Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Sinopse:
Anne Blythe tem razões para sorrir: acaba de receber uma aliciante proposta para publicar o seu primeiro livro. Mas no que toca a relações amorosas, a situação é muito pouco animadora. Após mais um relacionamento falhado, Anne encontra na rua um cartão de uma empresa que ela julga ser de promoção de encontros românticos. Interpretando-o como um sinal, acaba por guardá-lo.
Farta de ver as pessoas à sua volta felizes no amor, Anne decide, num impulso, experimentar a empresa que a poderá ajudar a encontrar, finalmente, o homem da sua vida. Mas esta empresa não é bem o que parecia.
Trata-se afinal de um sofisticado ? e caro ? serviço que proporciona aos seus clientes um casamento arranjado, com tudo incluído. Anne começa por rejeitar a ideia, mas quanto mais pensa no assunto mais entusiasmada fica. Se os casamentos arranjados resultam para milhões de mulheres em todo o mundo, porque não haveria de resultar com ela? Além disso, o serviço afirma que só fracassou em 5 por cento dos casos.
Meses depois, Anne encontra-se num resort mexicano pronta para casar com Jack, o seu «par perfeito». E tudo parece correr bem. Mas será possível encomendar o amor verdadeiro?

Das histórias mais simples, com enredos mais previsíveis e personagens mais comuns podem, por vezes, florescer as obras mais encantadoras e Amor Por Encomenda é o espelho disso mesmo.
Catherine McKenzie pegou numa temática secular e conferiu-lhe contornos actuais que dão efectivamente que pensar enquanto, com uma boa dose de humor, explora relações afectivas e personalidades empáticas em que o leitor se irá rever.

Na sociedade ocidental actual o amor vem, ou deveria vir, sempre antes do casamento que, por sua vez, pode ser encarado como a celebração desse mesmo amor. Certo? Errado! Este enredo reverte a ordem desta tradição e serve-se desta premissa para nos contar a história de Anne, uma jovem mulher que acredita ser ela própria a razão do fracasso das suas relações afectivas resolvendo, assim, inscrever-se numa agência de casamentos que, por meio de probabilidades, lá lhe encontra o par ideal.
Uma comédia romântica diferente, quase em jeito de paródia, onde a irresistível Anne nos mostra os conflitos pessoais e emocionais que muitas vezes se apoderam de nós na busca pela felicidade.

Com um núcleo de intervenientes pequeno, neste livro é muito fácil deixarmo-nos cativar por aqueles que dominam grande parte da acção, mesmo que as suas altitudes nem sempre vão ao encontro do que podemos considerar mais correcto. Foi o que senti relativamente a esta protagonista, uma mulher descrente nos desígnios do coração e que vai contra aquilo em que acredita para tentar encontrar o amor. Ela é ciumenta, precipitada e ilude-se facilmente perante o caminho mais fácil mas, por outro lado, é uma romântica incurável que apenas deseja estar apaixonada, tem um humor quase cáustico que a torna adorável e que faz com que seja impossível não torcer por si, até ao último momento.  
Quanto às personagens secundárias, confesso que a melhor amiga e o seu editor – Anne é escritora, mais um ponto a favor – foram aqueles que mais me atraíram pelo bom senso e sentido de humor, respectivamente. mas infelizmente o par da protagonista não conseguiu o mesmo efeito, pois não acredito que fosse necessário fazer o jogo do príncipe e do sapo com esta personagem. Existem ainda outras figuras com apontamentos interessantes, a família de Anne e uma amiga que faz no dito resort mexicano, mas o texto é tão centrado na protagonista que são facilmente esquecidos.

O que mais gostei neste enredo foi, efectivamente, a forma como aborda o casamento enquanto negócio, enquanto instituição que oferece um produto comerciável quando, actualmente, na cultura ocidental, tantas vozes se insurgem contra casamentos arranjados, etc.. A autora mostra que, mesmo num nicho de formação superior, informado e liberal esta opção poderia ser uma escolha e sendo-o, que direito temos de julgar os que optam por este caminho. Eu confesso que não fui pesquisar, mas parece-me viável que este negócio exista com diferentes contornos e é realmente interessante ver um ensaio sobre o tema.

Igualmente, gostei muito da forma como estão expostas as emoções da protagonista, muito realistas, assim como da diversidade de relacionamentos afectivos que são possíveis de analisar. É curioso como o sentir é tão distinto, entre diferentes pares, mas no entanto não deixa de haver um padrão contínuo, coerente, do qual temos tanta dificuldade em libertar-nos.

Enfim, esta é, como referi anteriormente, uma comédia romântica diferente mas interessante que, embora não seja perfeita, me encheu as medidas com a sua base e muitos pormenores, deixando-me com vontade de ler outros títulos da autora, por exemplo o já publicado Em Segredo pela mesma editora, pois que creio estar perante uma escritora que tem mais mérito e talento do que aquele eu poderia imaginar numa primeira análise.

Esta é uma aposta Topseller, mais uma boa aquisição para o seu catálogo de que, como bem sabem, esta vossa leitora é fã.


Título: Amor Por Encomenda
Autora: Catherine McKenzie
Género: Comédia Romântica
Editora: Topseller



0 comentários :

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide