Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sábado, 31 de outubro de 2015

*Como já vem sendo da praxe nesta data, a seguinte mensagem é de total e inteira responsabilidade da Elphaba.*

Saudações aterradoras, detestáveis e horrorosos leitores! 



Já têm planos para esta noite de sustos? Eu sugiro-vos uma ceia bastante azeda, com sopa de olhos para a entrada, pernil infantil (nunca com mais de dois anos) para o prato principal e uma sobremesa onde usem e abusem de unhas cortadas e dentes podres, tudo isto regado de muito ranho e sangue, claro está. O truque está no azedo, não se esqueçam!
Mas, no caso de não vos estar a abrir o apetite, espero que passem fome, que se sintam tremendamente infelizes e que vos seja rogada a maior das pragas, o importante é que se sintam verdadeira mal!  



Da minha parte, não poderia deixar de vos fazer saber que têm toda a inveja e egoísmo possível, que vos desejo leituras frustrantes e, ainda, que vos amaldiçoo-o para que se aqueçam apenas com a vossa biblioteca a arder… oh sim, nada me daria mais prazer. *.*

Uma noite horrível, não espero menos que isso. E que a maldade esteja convosco. 



Assombradas e terríveis leituras! Muahahaha*

PS: Acho que o ser inferior que gere blogue vos vai trazer um novo passatempo amanhã, para compensar a minha indisposição… não percebo, é nojenta


SEGUNDA PARTE DE JOGO QUEBRA-CABEÇAS
Lê o livro. Descobre as pistas. Resolve o enigma. Só um pode ganhar.

Título: A Chave do Céu – Endgame 2
Autores: James Frey e Nils Johnson-Shelton
Título Original: Sky Key: Endgame Novel
Tradução: Maria João Afonso
N.º Páginas: 464
Coleção: Via Láctea Nº 128
PVP: 17.90 €
ISBN: 9789722356954

Sinopse:
Endgame está aqui.
O mundo começa a desmoronar-se, a desintegrar-se, a enlouquecer. Ainda assim, os Jogadores continuam a jogar. A Chave da Terra foi encontrada. Restam duas chaves – e nove Jogadores. Há que encontrar as chaves mas apenas um Jogador pode vencer.
Aisling Kopp está em Queens, Nova Iorque e pensa ter encontrado uma forma de interromper o Jogo. Hilal ibn Isa al-Salt escapou por pouco a um ataque que o deixou terrivelmente desfigurado mas agora sabe algo que os outros Jogadores não sabem. Sarah Alopay encontrou a primeira chave, aliou-se a Jago e estão a vencer. Mas conseguir a Chave da Terra teve graves consequências para Sarah.
A Chave do Céu – onde quer que esteja, o que quer que seja – é o que se segue. E os restantes nove Jogadores vão fazer de tudo para conseguir encontrá-la.

Restam nove Jogadores. Mas o Jogo mudou.
Agir, Lutar, Jogar 
Servem pelo menos um propósito.
Esquecer.
O Endgame é real. 
O Endgame já começou.


Leia um excertoAQUI


Da mesma série, no blogue:
Endgame – A ChamadaOpinião

Sobre os autores:
James Frey e Nils Johnson-Shelton são ambos autores de diversos livros que alcançaram grande sucesso internacional. A Presença publicou de James Frey Uma Vida em Mil Pedaços e a série juvenil, internacionalmente aclamada, que integra os títulos Sou o número Quatro, O Poder de Seis e A Ascensão do Nove, que escreveu em sob o pseudónimo Pittacus Lore. Endgame: A Chamada é o primeiro volume da nova série a que se junta agora A Chave do Céu. É um bestseller do New York Times  e um fenómeno multimédia e literário à escala internacional.

Para mais informações sobre o livro A Chave do Céu – Endgame 2, clique aqui.


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Sinopse:
Uma corrida vertiginosa contra o tempo e um inimigo implacável.
Uma jovem mulher brutalmente assassinada num hotel barato de Manhattan. Um pai decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita. Os olhos de um homem roubados do seu corpo ainda vivo. Restos humanos ardendo em fogo lento na montanha de uma cordilheira no Afeganistão. Uma conspiração para levar a cabo um crime terrível contra a Humanidade. E um único homem para descobrir o ponto preciso onde estas histórias se cruzam: Peregrino.

Nos últimos dias parei várias vezes para pensar como poderia abordar esta história, complexa no seu enredo, impactante nas suas temáticas e contextualmente tão actual que, inevitavelmente, transcende o seu carácter ficcional. Sabia, no entanto, que se tivesse um ponto de partida razoável as palavras iriam fluir naturalmente o que, curiosamente, acabei por encontrar no seu título – Peregrino.
Com um significado aparentemente tão literal e, de certa forma, assim representado durante a obra, esta palavra conseguiu fazer-me reflectir em todas as suas acepções e acabei por encontra-la não só nas suas personagens, como também nos valores e culturas que espelham as suas nações e nas muitas acções desenvolvidas.

A sinopse, resumida e explícita, prepara-nos para a crueldade da natureza humana, este livro, todavia, leva-nos a explorar o seu íntimo e a sua índole, as suas motivações ou a ausência das mesmas quando conduzidas a um fim. Este livro guia-nos pelos olhos de dois homens que são, simultaneamente, opostos e similares, nas suas escolhas e nas suas lutas, no lugar que ocupam no mundo e na importância que acabam por ter no mesmo. Sarraceno e Peregrino. É pela voz do segundo que conhecemos o primeiro, que a história que nos é contada. Uma história brilhante e repleta de estratégia, engenho e sangue, uma história que poderia realmente desenrolar-se sem que nenhum de nós chegasse, jamais, a desconfiar da sua existência. 

Que grandes personagens, tão intensas e fortes nos seus intentos, tão inteligentes e corajosas não só aos seus olhos como aos daqueles que se cruzam no seu caminho, incluindo o próprio leitor. Mesmo quando os actos cometidos vão contra tudo o que se julga correcto, é impossível não admirar a persistência, a resistência e os limites alcançados pelos dois protagonistas. 
Senhor de tantos nomes, tendo como nome de código Peregrino na missão mais importante da sua vida, ele é igualmente a figura do herói e o seu antónimo, uma figura que se revela cadenciadamente ao longo do texto mas que sentimos nunca descobrir verdadeiramente. Este narrador é, paralelamente, o rosto dos EUA e um viajante, forasteiro na sua própria nação. Foi maravilhoso entrar na sua mente, ver os seus medos e recordações, ver a influência de identidades há muito perdidas no seu trabalho. Ele é quase perfeito ou estaria morto, é o tipo de indivíduo com o qual eu não gostaria de me cruzar. 
Sarraceno, por sua vez, é quase demasiado evidente no destino que lhe está traçado, abrilhantado pela excelência que o destaca e pelas suas deduções retorcidas, ousando mais que qualquer outro e representando, também ele, uma facção proeminente na sua terra. Ambos proporcionam um duelo épico de titãs, com as suas causas dissonantes que os transformam em algo muito além do comum. 

Os intervenientes secundários, para meu deleite, fazem justiça ao restante enredo, trazendo novos temas interessantes, igualmente contemporâneos e que tornam a narrativa ainda melhor. Sussurros, Battleboi ou Ben, são alguns dos nomes que me recordo, caricaturas ficcionais que se cruzam na vida de Peregrino e permanecem durante um longo período tempo. Já do lado do Sarraceno, poucos ou nenhuns permaneceram mas acreditem que todos cumpriram o seu papel. 

Quanto a problemáticas, existem questões afectivas triviais, como amor e ciúmes que levam a vinganças cruéis, mas são as emoções parentais que acabam por tocar as personagens com maior acuidade, sendo as verdadeiras impulsionadoras deste título que, acreditem, está longe de tender ao sentimentalismo. 
Como referi anteriormente, são as questões políticas, sociais e, até, económicas que servem de rastilho ao grande thriller, mistério, que domina a história e essas, caros leitores, são exploradas de forma irrepreensível. Começando pela ditadura totalitária no Médio Oriente e terminando nos secretismos da democracia americana, o autor vai expondo dilemas transversais ao nosso tempo, apontando vários escalões sociais, as suas lacunas e mais-valias. Tão depressa conhecemos um trabalhador humilde e resignado, como um radical revoltado, as diferenças de cada um, a supremacia de quem está no poder neste jogo existencial. Um detective, um hacker e um mártir, uma esposa tão diferente de uma mãe, uma criança inocente e mais um corrupto ou traficante ou assassino, o que os separa e aproxima, aquilo que os torna parte de um todo, no dia-a-dia, é apenas mais um pouco do que irão encontrar. 

Há de tudo, para todos os gostos e com muitos pormenores capazes de revolver os estômagos mais sensíveis. Há a fé que move os homens e a revolta dos mesmo quando descrentes, há a luta pela sobrevivência e o acreditar na transcendência do seu papel entre pares. É um livro pleno, um quebra-cabeças perfeito ao qual eu fiquei rendida. Aliás, tal como a capa da minha cópia de pré-venda, gentilmente cedida pela Topseller, prometia, Terry Hayes conseguiu prender-me logo nos primeiros capítulos e assim me manteve, ao longo de 651 páginas que me levaram por caminhos distantes, dissonantes, que quando se encontraram, entre tensão e horror, perto do desenlace, não conseguiram deixar de me fazer sorrir. Sim, este puzzle forma-se de forma brilhante e mesmo que acreditem estar perto da sua resolução, precocemente, acredito que irá igualmente surpreender-vos.

Esta é um aposta cinco estrelas da Topseller a que nenhum leitor do género ficará indiferente. Definitivamente, será um dos presentes que conto deixar em sapatinhos no próximo natal. Recomendo-o vivamente. 

Título: Peregrino
Autor: Terry Hayes
Género: Thriller
Editora: Topseller




Tudo o que este book trailer vos mostra faz justiça ao grande livro que vão encontrar. Um dos melhores que li este ano. 
Curiosos?

quinta-feira, 22 de outubro de 2015


Peregrino, o romance de estreia de Terry Hayes, tornou-se de imediato num bestseller internacional, elogiado por críticos e autores bem conhecidos dos portugueses como David Baldacci. Vencedor do National Book Award, Peregrino irá ser adaptado ao cinema pelos estúdios MGM em 2016, com realização de Matthew Vaughn. Este será o primeiro filme de um franchising ao estilo James Bond

Título: Peregrino
Autor: Terry Hayes
N.º Páginas: 656
PVP: 22.99 €
ISBN: 9789898491770

Sinopse:
Uma corrida vertiginosa contra o tempo e um inimigo implacável.
Uma jovem mulher brutalmente assassinada num hotel barato de Manhattan. Um pai decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita. Os olhos de um homem roubados do seu corpo ainda vivo. Restos humanos ardendo em fogo lento na montanha de uma cordilheira no Afeganistão. Uma conspiração para levar a cabo um crime terrível contra a Humanidade. E um único homem para descobrir o ponto preciso onde estas histórias se cruzam: Peregrino.

«O livro tem mais voltas e reviravoltas do que qualquer outro do género publicado em muito tempo. Vai ficar agradavelmente surpreendido ao encontrar um novo tipo de thriller, onde há tanto de cérebro como de músculos.» - New York Times
«Escrito a um ritmo alucinante, capaz de fazer parar o coração, este thriller aterra algures entre Homeland e Breaking Bad, para depois nos transportar para um nível completamente diferente. Em parte romance de espionagem, em parte thriller psicológico. Personagens emocionalmente complexas. Questões geopolíticas relevantes.» - Wall Street Journal
«Um thriller excecional, com um narrador totalmente credível, que tem tantas identidades secretas que dificilmente se lembrará do seu verdadeiro nome.» - Publishers Weekly

Sobre o autor:
Nascido no Reino Unido, emigrou para a Austrália em criança e foi jornalista no maior jornal do país, The Sydney Morning Herald. Foi correspondente nos Estados Unidos, e regressou a Sydney para se tornar jornalista de investigação, correspondente político e colunista.
Escreveu, com George Miller, o argumento de Mad Max 2: O Guerreiro da Estrada. Também coproduziu e escreveu Calma de Morte, o filme que lançou a carreira internacional de Nicole Kidman, Mad Max 3: Além da Cúpula do Trovão e inúmeros telefilmes e minisséries, duas das quais receberam nomeações para os Emmy internacionais. No total, recebeu mais de 20 prémios em cinema e televisão.
Em Los Angeles, trabalhou como argumentista em grandes produções de estúdio, como Payback - A Vingança, com Mel Gibson, A Verdadeira História de Jack, o Estripador, com Johnny Depp, e Limite Vertical, com Chris O’Donnell. 
Peregrino é o seu romance de estreia e foi de imediato um bestseller internacional, vendido para mais de 25 países, e vencedor do National Book Award (Reino Unido), o Crimson Scribe Award e o Hebban Crimezone Award. A Topseller lançará o próximo livro do mesmo autor, The Year of the Locust, em 2016.

Saiba mais em: Topseller




Depois de Romance com o Duque, Tessa Dare regressa com o bastante elogiado e divertido A Noiva do Marquês. Um romance bem-disposto, com todos os ingredientes para proporcionar uma leitura agradável e inesquecível.

Título: A Noiva do Marquês
Autor: Tessa Dare
N.º Páginas: 304
PVP: 15.98 €
ISBN: 978-989-849-133-6

Sinopse:
Ela tinha tudo o que uma donzela da sua posição podia querer: era linda e estava noiva do solteiro mais cobiçado da cidade. Um longo e desesperante noivado, porém, levou-a a querer romper o compromisso e a tomar as rédeas da sua vida.
Clio Whitmore está noiva do Marquês de Granville há oito anos, mas ele está sempre ausente no estrangeiro, levando-a ao desespero por não se sentir desejada. Quando Clio herda um castelo que lhe proporciona independência financeira, decide romper o noivado e iniciar uma nova vida.
Para tal, ela terá de convencer Rafe, irmão e procurador do Marquês, a aceitar o fim do noivado. Mas Rafe tem planos para a fazer mudar de ideias, organizando-lhe um casamento de sonho...
Ele começa com flores. Um casamento nunca tem flores suficientes... Ele diz-lhe que ela dará uma belíssima noiva? e tenta não imaginá-la como sua.
Como conseguirá Rafe convencer Clio a casar-se sem se deixar vencer pelos sentimentos que crescem dentro dele, e que são a cada dia mais fortes?
Ele não irá apaixonar-se pela única mulher que nunca poderá beijar nem dizer ser sua. Ou irá?

Leia um excerto AQUI

«Prepare-se para se apaixonar.» – Julia Quinn
«Tessa Dare distingue-se na narração de histórias, criando um romance credível e poderoso que suscita uma profusão de emoções.» – Publilishier Weekly

Da mesma autora, no blogue:
Romance com o DuqueOpinião

Sobre a autora:
Tessa Dare é uma autora norte-americana bestseller do New York Times e do USA Today, que já conta com quatro novelas e doze romances históricos publicados. Os seus livros foram alvo de vários elogios e prémios, incluindo o Prémio RITA para Melhor Romance Histórico, atribuído pela Associação Americana de Escritores de Romance, e prémios da revista RT Book Reviews. A revista Booklist nomeou-a «uma das novas estrelas do romance histórico» e os seus livros já foram traduzidos para mais de doze línguas. Romance com o Duque alcançou a shortlist para o Prémio Goodreads de 2014.
www.tessadare.com

Saiba mais em: Topseller


terça-feira, 20 de outubro de 2015

Com o fantástico apoio Saída de Emergência, esta vossa leitora traz-vos hoje um doce maravilhoso de Halloween.


Para sorteio, está disponível um exemplar do livro Rainha Vermelha de Victoria Aveyard. O primeiro título de uma distopia que fará as delícias dos fãs do género, com um toque de intriga de corte. 

Para se habilitarem a este exemplar, terão unicamente de responder às fáceis questões abaixo colocadas, ter atenção as regras de participação e ser seguidor do blogue e/ou fazer GOSTO na página do Facebook do blogue.
A partilha do link nas redes sociais não é obrigatória, mas fico grata se o fizerem.

Descubra a sua resposta aqui no Blogue ou em Saída de Emergência.

Boas leituras*

Regras de participação:
1. Passatempo válido até 23h59 do dia 31 de Outubro de 2015 (sábado).
2. Só é possível uma participação por pessoa e e-mail.
4. Ser seguidor do blogue e/ou fazer GOSTO na página do Facebook do blogue.
3. Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
5. O vencedor será sorteado aleatoriamente, será posteriormente contacto por e-mail e o resultado será anunciado aqui, no blogue.
6. Todas as participações com questões erradas e/ou que não obedeçam às regras serão automaticamente anuladas.
7. A administração do blogue não se responsabiliza pelo possível extravio no correio de exemplares enviados pela própria e/ou pela editora.
8. Boa Sorte!



domingo, 18 de outubro de 2015

A sua morte está sempre ao virar da esquina, mas neste perigoso jogo, a única certeza é a traição num palácio cheio de intrigas. Será que o poder de Mare a salva... ou condena?

Título: Rainha Vermelha
Autor: Victoria Aveyard
N.º Páginas: 360
PVP: 18.50 €
ISBN: 9789896378486

Sinopse:
O mundo de Mare, uma rapariga de dezassete anos, divide-se pelo sangue: os plebeus de sangue vermelho e a elite de sangue prateado, dotados de capacidades sobrenaturais. Mare faz parte da plebe, os Vermelhos, sobrevivendo como ladra numa aldeia pobre, até que o destino a atraiçoa na própria corte Prateada. Perante o rei, os príncipes e nobres, Mare descobre que tem um poder impensável, somente acessível aos Prateados.
Para não avivar os ânimos e desencadear revoltas, o rei força-a a desempenhar o papel de uma princesa Prateada perdida pelo destino, prometendo-a como noiva a um dos seus filhos. À medida que Mare vai mergulhando no mundo inacessível dos Prateados, arrisca tudo e usa a sua nova posição para auxiliar a Guarda Escarlate – uma rebelião dos Vermelhos – mesmo que o seu coração dite um rumo diferente.

Leia um excertoAQUI

"Aveyard tece um novo mundo cheio de desafios e surpresas repletas de ação e emoções fortes... Inventivo e com fortes personagens." — KIRKUS

Sobre a autora:
Victoria Aveyard é uma autora de 24 anos com formação em Escrita de Argumentos da Universidade do Sul da Califórnia que, tendo verificado que todas as histórias boas para filmes já tinham sido usadas (e as más também), decidiu ela própria escrever uma: Rainha Vermelha.
Agora divide o seu tempo entre East Longmeadow, Massachusetts e Los Angeles. Neste momento dedica-se ao segundo volume depois de Rainha Vermelha, enquanto tem outros projetos literários e cinematográficos. A Universal Pictures já detém os direitos para uma produção a partir do livro.

Saiba mais em: Saída de Emergência



Prequela da trilogia Maze Runner
Para fãs curiosos sobre a origem da série!

Título: Vírus Mortal
Autor: James Dashner
Título Original: The Kill Order
Tradução: Marta Mendonça
N.º Páginas: 360
Coleção: Via Láctea Nº 126
PVP: 17.50 €
ISBN: 9789722356848

Sinopse:
Antes de a CRUEL existir, de a Clareira ser construída e de Thomas ter entrado no Labirinto, os fulgores do Sol atingiram a Terra, arrasando o planeta e dizimando grande parte da humanidade. Mark e Trina estão entre os sobreviventes que agora lutam por uma existência em condições precárias nas pequenas comunidades que se formaram nas montanhas. Mas se eles achavam que a situação em que se encontravam não podia piorar, estavam enganados. Um inimigo surge, infetando a população com um vírus altamente contagioso e mortal…

Leia um excertoAQUI


«Um livro imperdível tanto para os fãs desta saga como para os amantes deste género literário.»  - Kirkus 
«Os apreciadores do género fantástico vão devorar este livro e empolgar-se com a contagiante força de Mark, que supera inúmeros desafios a um ritmo alucinante.»  - Teenreads.com 
«Esta brilhante prequela vai deixar os fãs da trilogia Maze Runner em êxtase mas será igualmente estimulante para os novos leitores da série.»  - Shelf Awareness

Da mesma série, no blogue:
Maze Runner – Correr ou MorrerOpinião
Maze Runner – Provas de Fogo Opinião
Maze Runner – Cura MortalOpinião

Sobre o autor:
James Dashner nasceu no estado norte-americano da Georgia, em 1972. Concluiu a licenciatura na Brigham Young University e em 2003 publicou o seu primeiro livro, A Door in the Woods. É também autor, entre outros títulos, da série The 13th Reality e da aclamada série Maze Runner que é bestseller do New York Times e que se encontra publicada em mais de 40 países. Os dois primeiros volumes da série foram adaptados ao grande ecrã. Vírus Mortal é a prequela que os fãs da série aguardavam.

Para mais informações sobre o livro Vírus Mortal, clique aqui.


sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Sinopse:
Uma rapariga triste.
Um rapaz apaixonado.
Um mundo em perigo.
Com apenas uma lágrima, Eureka inundou o mundo e iniciou a ascensão de Atlântida. Se verter mais duas, nada parará o maléfico rei Atlas.
Herdeira da Linhagem da Lágrima é a única pessoa capaz de o deter, mas para o conseguir terá de atravessar o oceano para descobrir Solon, um Semeador em fuga, que sabe como enfrentar o rei.
Mas a revelação do amor entre Ander e Eureka faz com que Solon envelheça rapidamente e se sinta incapaz de vencer Atlas.
Se continuarem juntos, Solon morrerá em breve. Eureka precisa de se reconciliar consigo mesma e com o que o seu sofrimento causou ao mundo.
Um segredo sobre a Linhagem da Lágrima mudará tudo, passado, presente e futuro. Eureka tem uma visão de uma lagoa encantada que revela um segredo esmagador. Com esse conhecimento, será capaz de conseguir a chave para derrotar Atlas. Mas o seu coração partido poderá deitar tudo a perder.

Entre as muitas coisas de que diariamente retiro prazer, falar sobre uma história está efectivamente num lugar cimeiro. Não precisa de ser uma história que me cative, ou de ter um toque extraordinário, basta que me faça pensar e reflectir sobre o seu valor e isso, como já constataram, todas o conseguem – sim, estava com muitas saudades de escrever uma opinião *.*

Desabafos à parte, depois de um começo que apesar de reticente não deixava de ser auspicioso, Lauren Kate voltou a revelar lacunas que para o leitor mais maduro podem ser consideradas cruciais. No entanto, para os mais jovens, fãs de fantasia juvenil, o cenário maravilhoso fértil, a acção e o romance tão épicos quanto trágicos e algumas nuances mitológicas são uma base bem condimentada que podem prometer boas horas de entretenimento. 

Em A Cascata do Amor, o segundo título da duologia Teardrop, o leitor vê por fim desvendados todos os mistérios associados ao drama de Eurekaque nome, bem sei – uma jovem que tem nas suas lágrimas o poder de inundar o mundo e fazer ressurgir a velha Atlântida e o seu tirano. 
Com o seu lar quebrado e o mundo como o conhecemos desfeito, acompanhamos os seus passos rumo a um destino fatalista mas que lhe alimenta esperança de salvar a humanidade, um destino repleto de enigmas, surpresas e revelações chocantes que predestina um futuro cruel para todos os que até à data conseguiu proteger. 

Sinceramente, muito do texto é spoiler e há pouco para lá da sinopse que eu possa adiantar e que não seja conclusivo para o enredo, ainda assim, com novas e interessantes personagens adicionadas à narrativa, creio que vale a pena voltar a falar-vos destes intervenientes – até porque alguns sofreram metamorfoses que não foram, de todo, as mais aprazíveis. 
Deixando o melhor para o fim, confesso que desejei várias vezes a morte de Eureka, que conseguiu tornar-se melodramática a um ponto extremo, assim como a de Ander, que cego de paixão e convicções me irritou profundamente. Atenção, eu compreendo que passar por todas as provações e dilemas a que estiveram sujeitos, arriscando a vida, etc., possa ser duro, mas eu acredito que quando ultrapassamos uma barreira evoluímos, já o aposto deixa-me reticente. 
As boas notícias, contudo, são o surgimento de inúmeras personagens secundárias mágicas, singulares e divertidas que tornaram os desenvolvimentos bem mais atractivos, bem como algumas já conhecidas, os irmãos e a melhor amiga, que para lá de intervenções cruciais ajudam a minimizar os problemas da história. 

Provavelmente já ficou claro o forte cariz fantástico do texto mas, por ser determinante, permitam-me divagar um pouco sobre todas as ilusões, intervenientes e contextos extraordinários que são dados a ver. 
As quimeras que primeiro surgiram espaçadamente, ganham corpo e predominam sobre a realidade, agora bem distante quer no que diz respeito à acção ou aos cenários. Tudo é inundado de magia. As figuras ficcionais transformam-se, com os humanos alcançado poderes e tornando-se homogéneos com criatura mitológicas e bruxas em todo o seu esplendor, enigmática, benevolentes e cruéis. Sinceramente, é como se autora tivesse dado largas à sua imaginação e ultrapassado todos os limites, um pensamento de um interveniente e tudo pode acontecer, o que não deixa de ter "um quê" de fascinante. 

Em suma, as emoções tendem a ser fortes se não lhes forem impostas barreiras de credibilidade e a forma como a história se desenrola é original por não seguir qualquer tipo de regra. Há momentos confusos e outros elucidativos, com o final a surpreender e a deixar espaço para a imaginação do leitor. Há! Quase me esquecia, existe a efectiva ligação ao mito de Atlântida e algumas das criaturas descritas e acções são baseada neste facto, mas, confesso, com tanto a acontecer, perdi-me e este ponto que me cativou acabou por ser suplantado pelo desfecho. 

Não sei se voltarei a ler esta autora pois, apesar de considerar que tem uma criatividade acima da média e embora tempere bem os seus enredos, à alguma coisa na forma como amadurece os textos e os intervenientes que acaba sempre por não me conquistar. 

Esta é uma aposta Planeta Manuscrito que, definitivamente, sugiro apenas aos fãs aguerridos de literatura fantástica mais novos. 

Livro anterior: 
Lágrima - Opinião

Título: A Cascata do Amor
Autora: Lauren Kate
Género: Fantasia; Romance; YA



Um livro para colorir, especialmente concebido para pintar conjuntamente, inédito em Portugal.

Título: Vamos Pintar Juntos
Autoria: Buster Books
N.º Páginas: 46
PVP: 14,95 €
ISBN: 9789896576080

Sinopse:
Há espaço suficiente para colorirem ao mesmo tempo, quer lado a lado quer frente a frente.
E há espaço em cada página para cada um assinar a sua obra-prima.
Um livro de grande formato com argolas para facilitar a pintura conjunta entre pais e filhos, irmãos, amigos e conhecidos.
Liberte-se do stress com este livro para colorir, que promove o relaxamento, a concentração e a criatividade.

Saiba mais em: Planeta Manuscrito



quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Agora sim, o último dos resultados alusivos ao aniversário do blog que, agora de cara lavada, abre uma nova janela, fase, n’As Histórias de Elphaba. Este passatempo contou com o fantástico apoio Elsinore.


Para sorteio encontrava-se um exemplar do livro A Eterna Demanda de Pearl S. Buck. «O romance póstumo de uma das mais aclamadas escritoras norte-americanas.».

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

32* Alice Rito, Condeixa-a-Nova

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Elsinore, por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*



Por fim, o último resultado dos passatempos alusivos ao aniversário do blog, proporcionado pela ASA.


Para sorteio encontrava-se  um exemplar do título Três Semanas Com o Meu Irmão de Nicholas Sparks, aquele que é considerado um dos livros mais pessoais deste autor bem conhecido de muitos leitores.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

62* Ana Freitas, Vila Nova de Gaia

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à ASA, por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*


O próximo resultado anunciado oferece três livros a um único vencedor e contou com o fantástico apoio Suma de Letras.  


Para sorteio encontrava-se a trilogia Wayward Pines de Blake Crouch, uma história de enorme sucesso que viu a sua adaptação ao pequeno ecrã recentemente. 

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá estes exemplares é:

57* Tânia Soares, Gondomar

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Suma de Letras, por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 
Boas leituras*



Com o maravilhoso apoio Suma de Letras, uma chancela Penguin Random House Grupo Editorial, é chegado o momento de anunciar mais dois vencedores no blogue. 


Para sorteio encontravam-se dois exemplares do título Younger – Mais Uma Oportunidade de Pamela Redmond Satran.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, os vencedores/as são:

20* Cátia Duarte, Cacém
123* Maria Brandão, Esmoriz

Os meus sinceros parabéns, espero que usufruam de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Suma de Letras, por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 
Boas leituras*



Terminado mais um passatempo, desta vez proporcionado pela 1001 Mundos, uma chancela ASA, é tempo de anunciar mais um feliz contemplado.


Para sorteio estava disponível um exemplar do livro Frankenstein, de Mary Shelley. Um clássico extraordinário e obrigatório para todos os fãs de ficção científica.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

93* Pedro Oliveira, Cascais

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à 1001 Mundos, por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*



Continuando a revelar os vencedores dos vários passatempos alusivos ao 5.º aniversário do blogue, trago-vos o último resultado com o apoio Marcador.


Desta vez, encontrava-se para sorteio um exemplar do título A Princesa Azul e a Felicidade Escondida de Filipa Sáragga.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

93* Sandra Dias, Póvoa de Varzim

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Marcador por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.

Boas leituras*


É agora chegado o momento de anunciar mais um vencedor, desta feita da mais recente doulogia de Lauren Kate oferecida pela Planeta Manuscrito.


Para sorteio encontravam-se disponíveis os livros Lágrima e A Cascata do Amor, uma doulogia para os fãs de fantasia e romance young adult.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.

Sem mais demoras, quem receberá estes exemplares é:

142* Carina Monteiro, Amadora

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Planeta Manuscrito por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.


Boas leituras*


Hoje é o dia de todos os resultados e, terminado mais este maravilhoso passatempo, com o apoio Marcador, é chegado o momento de anunciar mais um vencedor. 


Para sorteio encontrava-se um exemplar do livro A Alquimista das Cores de Aimee Bender. Uma história encantadora.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

138* Vânia Valeiro, Almeirim

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à Marcador por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*



Mais uma vez com o apoio ASA, chega o momento de vos trazer um novo resultado dos muitos passatempos de aniversário.


Para sorteio estava um exemplar do título Os Sonhos Que Tecemos de Kate Alcott, um romance de época sobre os primeiros passos da emancipação feminina e o poder do amor.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

47* Alice Monteiro, Lisboa.

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à ASA por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.

Boas leituras*




Finalmente, é chegado o momento de anunciar os últimos vencedores do 5.º aniversário do blog, desta feita de mais um passatempo com o apoio ASA. 


Para sorteio encontrava-se um exemplar do livro A Menina Sem Nome de Marina Chapman.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

189* Filipe Gaspar, Cascais.

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de um excelente momento entre páginas.
E o meu muito obrigado à ASA por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo. 

Boas leituras*



Voltei queridos leitores! E as saudades que eu tinha de vocês! 

Que vos parece o novo visual? Muito *Elphaba*? (*.*)

A verdade é que a bruxinha que há tantos os anos tomou conta do meu coração já merecia um lugar de destaque no blogue e, como estava cansada das bolinhas e múltiplas cores, esta solução pareceu-me a ideal. Tem todos os condimentos... livros, a minha gata preta e o meu lado Oeste, sonhador, e certamente a reflectir sobre uma história. 

Sumariamente, o blog ficará relativamente igual a nível de conteúdos e assim irá continuar, já sabem que só fiel ao que idealizei inicialmente. E, é claro, continuarei a usar cores nas publicações, pois é algo que me acompanha ao longo dos anos, mas queria este contraste de branco que, assim espero, me canse menos durante os próximos tempos. 

Haaaaa… quase me esquecia, uma novidade é o endereço do blog que deixou de ser http://historiasdeelphaba.blogspot.pt/ para passar a ser www.historiasdeelphaba.com mas podem aceder como antigamente que são redireccionados para este nosso cantinho. 

E pronto, é isto! Agora é pôr mãos à obra, preparar-vos um doce de Halloween e as muitas opiniões que tenho por fazer – oito – vai ser uma maravilha até ao final do mês. 

Boas leituras*

PS.: Todos os resultados em atraso serão publicados durante o dia de hoje e os emails para os vencedores enviados até ao final do dia. Estejam atentos ao vosso correio electrónico.

Redes Sociais

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo - Até dia 26 de Fevereiro!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado!

*Porto Editora*

*Porto Editora*
Passatempo - Resultado.

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide