Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Com o fantástico apoio da editora Marcador, terminou o passatempo que vai apimentar as leituras de um leitor do blogue.


Para sorteio encontrava-se um exemplar de Cretino Irresistível de Christina Hobbs e Lauren BillingsUma história intensa e plena de erotismo.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

45* - Sónia (…) Castro, Atalaia

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de uma excelente leitura.
E o meu muito obrigado à Marcador por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.

Saiba mais em: Marcador

Boas leituras*

Sinopse:
Chloe Mills é empenhada e brilhante. A única coisa no seu caminho? O seu chefe, Bennett Ryan. Ele é exigente, desagradável, insensível — e muito sexy. Um Cretino Irresistível.
Bennett voltou de França para Chicago para assumir um cargo vital na importante empresa de comunicação da sua família. Não esperava que aquela estagiária que o ajudava além-fronteiras fosse a deslumbrante, inocentemente provocante — e completamente irritante — criatura que agora é obrigado a ver todos os dias.
O que começa por ser uma simples relação de atração e ódio, torna-se algo muito mais intenso, e Bennett e Chloe vão ter de decidir até onde estão dispostos a ir para poderem estar juntos.

Há muito tempo que um livro erótico não cativava tanto a minha atenção, não que leia muitos, é certo, mas este conseguiu efectivamente criar impacto.
Com cenas escaldantes a acontecer em catadupa e personagens com traços de carácter fortíssimos, eu corei, gargalhei e torci muito por estas vidas ficcionais que, acompanhadas por um enredo simples, me proporcionaram horas de entretenimento pleno.

As histórias sobre casos amorosos no local de trabalho são tanto um tabu como comuns e, para muitos, são inclusivamente um fetiche, e quando a narrativa trata o cliché patrão e secretária/estagiaria julgamos, à partida, que não nos iremos surpreender de forma alguma, certo? Errado!
Bennett Ryan é, literalmente, o Cretino Irresistível prometido no título, abusador e controlador, mal-humorado e intratável. Felizmente, ele é também alguém que esconde um segundo rosto, mais susceptível de ser tocado, assim como é dotado de uma beleza e charme a que nenhuma mulher fica indiferente – Chloe Mills não é excepção.
Quando os comportamentos tempestivos no escritório dão lugar à tentação, a relação hierárquica entre este par confunde-se numa inevitável teia de sedução e quanto um deles se apercebe que o preço do prazer pode ser demasiado elevado, que tem muito a perder, as emoções irão tornar-se um fardo que os fará repensar até que ponto controlam o desejo e poderão deixar-se ir sem se permitirem macular pelo seu segredo.
Ardente, este livro promete derreter as fãs deste género literário.

As co-autoras Christina Hobbs e Lauren Billings estão de parabéns, conseguiram criar um livro que sem ser romântico hipnotiza pelas sensações fortes, presenças constantes nas suas páginas, envolvendo o leitor no casal principal que coloca na sombra todos os intervenientes secundário. Dito isto, a bela e ambiciosa Chloe é tudo o que a sinopse promete e um pouco mais, com a sua teimosia e ousadia que a permitem deixar-se levar nos momentos certos, com as suas fragilidades banais de quem sente e teme o futuro e com seu génio peculiar que deixa expectante quem lê. Já no que respeita a Bennett, com tantos atributos como defeitos, é mais difícil defini-lo sem tecer comparações que o colocarão no mesmo patamar dos habituais atractivos protagonistas masculinos, no entanto, é eternamente impossível fugir a um mauzão de fato e grava, que se distrai e deixa submeter apetecivelmente e que – como diria o Sherk sobre as cebolas – tem muito por revelar camada após camada.

Atendendo a tudo o que disse, penso que é claro que a relação de Chloe e Bennett, tão ou mais carnal que afectiva, é o foco principal desta história e encontra-se trabalhada de forma impecável e com pormenores encantadoramente sedutores. A nível profissional as personagens vivem um desafio constante, uma luta de titãs em jeito de furacão impossível de conter, e fisicamente são uma verdadeira explosão para a sensibilidade do leitor, eles são magma humano, consomem-se, transformam-se e libertam intensamente vontades inconfessáveis e obsessivas.  

Existem ainda algumas problemáticas que poderão ser vistas como lugares-comuns e despertar o interesse, como é o caso da dinâmica laboral que envolve o casal, os pequenos dramas familiares explorados levemente e algumas reflexões mais íntimas do Eu, que implicam escolhas, sentimentos e medos que fazem parte de todos nós.


Resumindo, este é um romance erótico em que a luxuria tem um papel principal e que através da forte química versus repúdio dos protagonistas acaba por ter um magnetismo que capta totalmente a atenção de quem lê, tornando-se viciado.

Quanto à escrita das autoras, Christina e Lauren, esta prima por diálogos atractivos, ora violentos ora divertidos, que surgem naturalmente entre a descrição da acção.
O enredo, como citei anteriormente, não é complexo, algo que condiz com os cenários ou descrições espaciais, evidenciando-se, isso sim, toda a energia física que pulsa através do texto.

Pessoalmente estava e não estava à espera de gostar tanto. Como não sou uma adepta veemente deste tipo de leitura estava mesmo um pouco receosa, por outro lado sabia que este livro tinha tido um enorme sucesso além-fronteiras e apetecia-me apimentar os meus momentos de descontracção literária – foi uma escolha bastante assertiva da minha parte. Definitivamente, quero voltar a ler algo destas autoras e se o filme relativo a esta história, com direitos já comprados, chegar até terras lusas eu vou certamente aparecer – muito tímida – numa sala de cinema.

Esta é uma aposta arrojada da Marcador que, creio, se irá destacar entre o público que a feminino ousar experimentar e que, definitivamente, vai agradar aos amantes deste género.


Título: Cretino Irresistível
Autoras: Christina e Lauren
Género: Romance Erótico
Editora: Marcador




quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

«Um dos melhores romances de sempre!» - La Weekly

Título: Um Dia Esta Dor Vai Ser Útil
Autor: Peter Cameron
N.º Páginas: 240
PVP: 15.00 €
ISBN: 9789897540455

Sinopse:
Um Dia Esta Dor Vai Ser Útil é a história de um rapaz sofisticado e vulnerável com um grande apreço pelo mundo, mas sem a menor ideia de como viver nele. James tem 18 anos, é filho de pais divorciados. Eloquente, sensível e cínico, rejeita as presunções que orientam o mundo adulto que o rodeia – incluindo a expectativa de que irá para a universidade no outono seguinte.
Por ele, mudar-se-ia para uma casa antiga numa cidade pequena do Midwest. Um Dia Esta Dor Vai Ser Útil passa- se durante uns dias abrasadores de verão. Ao mesmo tempo que faz confidências à sua compreensiva avó, James boicota uma psicóloga astuta, lamenta a sua irmã pretensiosa e cria uma identidade falsa online para poder avançar com o fraquinho que sente por alguém próximo.

Leia um excertoAQUI

Uma poderosa história de quem questiona o tempo, a família, o mundo e a si próprio.
Um livro belíssimo sobre a forma como aproveitamos o nosso dia a dia.

«Um livro deslumbrante.» - The New York Review of Books
«Maravilhosamente concebido e escrito... engraçado, terno e sofisticado.» - Booklist
«Um personagem principal brilhante e cuja voz se fará ouvir muito depois da sua história acabar.» - Chicago Tribune
«A prosa de Peter Cameron mistura-se habilmente numa linguagem simples e admirável.» - Newsday


Sobre o autor:
Peter Cameron é autor de vários romances, Incluindo Andorra e The Weekend. Vive em Nova Iorque.

Saiba mais em: Marcador



Chegou ao fim mais um passatempo para os apaixonados por livros, com o maravilhoso e romântico apoio da Quinta Essência.


Para sorteio encontrava-se um exemplar do livro Tenho o Teu Número da Sophie Kinsella.
Uma narrativa muito divertida e apaixonante que farás as delícias dos adeptos deste género literário.

Gostaria, como é habitual, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.


Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

140* - Ana (…) Sousa, Golpilheira

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de uma excelente leitura.
E o meu muito obrigado à Quinta Essência por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.

Saiba mais em: Quinta Essência


Boas leituras*

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Sinopse:
Dez dias antes do casamento, Poppy perde o anel de noivado. Desesperada, Poppy começa a telefonar a toda a gente para pedir ajuda e alguém lhe arranca o telemóvel da mão! Também o roubaram! Como irão agora avisá-la se encontrarem o anel? E, imediatamente, Poppy vê um telemóvel num caixote do lixo, um telemóvel abandonado de que ela precisa urgentemente. Poppy dá o seu novo número a todos os amigos e também atende as chamadas recebidas e lê as mensagens endereçadas à anterior proprietária, a secretária (que acaba de se demitir) de Sam Roxton, um empresário importante. Enquanto continua à procura do anel, Poppy mantem-se em contacto com Sam Roxton, o novo proprietário do telefone. Sam vai deixá-la ficar com o aparelho, desde que ela lhe reencaminhe todas as mensagens que receber, mas às vezes Poppy responde por Sam em assuntos profissionais e também pessoais. Não se contém. Sam também começa a opinar sobre a vida de Poppy, o seu casamento, sobre os sogros e até sobre o noivo, que talvez, não seja tão maravilhoso como ela pensava.

Tendo em conta o facto de já ter visto um filme baseado num livro de Sophie Kinsella, é certo que já estava preparada para os ingredientes do divertido enredo desta autora mas, confesso-vos, ler Tenho o Teu Número foi exponencialmente melhor e superou todas as minhas expectativas.

Existirá algo mais complicado que o amor? Certamente que sim, mas esta não deixa de ser uma das questões mais pertinentes exploradas em romances, independentemente do seu género. Complexo, quer seja eterno ou fugaz, em algum momento este sentimento toca-nos a todos e vira o nosso mundo ao contrário. Há casos em que ficamos doentes e noutros faz-nos cometer as loucuras mais insanas, é uma guerra interior em que vale tudo e que pode fazer tudo mudar em nosso redor – que o diga a protagonista desta história, uma vitamina para animar o dia de qualquer leitor.

Uma festa que acaba em tragédia, um casamento tremido a aproximar-se e a incerteza de um “felizes para sempre” são os ingredientes secretos desta comédia romântica contemporânea que, num ou outro momento, será um espelho para quem lê. Por outro lado, ser-se salvo por um telemóvel apanhado no lixo, cantar, de forma deturpada, o tema Single Ladies no átrio de um hotel de luxo repleto chineses e o misterioso, desesperante, desaparecimento de um anel valiosíssimo de família são, certamente, acontecimentos que só poderiam fazer parte da vida da ficcional Poppy que, em poucas horas, vê ruir o seu universo encantado rumo a um futuro próximo onde reinam as dores de cabeça e perguntas existenciais, intercaladas com momentos loucos que oscilam entre o divertimento puro e o fim do mundo.
Sim, Poppy tem o número de Sam e dará um pedaço de si para o manter por perto, mesmo que desde então tudo possa acontecer.

Uma protagonista excelente só poderia ser acompanhada de personagens secundárias de luxo e, para mim, ninguém é mais atractivo que Sam Roxtonque homem! Lindo e poderoso, seguro de si e extremamente duro, ele é o aposto de Poppy e, claro, de forma deliciosa e previsível eles só poderiam terminar, repetitivamente, a chocar e a serem atraídos um para o outro – muito bom.
Por incrível que pareça Magnus, o noivo, também é o contrário de Poppy – ela tem jeito para escolher homens – e é igualmente interessante, só que infelizmente de uma forma que não combina, de uma forma estranha que acaba por apagar um pouco da vida do grande tornado que a personagem principal caracteriza.

Homens à parte, ainda que existam mais e relativamente atractivos à sua maneira, como o pai de Magnus ou alguns colegas de Sam, quem tenho mesmo que destacar são as mulheres da vida de Poppy. E que mulheres, terríveis umas com as outras! Da invejosa à entusiasta, passando pela irritante organizadora do seu casamento, a namorada possessiva e a petulante mãe do noivo, só mesmo alguém com a ginástica mental de Poppy para sobreviver aos dias hilariantes descritos nestas páginas.

Quanto a pormenores do enredo, este vai crescendo e adensando-se com os desenvolvimentos que ocorrem em catadupa – ainda estou pasmada com tudo o que acontece por causa de um anel. Gostei muito das reviravoltas, fui inclusivamente surpreendida mais que uma vez, e mais para o final fiquei estupefacta com tudo o que aconteceu em tão pouco tempo e de forma tão natural. Embora não exista nada de mágico, exceptuando a forma como a autora trata os afectos, creio que este livro é singular por nos levar a pensar na nossa vida e nas pessoas, aqui ampliadas para o que de melhor e pior têm para oferecer.

Últimas notas para o segredo em torno do anel e, posteriormente, para o drama na empresa de Sam, dois pontos positivos, assim como para a abordagem à intimidade deste homem através de um amigo de infância. Quanto a Poppy, teve momentos em que me apeteceu sacudi-la mas, de um modo geral, adoptava por um abraço reconfortante e partilha de baldes de gelado – tu és grande miúda!


Em suma, uma história que me entreteve completamente e que literalmente devorei – 400 páginas num dia e souberam a pouco. 
Sou suspeita, gosto destes livros, livros que fazem uma caricatura do quotidiano, recordam valores e me divertem, livros fáceis e leves e, nem por isso, menos especiais para dar cor às nossas vidas.

Quanto à escrita de Sophie Kinsella, a autora aposta em diálogos comuns e descrições breves, reproduzindo os nossos melhores e mais escondidos pensamentos, exteriorizando aquilo que poucos ousam expor por palavras.
Ao longo da obra, o leitor encontra também mensagens de texto e de correio electrónico, o que impulsiona o virar de páginas, em contraste com personalidades cuidadas e primor para falar de sentimentos. Muitas vezes é dito muito em poucas palavras e outras tantas, no entanto, a narração é lenta e desorientada, como a própria personagem principal, para chegarmos a conclusões mais profundas.

Pessoalmente, adorei o espírito de Poppy, a sua maneira desvariada de ver o mundo e encontrei-me na sua vulnerabilidade, que faz parte e é tão credível. É uma autora que, sem dúvida alguma, desejo voltar a ler.

Esta é mais uma magnífica obra publicada pela Quinta Essência, que se enquadra na perfeição no seu catálogo e que fará as delicias de adeptas de romances descontraídos e repletos de humor. Aconselho vivamente.


Título: Tenho o Teu Número
Autora: Sophie Kinsella
Género: Comédia; Romance



segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Uma paixão escaldante que não pode ser domada…

Título: O Êxtase
Autor: Nicole Jordan
N.º Páginas: 384
PVP: 16.60 €
ISBN: 9789897261008
Disponível para compra – AQUI
Disponível em eBook – AQUI


Sinopse:
Depois de ver a mãe consumir-se e perder tudo por um amor não correspondido, Raven jura a si mesma que só casará para recuperar a posição social da família. O único capricho que se permite é sonhar com um amante, um pirata que só existe nos seus sonhos e que a preenche de amor e paixão. Porém, quando rebenta um escândalo em torno da sua pessoa, é obrigada a aceitar a proposta de casamento do dono diabolicamente sensual do mais famoso clube de jogo de Londres. Apesar de se sentir irresistivelmente atraída pelo seu enigmático salvador, Raven lutará para resistir ao novo marido, um homem cujas carícias prometem um êxtase para além das suas fantasias mais loucas. Para salvar a reputação de uma jovem inocente a quem o irmão estava prestes a arruinar a vida, Kell Lasseter sacrifica a sua liberdade para casar com a deslumbrante debutante. Desprezado pelo seu sangue irlandês e passado obscuro, Kell não pode negar que aquela encantadora mulher temperamental não se parece nada com as outras jovens da sociedade... nem sufocar o seu ardente desejo por ela. Dividido entre a lealdade para com o irmão e os crescentes e novos sentimentos pela sua esposa rebelde, Kell tentará libertar o coração relutante de Raven antes de poder conhecer o êxtase do verdadeiro amor.

Leia um excertoAQUI

«Uma história de amor cheia de grande paixão e intensidade emocional que vai mantê-la acordada a noite toda.» - 4½ estrelas, Romantic Times

«FANTÁSTICO. Este livro é tão escaldante que as páginas irão queimar-lhe os dedos.» - Rendezvous

«O melhor é vermos Kell e Raven superarem os seus passados e os seus medos para poderem construir juntos um futuro.» - Publishers Weekly

«Um mimo pecaminosamente sedutor para as leitoras que gostam dos seus livros históricos escaldantes e apaixonados.» - Booklist

Da mesma autora, no blogue:
A Paixão (Opinião)
O Desejo (Opinião) 

Sobre a autora:
Nicole Jordan é a aclamada autora de inúmeros romances históricos, com mais de cinco milhões de livros impressos. Mudou-se recentemente, com o seu herói da vida real, para as Montanhas Rochosas do Utah, onde está a trabalhar no próximo livro. Nicole foi finalista dos Rita Awards (da Romance Writers of America) e venceu o Dorothy Parker Award of Excellence para melhor romance histórico.
Para mais informações, visite: http://nicolejordanauthor.com/

Saiba mais em: Quinta Essência



O Barco Encantado é um romance tão intemporal quanto o mar à volta do qual se desenrola e que tem Luanne Rice no seu melhor, capturando com o seu talento invulgar a família em toda a sua complexidade.

Título: O Barco Encantado
Autor: Luanne Rice
N.º Páginas: 292
PVP: 15.50 €
ISBN: 9789897260919
Disponível para compra – AQUI
Disponível em eBook – AQUI

Sinopse:
Luanne Rice apresenta-nos o retrato caloroso, embora pungente, de três irmãs que vivem separadas e que regressam uma última vez a Martha’s Vineyard para se despedirem da casa de família.
Recordações da avó, da mãe e do pai irlandês, que partiu de barco no ano em que Dar, a mais velha, fazia doze anos, vieram ao de cima e expuseram as ténues brechas no mito da família — especialmente quando cartas antigas, agora descobertas, revelam uma verdade que as faz percorrer a terra natal dos seus antepassados.
Transpostas para um lugar desconhecido, cada irmã encara a vida, os sentimentos e os laços com a casa de família sob uma nova perspetiva. Mas como abrirem mão de um local que contém o amor complexo da sua imperfeita família?
O romance encerra uma temporada em Martha’s Vineyard, uma missão à Irlanda, um elenco memorável de amigos, incluindo um místico extravagante, a paixão pelo surf e três irmãs muito diferentes com uma vida repleta de beleza, sofrimento e um amor profundo em que nunca tiveram a certeza de poder confiar.

Três irmãs vão tentar resolver o mistério do desaparecimento do pai e tentar reconciliar-se com o seu passado.

Leia um excertoAQUI

«Luanne Rice tem um talento especial para navegar entre as emoções que permeiam os laços familiares, desde o amor e o respeito à raiva… Uma bela mistura de amor e comicidade, com uma pitada de magia.» - The Denver Post

«Luanne Rice possui uma visão encorajadora e necessária acerca da vida, em que as famílias se mantêm incólumes, na alegria e na tristeza.» - DANI SHAPIRO

«Entusiasmante, emotivo, formidável.» - The New York Times Book Review

Dois dos vários títulos da autora publicados em Portugal
Milagre em Nova Iorque (Opinião)
Segredos de Paris (Opinião)

Sobre a autora:
Luanne Rice é autora de mais de duas dezenas de livros, marcando regularmente presença na lista dos mais vendidos do New York Times, Washington Post e USA Today. A sua escrita, descrita pelo New York Times Book Review como uma «rara combinação de realismo e romance», tem fascinado milhões de leitores em todo o mundo. A autora está publicada em 25 países, com mais de 25 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
Rice desde cedo revelou talento para a escrita, tendo publicado o primeiro poema aos 11 anos e a primeira história aos 15. Depois de uma passagem pela Universidade do Connecticut, teve vários trabalhos até se dedicar em exclusivo à escrita. 
Luanne Rice vive entre Nova Iorque e Old Lyme, no Connecticut, na casa onde costumava passar os Verões quando era criança. www.luannerice.com

Saiba mais em: Quinta Essência




Terminou um passatempo tão especial quanto romântico aqui no blogue, que contou com o sempre maravilhoso apoio da editora Planeta Manuscrito.


Para sorteio encontrava-se um pack com os livros Uma Paixão Escandalosa de Emma Wildes e Uma Duquesa em Fuga de Jennifer Haymore.
Duas histórias repletas de sensualidade, que farão os seus leitores suspirarem.

Gostaria, como é habitual, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve.


Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:

119* - Maria (…) Ferreira, Maia

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de uma excelente leitura.
E o meu muito obrigado à Planeta Manuscrito por me oferecer a possibilidade de realizar este passatempo.

Saiba mais em: Planeta Manuscrito


Boas leituras*

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Sinopse:
Após quatro penosas temporadas, a cativante Vivian Lacrosse pensava que estava finalmente noiva – até que o prometido foge com outra. Mas, no último momento, o escândalo é dissipado pela improvável proposta de Lucien Caverleigh, o bem-parecido irmão mais velho do ex-noivo. Ninguém fica mais surpreendido do que ela com o inverosímil casamento, mas a proposta parece genuína… e Lucien Caverleigh é o solteiro mais cobiçado de Inglaterra.
Tudo parece estar bem até ao dia do casamento, quando um cruel acto de vingança leva Lucien para longe do altar e de solo britânico. Abalada com o que aparenta ser uma traição imperdoável, Vivian jura não voltar a confiar num homem… Mas quando Lucien regressa, pretende reivindicar Vivian mais uma vez. E está disposto a fazer qualquer coisa para lhe conquistar o coração – mesmo que tenha de o roubar.

Sinto que já utilizei todas as palavras adequadas para vos falar desta autora, uma das minhas eleitas, um clássico das minhas estantes.
A doçura de descobrir os contornos de um romance, as dificuldades provenientes de uma sociedade demasiado rígida, elitista, e os dilemas, nunca simples, que entrelaçam o que é certo e errado com esperado face ao imprevisível são, uma vez mais, trunfos na narrativa de Emma Wildes que, em Uma Paixão Escandalosa, voltam a proporcionar momentos deliciosos para quem gosta de histórias de época envolvidas em sensualidade.

Não bastasse a sua excentricidade e os gostos incomuns, inaceitáveis perante o ton, a beleza fora de moda de Vivian Lacrosse e a sua inteligência indesejável levaram a que, ao fim de quatro temporadas, lhe restasse apenas aceitar a proposta de casamento arranjado com o seu melhor amigo, Charles, o filho mais novo do duque de Sanford. No entanto, quando este se apaixona loucamente pela filha do vigário, Louisa, e a própria Vivian o encoraja a seguir o seu caminho, já conformada com a posição de futura senhora solteira, o destino surpreende-a de forma impensável e um pedido de casamento de Lucien Caverleigh, o cavalheiro mais cobiçado da nata, é primeiro de muitos acontecimentos que dará que falar.

Como já vem sendo habitual nesta autora, este é mais um livro rico pelas suas personagens principais mas igualmente por vários intervenientes secundários, alguns deles já conhecidos de um leitor habitual de Emma Wildes – uma vez que este e o terceiro título da trilogia Ladies in Waiting.
No que respeita a protagonistas, e consequentemente aos casais Vivian e Lucien e Charles e Louisa, não me consigo decidir de qual gostei mais pois são muito diferentes entre si, afinal de contas um par casa-se por amor e outro compromete-se por obrigação. Mas a ter de escolher, acho que gostei de Vivian e Lucien pelas suas características individuais e de Charles e Louisa enquanto casal, muito doce, muito apaixonado e em sintonia perfeita em relação aos seus sentimentos, eles têm de abdicar de muito para estarem juntos o que na teoria é lindo mas na prática requer muita coragem e acima de tudo muito amor.
Quanto a Vivian em particular, é agradável ver o seu despertar para a luxuria e a forma como posteriormente se entrega sem renunciar a si própria, já Lucien, por sua vez, é todo ele cavalheirismos e honras, uma mascará que esconde um homem terno e que mais tarde, sob pressão, acaba por se revelar um verdadeiro príncipe que se encaixa na perfeição com a sua futura esposa.
Em suma, em relação a casais e personagens principais, acho que a autora aposta fortemente no lado romântico nesta trilogia, acabando este último livro por se revelar a prova disso mesmo – vai derreter as leitoras mais sensíveis que facilmente idealizarão corações e querubins.

No que respeita a personagens secundárias, e de forma muito breve, creio que devo citar o aparecimento de Lily e Damien, que intervêm de formas variadas e, inclusive, resolvem uma questão pendente da história anterior onde foram protagonistas e, igualmente, o duque de Sanford pela temática que traz para o enredo enriquecendo-o. E, uma nota especial, para a grande figura que é a duquesa viúva de Eddington, por proporcionar humor e uma presença de respeito superior a todas as outras ao longo da trilogia.

Em relação a problemáticas não há nada de excepcional e, ainda assim, há na simplicidade do texto desta autora um retrato muito credível de época, o que me apraz veemente. O facto de termos um casamento entre uma camponesa e o filho de um duque, com tudo o que isso acarreta, é uma abordagem a ter em atenção e o mesmo se passa em relação à elite londrina, preconceituosa e mesquinha, exposta na perfeição pela mãe de Vivian que não se interessa minimamente pela felicidade da filha.
Uma ligeira abordagem a possíveis questões pendentes após as Guerras Napoleónicas e a frieza da nata social, perante a fatalidade, para manter a imagem, são também singularidades que vão pontuando o enredo que é, na sua maioria, dedicado à paixão e a momentos de forte sensualidade que ruborizarão rostos femininos, independentemente do tempo em que se encontrem.

Em suma, uma leitura maravilhosa que me preencheu as medidas como um escape perfeito, tendo-me envolvido totalmente nas relações descritas e fazendo-me viajar no tempo, mergulhada em complexidades afectivas, emoções ardentes e mistérios suficientes para dar que falar durante uma temporada completa.

A escrita de Emma Wildes é, como sempre, leve e simples mas cuidada, visando o entretenimento e com a capacidade de prender a atenção do leitor. As suas descrições são primorosas no que respeita às personagens mas, da mesma forma, o ambiente é dado a ver na perfeição, algo que complementa com pormenores sobre os pontos-chave da sua história e que acaba por conquistar o interesse de quem lê.

Pessoalmente, estou ansiosa por voltar a ler esta autora que nunca me desilude. Devo ainda informar que embora este terceiro livro possa ser lido separadamente dos seus antecedentes, folheá-lo com conhecimento prévio é um prazer ainda maior, pelo que recomendo às fãs do género que não percam a oportunidade de conhecer as palavras da escritora.

Esta é, sem dúvidas para mim, uma grande aposta Planeta Manuscrito que proporciona bons momentos de prazer e que irá de encontro a todos aqueles que pretendam descontrair entre as páginas de um romance.

Trilogia Ladies in Waiting
Sussurros Ousados, livro 1 (opinião)
Traída pelo Destino, livro 2 (opinião)


Da mesma autora, no blogue:
Um Homem Imoral (Opinião)
Um Erro Inconfessável (Opinião)
Pecados Escondidos (Opinião)



Título: Uma Paixão Escandalosa
Autora: Emma Wildes
Género: Romance de Época; Sensual



A consagrada escritora do policial escandinavo regressa com o quarto livro da excelente série protagonizado pela advogada Rebecka Mortisson, sendo considerado pela crítica internacional como o melhor de sempre, escrito por Åsa Larsson.

Título: Quando a Tua Ira Passar
Autor: Ǻsa Larsson
N.º Páginas: 312
PVP: 18.85 €
ISBN: 978-989-657-478-9

Sinopse:
Wilma e Simon são dois jovens apaixonados que decidiram mergulhar no lago gelado de Vittangijärvi, no norte da Suécia, em busca dos destroços de um avião alemão desaparecido em 1943. Enquanto mergulham, alguém corta a corda de segurança de Wilma e tapa o orifício de saída no gelo. Não têm como escapar.
Quando a Primavera se aproxima do norte da Suécia, o corpo de Wilma emerge das águas do rio Torneälven. Ao mesmo tempo, uma figura fantasmagórica aparece nos sonhos de Rebecka Martinsson, a reputada advogada de Kiruna. Será o fantasma do corpo que apareceu no rio?
Com a inspectora da polícia Anna-Maria Mella, Rebecka envolve-se num enigma que desperta antigos rumores de colaboradores nazis em Kiruna, um lugar onde a vergonha e o segredo controlam as recordações da guerra. Além disso, um assassino está disposto a continuar a matar de modo a manter o passado enterrado para sempre debaixo do gelo e da neve.

Este novo livro é baseado em factos reais de colaboradores nazis em Kiruna e num segredo que hoje em dia as autoridades não querem que venha a público. Um tema muito oportuno, sobretudo numa altura em que a extrema-direita está a ganhar influência na Europa e é uma ameaça nos países nórdicos.

Leia um excertoAQUI

A série de Rebecka Martinsson foi incluída na lista das Top Mysteries Every Woman Should Read da famosa apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, que se referiu à protagonista da série como uma «brilhante e credível detective feminina».

Série Rebecka Martinsson
«Magnífico… este inteligente romance de suspense possui uma carga emocional enorme.» - Publishers Weekly

«Åsa Larsson possui uma assombrosa e fantástica capacidade para criar cenas capazes de deixar o leitor sem fôlego.» - Washington Post

Sobre a autora:
Nasceu em Kiruna em 1966; actualmente vive em Mariefred. Estudou Direito em Uppsala e, tal como a sua personagem Rebecka Martinsson, exerceu durante uns tempos como advogada de direito fiscal.
Em 2003 publicou o romance Aurora Boreal, e foi-lhe atribuído o Prémio da Associação de Escritores Suecos de Romance Policial para o Melhor Primeiro Romance, sendo adaptado ao cinema.
Sangue Derramado foi galardoado com o Prémio para o Melhor Romance Policial Sueco, assim como A Senda Obscura (2006), também publicados pela Planeta.
Os seus livros têm sido um êxito imediato, obtendo o elogio da crítica e dos leitores nos vários países onde são publicados.
Asa Larsson é uma das melhores escritoras do romance policial sueco actual.

Saiba mais em: Planeta Manuscrito




A editorial Planeta Manuscrito convida, no próximo dia 27 de Fevereiro, quinta-feira, às 19h, no Teatro da Politécnica, para assistir à apresentação do livro de Eduardo Pitta, Cidade Proibida.


O livro será o mote para uma conversa com o autor, com o prefaciador, Fernando Pinto do Amaral, e com Jorge Silva Melo, dos Artistas Unidos.


Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 7 de Maio!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide