Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Sinopse:
Uma donzela perdida, um castelo misterioso, um duque com um temperamento e um passado um pouco... complicados. O cenário perfeito para um amor improvável.
Como filha de um afamado escritor, Isolde Ophelia Goodnight, também conhecida por Izzy, cresceu em redor de românticos contos de cavaleiros corajosos e belas donzelas. As histórias daqueles livros prometiam inúmeras possibilidades. E por isso mesmo nunca duvidou de que o romance teria lugar também na sua vida.
À medida que foi crescendo, porém, foi riscando essas possibilidades da lista. Uma a uma:
O patinho feio que se tornou cisne.
Ser raptada por um atraente salteador de estrada.
Ser salva da miséria por um príncipe encantado.
Alto lá…
Agora que os seus desejos de amor romântico se haviam gorado, Izzy já estava resignada a uma vida de mera subsistência. Mas havia um conto de fadas predestinado a esta mulher de vinte e seis anos, não tão atraente quanto isso, pobre e que nunca fora beijada.
Esse conto de fadas era...
Este.

Não compreendo o segredo mas comigo ele funciona, sinto que serei para sempre uma apaixonada por histórias de encantar.
Doces leves e divertidos, estes enredos mais que recordar a infância, até porque estão longe de serem pueris, têm o condão de me fazer sonhar acordada, sorrir aparvalhadamente e idealizar príncipes em cavalos brancos, mesmo que os protagonistas sejam tudo menos as caricaturas cliché de eternos romances.

Tessa Dare tem uma escrita simplesmente deliciosa. Os seus diálogos, as suas descrições e as situações mirabolantes que recria são a fórmula perfeita para quem procura literatura light e descontraída, uma vez que trabalha a componente de entretenimento com especial cuidado, oferecendo o escape ideal para a época do ano em que nos encontramos.

Como tão bem elucida a sinopse, Romance com o Duque conta-nos a história de uma jovem que sempre se imaginou a fazer parte de um conto-de-fadas mas que, com o passar do tempo e as controversas do destino, deu por si perdida e a desejar unicamente sobreviver – como bem sabemos, a vida não era fácil para jovens solteiras no antigamente. No entanto, uma luz ao fundo do túnel, sob a forma de castelo herdado, dão-lhe uma nova esperança de encontrar um futuro para si, sem príncipe e beleza eterna, é bem verdade, mas de barriga cheia e com um tecto para dormir. 
Felizmente para o leitor e infelizmente para Isolde, chegada ao único bem que possui a surpresa contida neste presente de embrulho decadente está decidida a renegar-lhe aquilo que acredita ser seu por direito. É o início uma história de gato e rato, sem heróis nem fadas-madrinhas mas com uma missão impossível que só pode ser concluída com um *felizes para sempre*.

Que protagonistas! Tolinhas quanto baste, com personalidades vincadas e capazes de cometer as maiores loucuras, estas personagens estão muito longe da perfeição, mas acreditem que vos tocarão o coração logo a partir das primeiras páginas, pelos seus passados atribulados e as cegueiras presentes, que vos farão suspirar a cada encontro e surpreenderão com as suas atitudes impulsivas.
Isolde, conhecida em todo país como a Menina Goodnight, junta a fragilidade de uma infância perdida com a coragem de uma mulher que sabe que depende exclusivamente de si própria para subsistir, equilibrando a gentileza e a sensibilidade de qualquer senhora com acções escandalosas e impensáveis no seu tempo. Sinceramente, do desmaio ao fincar do pé, adorei a sua desenvoltura, a sua imagem meio alucinada, a sua força interior e o seu “jogo de cintura”, cruciais para lidar com a situação em que se encontra – tornou-se uma das minhas protagonistas favoritas neste tipo de enredo. Já o Duque, e que duque, não poderia estar mais distante da habitual figura de Vossa Graça. Ele é um homem acabado. Quando Isolde o conhece, além de a querer expulsar do castelo, o seu único desejo é desaparecer mas, como em qualquer bom romance, esta mulher vai transformá-lo e trazer para a sua vida algo que ele julgava ter desaparecido para sempre do seu olhar, um pouco de cor. Este cavalheiro renasce, literalmente, durante o texto, mas confesso que até o seu mau-feitio e brutalidade iniciais me conquistaram.

No que respeita a intervenientes secundários eles são imensos e, no seu todo, apesar das intervenções menores, tornam esta obra ainda mais divertida. Da filha do pastor bonita e tontinha ao mordomo reservado, mas sempre pronto para uma alfinetada; gostei até dos animais de estimação. Os figurantes, literalmente, conseguiram com que eu largasse umas boas gargalhadas e os vilões, quase sempre ausentes mas pertinentes no final, pontuaram igualmente a narrativa, tornando-a mais emocionante.


As problemáticas e temáticas são relativamente comuns, mas existem pormenores que farão as delícias de qualquer bookaholic, não fosse a Menina Goodnight filha de um escritor famoso e a sua vida inteira não girasse em torno das histórias de encantar. 
Problemas parentais e noivados logrados estão no centro dos dilemas afectivos, os ideais de beleza de época e a rigorosa etiqueta oferecem primeiros beijos de sonho e segredos temidos e conspirações maliciosas vão dar lugar a cenas épicas que ficarão na memória de qualquer leitor, com momentos que seriam dignos de qualquer comédia musical ou paródia dramática. É muito bom.

Para além de tudo o que citei, resta-me dizer-vos que Romance com o Duque é muito mais do que o típico fairy tale para adultos, pela sua originalidade soberba, o seu tom humorístico mesclado com seriedade e as muitas singularidades que pontuam cada capítulo. Já disse que é muito bom?

Uma aposta Topseller, ao nível das melhores autoras dentro deste género, romance sensual de época, que eu sugiro fervorosamente e sem restrições. Leiam, de certeza que se vão divertir e apaixonar!


Título: Romance com o Duque
Autora: Tessa Dare
Género: Romance de Época; Sensual
Editora: Topseller


0 comentários :

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 7 de Maio!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide