Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sábado, 18 de abril de 2015

Sinopse:
Issy, de quinze anos, e a mãe, recentemente divorciada, lutam por encontrar o seu caminho e o seu lugar na vida, sozinhas e em conjunto.
Aos trinta e oito anos, com pouco dinheiro e a braços com todas as responsabilidades, Caroline tenta reconciliar-se com a nova situação em que se encontra. Ao decidir deixar para trás a desafogada vida que levava em Singapura (bem como o seu infiel marido e a amante de longa data), acaba a viver no pub de uma aldeia inglesa, trabalhando como chef para ganhar a vida, conhecendo as pessoas mais pitorescas da zona e fazendo amigos. Porém, Issy adora o pai e secretamente culpa a mãe pela reviravolta operada na sua vida.
Ao mesmo tempo que o sonho de Caroline de converter um velho celeiro num restaurante começa a tomar forma, a sua oportunidade de ser feliz é posta em causa por rumores de vingança e homicídio. Quando Issy, a meio caminho entre a adolescência e a idade adulta, começa a fazer algumas escolhas arriscadas, a situação complica-se ainda mais.

É bom, muito bom mesmo, quando depois de ler oito livros de uma autora, que mantém um estilo de escrita e enredo similares de obra para obra, esta ainda tem a capacidade de surpreender e cativar durante o percorrer das suas páginas.

Uma Casa no Campo é, por comparação, o livro de Elizabeth Adler mais ténue nos atributos com que automaticamente a defino – paisagens de sonho e mistério constante. No entanto, para os fãs de romance com intriga e drama familiar esta será, possivelmente, uma escolha assertiva que eu sugiro, inclusive, a todos os que ainda não tiveram oportunidade de experimentar as suas narrativas maravilhosas.

A história começa, literalmente, com o mundo a desabar sobre a cabeça das protagonistas, Caroline e Issy, mãe e filha. Habituadas a um cenário, sociedade e estilo de vida absolutamente diferentes, estas personagens que sempre tiveram tudo e que agora se vêm com quase nada, vão encontrar um porto de abrigo e várias barreiras que exigirão superação. No entanto, quando julgarem que o passado ficou para trás, o destino irá trazer-lhes uma reviravolta importante para que se conciliem com o que perderam, com o presente, para que possam, finalmente, seguir em frente.

Gosto sempre dos intervenientes desta escritora, cuidados e pertinentes, espelhando em muito o indivíduo comum e capazes de despertar emoções facilmente.
Caroline, um retrato em que muitas mães se irão rever, é uma mulher a passar por uma fase difícil, com os medos e com as inseguranças de quem aprende experimentando. É uma mulher forte, cheia de afectos e com a coragem necessária para aprender novas lições enquanto partilha valores fundamentais. Issy, como muitos adolescentes, irritou-me um pouco. Desafiante e impertinente, vai pagar o preço da sua ingenuidade da pior maneira possível, mas durante o texto vai crescendo e no final é agradável assistir à maturidade que foi conquistando.

As personagens secundárias surpreenderam-me de forma extremamente positiva. Adorei os pais de Caroline e a família do Star & Plough, todos dotados de uma generosidade incrível – é fantástico o papel que cada um pode ter na vida do próximo se se propuser a tal e as protagonistas tiveram sorte com aqueles que encontraram no seu caminho.
Não achei os homens de maior destaque nada de especial, tirando Georgki que me divertiu, por outro lado as mulheres, até mesmo as vilãs, conseguiram captar a minha atenção.


Como esclarece, e bem, a sinopse, este é um livro de superação e de recomeços, paralelamente a um homicídio que ocorre sensivelmente a meio do enredo. Quanto à parte do crime, é demasiado previsível e provavelmente a mais fraca da obra, já no que diz respeito à trama familiar e humana, aí a história é verdadeiramente boa.
Traição, amor e vingança, paixão, ódio e amizade são apenas alguns dos sentimentos que tornam a leitura emotiva e sôfrega, que nos prendem ao desenrolar das vidas ficcionais, que atravessam fases de desespero e de esperança, que acreditam em sonhos e na bondade, fazendo acontecer.

Contrariamente aos típicos cenários paradisíacos deslumbrantes habituais, esta narrativa tem antes um ambiente bucólico, natural e encantador, oferecendo a imagem do local perfeito onde creio que todos gostaríamos de viver, sem stresses e com tudo o que é realmente importante por perto. É, efectivamente, um retrato condizente com o texto, que reproduz o melhor e o pior das pessoas com simplicidade, mostrando afectos credíveis e espelhando valores humanos.
Quanto à escrita da Adler, não me vou alongar, como sempre só tenho elogios. Gosto da forma conduz a história até ao seu desenlace, das descrições e dos seus diálogos, sempre pertinente mostrando que sabe o que está a fazer.

Esta é uma aposta clássica da Quinta Essência, mais um romance delicioso que vai conquistar as suas leitoras habituais.

Da mesma autora, no blog:
Viagem a Capri Opinião
Encontro na Provença Opinião
Regresso a Itália Opinião

De Malibu, Com AmorOpinião
Férias em Saint-TropezOpinião
Intriga em Monte Carlo Opinião
Reencontro em BarcelonaOpinião


Título: Uma Casa no Campo
Autora: Elizabeth Adler
Género: Romance; Mistério


0 comentários :

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 26 de Março!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Até dia 2 de Abril!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide