoiler, mas quero reafirmar o quanto gostei deste livro, da escrita de JP Delaney que me prendeu até ao final, mestrando a história com uma inteligência acima da média. Afinal, não é por acaso que os direitos cinematográficos desta obra já estão comprados! 

Se quiserem oferecer um thriller psicológico este Natal, esta é a minha sugestão. Uma aposta Suma de Letras, do Grupo Penguin Random House, que anda a publicar livros de alta qualidade dentro deste género literário. 

Título: A Rapariga de Antes
Autor: JP Delaney
Género: Thriller Psicológico
Editora: Suma de Letras


terça-feira, 14 de novembro de 2017

Quanto pode custar o silêncio?

Título: Não Digas Nada
Autor: Brad Parks
N.º Páginas: 520
PVP: 19.90 €
ISBN: 9789896652975

Sinopse:
Numa quarta-feira como outra qualquer, o juiz Scott Sampson está a preparar-se para ir buscar os filhos gémeos de seis anos para os levar à aula de natação. A sua mulher, Alison, envia-lhe uma mensagem: mudança de planos, ela tem de os levar ao médico. Assim sendo, Scott regressa para casa mais cedo. Mas quando, mais tarde, Alison chega, está sozinha - sem Sam, sem Emma - e nega ter conhecimento da mensagem...
O telefone toca: uma voz anónima diz-lhes que o juiz deve fazer exactamente o que lhe é dito num caso de tráfico de droga que está prestes a ser julgado. Se recusar, as consequências para as crianças serão terríveis.
Para Scott e Alison, a chamada do sequestrador é apenas o começo de uma tentativa tortuosa de chantagem, engano e terror. Não haverá nada que os detenha para recuperarem os seus filhos, não importa o custo...

Um romance intenso que explora o lado mais obscuro do Mal, pondo a nu as fragilidades da natureza humana perante a ameaça da perda mais dolorosa.

Sobre o autor:
Brad Parks foi o único autor a ganhar o Shamus, o Nero, e o Lefty Awards, os três dos prémios mais prestigiantes da ficção de crime. Trabalhou como jornalista para o The Washington Post e The Star-Ledger e vive nem Virgínia com a mulher e dois filhos. Reconhecido autor de series de detetives, o seu primeiro livro que não pertence a nenhuma série, Say Nothnig, está a ser tão aplaudido como os seus sucessos anteriores.


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Primeiro mudamos nós. Depois mudamos o mundo.

Título: Slow Living Yoga
Autor: Jean-Pierre de Oliveira
N.º Páginas: 108
PVP: 13,90 €
ISBN: 9789896653415

Sinopse:
Vivemos numa sociedade exigente. Exige-nos pressa, tempo, atenção. As exigências das nossas vidas socioprofissionais cada vez mais aceleradas sobrepõem-se a nós. E entre tudo o que "é preciso" ser feito, não temos tempo para nos dedicarmos ao desenvolvimento da nossa consciência e vivemos, inevitavelmente, em permanente desilusão. Para escapar, precisamos de ser conscientes não só dos nossos pensamentos, mas sobretudo da sua natureza. Tomar consciência é mais do que uma acção, é um estilo de vida. Para mim, é, em suma, Yoga.


quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Queridos leitores, 
É com imenso gosto que hoje anuncio mais um vencedor no blogue e, desta feita, espero fazer mais um leitor feliz. Este passatempo contou com o apoio que tanto estimo da Planeta Manuscrito.


Para sorteio estava disponível um exemplar do título A Mulher do Meu Marido de Jane Corry
Um thriller psicológico que promete marcar todos os fãs deste género literário.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

175* Beatriz Silva

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de uma excelente leitura.
E o meu muito obrigado à Planeta por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*

Para comprar o livro, clique aqui no site da Planeta.


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

A nova solução para planear o dia-a-dia que vai melhorar a sua vida radicalmente.
ORGANIZE-SE. INSPIRE-SE. DESPREOCUPE-SE.

Título: A Minha Agenda Bullet
Autor: Vários
N.º Páginas: 204
PVP: 16.61 €
ISBN: 978-989-657-940-1

Adira à última tendência de planeamento.
Crie a sua agenda por pontos personalizada.

Sobre a Agenda:
Uma agenda personalizável, inspiradora e aliviadora do stress.
É uma grande tendência na internet e em Portugal também está na moda entre bloggers e não só.
Uma agenda por pontos – chamados bullets –, na qual se anotam personalizadamente os afazeres, mas também pensamentos, desejos, objectivos.
É um espaço criativo que acaba por transformar esta agenda numa espécie de ferramenta de auto-ajuda. Ideal para organizar, planificar e anotar tudo o que é preciso fazer no dia-a-dia!
Começamos pelo primeiro bullet?

Inclui autocolantes e escantilhões para potenciar a sua criatividade.

Transformará a maneira de organizar e planificar o bem mais precioso: o seu tempo!
O novo fenómeno mundial entre os mais jovens bloggers, instagrammers… que já conta com uma enorme popularidade na Internet.

Saiba mais em: Planeta


terça-feira, 7 de novembro de 2017


Queridos leitores, 

Como eventualmente têm verificado, este tem sido um ano parco em leituras e, com o decorrer dos meses, tenho tentado que seja também em aquisições. Parece que finalmente cheguei à conclusão que ser uma acumuladora de livros não me traz benefícios. Em Outubro decidi que quero continuar a comprar livros que vão ao encontro do meu gosto pessoal enquanto colecionadora ou que queira mesmo (mesmo!) ler, mas que todos os outros que fui “comprando porque sim” não foram uma aposta assim tão inteligente. 
Desta feita, coloquei alguns livros à venda – novos, nunca olhei para eles duas vezes depois de os comprar – aqui. Se tiverem curiosos ou interessados vão espreitando este álbum, ainda tenho muitas fotos para adicionar mas vamos com calma, é um processo complicado para esta rapariga. 

Com esta introdução, não se espantem se as imagens das aquisições de Setembro e Outubro forem magrinhas, está acontecer uma metamorfose deste lado!

*Setembro*

Este foi o mês do meu aniversário e por isso perdoem-me por o considerar tão lindo! 


Começando pela ofertas editoriais…
A Planeta Manuscrito fez-me chegar algumas das suas novidade, Foste Sempre Tu, A Mulher do Meu Marido e As Mulheres no Castelo. E, com a visita da simpática autora Monica James a Portugal, recebi também Viciado no Pecado. Podem encontras a opinião deste último – aqui

Do Grupo Editorial Penguin Random House recebi Uma Vida Alemã e Menina Boa Menina Má. Tenho de vos confessar, há dois policiais que quero muito ler e opinar antes do ano acabar e o livro de Ali Land é um deles! 
A Editorial Presença enviou-me Mitologia Nórdica, do admirável Neil Gaiman, e tenho de vos dizer que estou envergonhada por ainda não o ter lido,

No meu aniversário, recebi de presente as edições especiais do 20.º aniversário do Harry Potter, em hardcover e paperback, são a coisa mais bonita desta vida livrólica
Por fim, chegou mais um livro da coleção Ler Faz Bem da revista Visão, A Morte de Ivan Ilitch de Tolstoi – na imagem está de pernas para ar porque, já sabem, sou uma artista. A complementar a imagem está uma caneca amorosa que me ofereceram de um gato-unicórnio com a legenda “Purrfect”- Adoro! 

*Outubro*

Este pequenito passou a correr. Foi um mês especial com a Anne Bishop a visitar Portugal (mais sobre o evento aqui) e o festival literário Escritaria em Penafiel (mais sobre o evento aqui e aqui). Concretizei um sonho de sempre e vivi momentos maravilhosos para amantes da literatura, foi tudo muito especial. 


No que respeita a aquisições o mês foi à medida dos meus objetivos atuais. 
Recebi do Grupo Editorial Penguin Random House a novidade Não Digas Nada e Slow Living Yoga, este último a meu pedido. Sou praticante desta abençoada modalidade – vou falar-vos disto no decorrer do mês. 

Mais uma vez, da coleção Ler Faz Bem adquiri o título O Jogador de Dostoievski. Estou a conseguir, de forma gratuita, livros que queria há muito tempo na minha biblioteca e se me cativarem após leitura, aí sim, vou investir em edições bonitas – lá estou a trabalhar na metamorfose
Nesta primeira edição do Festival Bang, ofereciam-nos o livro de Peter Ackroyd, Poe - Uma Vida Abreviada, e um vale de 5 euros, o que juntando aos 30 % de desconto em alguns livros me fez trazer para casa o segundo livro da série Os Outros, Bando de Corvos. Ainda só tenho dois livros desta série e Bishop é obrigatória, é uma das minhas autoras favoritas. 

Nesta imagem bonita podem ver a minha primeira aquisição de sempre no que diz respeito a velas literárias, que duvido que irei queimar, são decorativas, embora tenham um cheiro maravilhoso. E ainda um POP para a minha coleção, mais uma prenda amorosa, alusivo à nova adaptação de A Bela e o Monstro

Além de tudo o que citei nesta publicação, estão a faltar-me dois livros mas já apontei na agenda para não me esquecer de os fotografar no próximo mês – a vossa leitora está a ficar uma idosa esquecida! 

No que respeita a aquisições é tudo, prometo que vou tentar ir mantendo-me ativa por aqui e entretanto convido-vos a participar nos passatempos que estão a decorrer no blogue: 
O Senhor das Sombrasaqui.
Morreria por Ti e Outras Histórias Esquecidas e Pão com Fiambreaqui.

Boas leituras*
domingo, 5 de novembro de 2017
Sinopse: 
Dixon Mathews, um reputado psiquiatra de Nova Iorque, a duas semanas do casamento é traído pela noiva com o seu melhor amigo. Para superar o desgosto sofrido, Dixon resolve não ter mais nenhuma relação séria e torna-se viciado em sexo. Assim pretende continuar, até que o destino lhe prega uma partida.
Duas mulheres cruzam-se no seu caminho. Juliet, deslumbrante, extrovertida, manipuladora e viciada em sexo. E Madison, inocente e frágil.
A primeira atrai-o sexualmente. A segunda toca-lhe o coração. Dixon não é o melhor dos homens, e tem fraquezas, mas está confuso sobre quem deve escolher. Mas as escolhas óbvias nem sempre são as melhores.
Dixon vai descobrir o que de facto quer, mas os erros do passado, como sempre voltam para ensombrar o presente.

Fazendo justiça à forma como é publicitado – intenso, sexy, inesperado – Viciado no Pecado não engana e veio a revelar-se o típico livro dentro do género erótico pelo qual os adeptos desesperam. 
Com cenas luxuriantes logo a partir das primeiras páginas, este romance narrado pela perspetiva do protagonista masculino oferece dois tipos de relações distintas e uma panóplia de dilemas e peripécias que vos farão odiar ou adorar a loucura em que se transformará o triângulo amoroso que ganha vida nestas páginas. 

Tendo em conta que muitas vezes sinto dificuldade em conciliar-me com estes universos mais ousados, para mim é importante encontrar outros atrativos nos seus enredos, o que, confesso, foi bastante fácil na história de Monica James. Dixon é um psiquiatra em ascensão e com um futuro promissor e, apesar de muitas vezes lidar com os seus pacientes de forma pouco ortodoxa, foi interessante analisar as várias taras e manias com as quais se depara no seu consultório. Paralelamente, ver que também ele tinha muitos demónios e problemas comportamentais para resolver acabou por, sem dúvida, ser um ponto de partida que me prendeu ao texto, envolvendo-me com as diversas ligações exploradas. 

No que respeita a personagens. Além do sexy e incorrigível Dixon, é provável que o leitor sinta uma verdadeira empatia pela doce Madison. Esta jovem vai-se revelando a um ritmo assertivo, com os seus segredos e inseguranças a permitirem expectativa, enquanto se aproxima lentamente do protagonista. Juliet, pelo contrário, vem apimentar ao máximo o livro. Mimada e exigente, esta mulher cuja sexualidade é levada ao limite vai irritar-vos e mexer com as vossas emoções mas, não se iludam, é uma caixa de surpresas que vos oferecerá sempre algo mais até ao desenlace. 
Para lá do trio que citei, este é o tipo de obra em que os amigos complementam bem os pares e, neste sentido, podem esperar diálogos bem divertidos e aquela irmandade tipicamente masculina. 

Não vos vou mentir, muito do que encontrarão neste título gira em torno da tensão sexual da personagem principal que deixa claro o seu distúrbio logo a partir do primeiro capítulo. No entanto, se tiverem em atenção os restantes elementos da obra facilmente perceberão que a família aqui tem um papel integrante nos desenvolvimentos, bem como a consolidação de uma carreira profissional e, ainda, que o passado tem um papel determinante no psicológico atual dos intervenientes, todos eles com questões por resolver. O que, efetivamente, foi uma mais-valia para mim. 
Espero, muito em breve, trazer-vos a opinião sobre a continuação desta história, que ainda não terminei de ler mas me deixou curiosa, agora quero mesmo saber como termina o romance e o desfecho dado às várias personagens. 

Esta é mais uma aposta forte da Planeta no romance erótico, que vai juntar-se a autoras como Megan Maxwell ou Jodi Malpas, autoras que sabem exatamente como cativar o seu público.  

Livro 2

Título: Viciado no Pecado
Autora: Monica James
Género: Romance Erótico
Editora: Planeta


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Intenso, sexy, inesperado e arrepiante.
O fim de uma viciante série erótica e de suspense, que é também uma grande história de amor e redenção.

Depois de Viciado no Pecado, conheça agora o final desta convincente e chocante história de amor.

Título: Empurrado Para o Pecado
Autor: Monica James
N.º Páginas: 392
PVP: 27.95 €
ISBN: 978-989-657-905-0

Sinopse:
O livro começa onde o anterior nos deixou, com Dixon a tentar fugir das garras de Juliet, e manter o relacionamento crescente com Maddy. Mas o que não esperava era ter de percorrer um caminho tortuoso para afastar a vil Juliet da sua vida.
Dixon Matthews percebe que está tão apaixonado que fará qualquer coisa para proteger a mulher que ama, até mentir de forma a esconder os pecados do passado. Com a ajuda dos dois melhores amigos, Dixon tenta encontrar uma solução para o problema, mas sem êxito.
Decide uma jogada muito arriscada para se livrar de Juliet enquanto tenta manter o relacionamento com Madison. Só que uma vida dupla não se consegue manter para sempre.

Leia um excertoAqui

«Ainda melhor do que o primeiro livro… escrito de forma brilhante… Adoro esta autora, amo esta série e estou desejosa para ler o que virá.» - Fiona’s Book Reviews

Livro 1

Sobre a autora:
Monica James passou a juventude a devorar as obras de Anne Rice, William Shakespeare, e Emily Dickinson. Quando não está a escrever, ocupa-se do seu próprio negócio, mas consegue encontrar um equilíbrio entre as duas paixões. Gosta de escrever histórias honestas, sinceras, e turbulentas, na esperança de deixar uma marca nos leitores. A inspiração é da vida do dia-a-dia. É autora best-seller nos EUA, Austrália, Canadá e Inglaterra. Monica James reside em Melbourne, Austrália.

Saiba mais em: Planeta

quinta-feira, 2 de novembro de 2017
Queridos leitores,

Hoje trago-vos um novo passatempo que, sendo exclusivo ao Facebook, não podia deixar de partilhar por aqui.


Estes dois livros são oferecidos pela Editora Objectiva, a quem desde já agradeço todo o apoio.
Saibam como participar - aqui!

Boa sorte & Boas leituras

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Um livro que lhe vai causar tonturas e ficar ansioso por mais!
O primeiro romance de uma trilogia recheada de segredos, escândalos e traições numa Nova Iorque como nunca a viu.

Uma torre de mil andares.
A visão brilhante de um futuro onde tudo é possível se assim o desejarmos.
Todos querem qualquer coisa… e todos têm algo a perder. 
Bem-vindos a Manhattan, no ano de 2118.

Título: O Milésimo Andar
Autor: Katharine McGee
N.º Páginas: 384
PVP: 27.95 €
ISBN: 978-989-657-934-0

Sinopse:
No meio de um progresso espantoso e de um luxo de alta tecnologia, cinco adolescentes tentam encontrar o seu lugar no topo do mundo, mas quanto mais se sobe, maior é a queda… 
Nova Iorque, cidade de sonhos e inovação daqui a cem anos. Todos querem qualquer coisa… e todos têm algo a perder.
O exterior impecável de Leda Cole esconde um vício secreto por uma droga que nunca devia ter experimentado e por um rapaz em quem nunca devia ter tocado.
A vida bela e descuidada de Eris Dodd-Radson desmorona-se quando uma traição lhe destrói a família.
O trabalho de Rylin Myers num dos andares mais altos mergulha-a num mundo e num romance inimaginável.
Watt Bakradi é um génio da informática com um segredo. O rapaz sabe tudo sobre todos, mas quando é contratado para espiar uma rapariga dos andares superiores, vê-se apanhado numa complicada rede de mentiras.
E a viver acima de todos, no milésimo andar, está Avery Fuller, uma rapariga geneticamente perfeita que parece ter tudo mas que vive atormentada pela única coisa que nunca poderá ter.

Direitos vendidos para 29 países.
Os direitos de adaptação para filme já foram comprados pela ABC

Leia um excertoAqui

Uma narrativa diferente em que a autora nos consegue manter agarrados ao livro num caleidoscópio de emoções, palavras, silêncios, segredos, amigos e família onde nada é o que parece.

Sobre a autora:
Estudou Literatura Inglesa e Francesa na Universidade de Princeton e um MBA pela Universidade de Stanford. Foi quando viveu em Nova Iorque, a trabalhar como editora de dia e a escrever à noite, que começou um manuscrito sobre a vida num arranha-céus futurista.
O MILÉSIMO ANDAR é o seu primeiro romance.

Saiba mais em: Planeta

Redes Sociais

*Passatempo Halloween*

*Passatempo Halloween*
Passatempo - Até 12 de Novembro!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado!

*Planeta*

*Planeta*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide