Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 22 de julho de 2014

Sinopse:
Alex, uma nova-iorquina, vive uma vida perfeita: acabou o curso e tem um emprego garantido. Está prestes a cumprir os sonhos que desenharam para ela. Mas um desgosto de amor leva-a a viajar pelo mundo. Precisa de se conhecer melhor e ultrapassar os seus medos. Da Tailândia ao Brasil, da Austrália a Marrocos, faz Couchsurfing dormindo em colchões, beliches, camas limpas, camas sujas, parques públicos – até em minha casa, em Lisboa. Nudismo, algum sexo, ilhas paradisíacas, jantares românticos, protestos de rua, festivais no deserto, um encontro com Nelson Mandela, mulheres que disparam bolas de ping pong das suas zonas íntimas – tudo isto faz parte desta história real passada nos sete continentes, ao longo de um ano, que representa tudo aquilo que gostaríamos de fazer.
Há pessoas que cometem erros por se acomodarem e outras que cometem erros por tentarem. A Alex preferiu errar tentando. E vocês?

Após ter terminado a minha terceira leitura pelas palavras de Francisco Salgueiro estou convencida, este autor não me desilude. Cada novo título tem-se revelado uma surpresa positiva através de histórias refrescantes e credíveis que, de tão singulares, me fazem questionar até que ponto a realidade não se cruza com a ficção.

Como elucida a sinopse, Estou Nua, E Agora? conta-nos uma aventura que atravessa continentes expondo, com um discurso repleto de vida, culturas, experiências e indivíduos desiguais que espelham na perfeição a multiplicidade que enriquece o nosso mundo e que nós, reclusos de rotinas, muitas vezes nos esquecemos de aproveitar.
Todo o texto é narrado por Alex, uma recém-licenciada americana que se vê inesperadamente no evento anual Burning Man (aqui), no deserto de Nevada, experiência essa que altera os seus horizontes pelo ambiente e situações surreais em que se vê envolvida. Com vontade de conhecer e experienciar mais, Tailândia é o destino que se segue e da desventura nascem infinitas possibilidades que fascinaram Alex e que certamente conquistarão o leitor.

Relativamente a personagens, é maravilhoso assistir à evolução natural da protagonista perante a diferença e a adversidade, ver como o seu caminho, jornada, a aproxima e afasta dos vários intervenientes e da vida que sempre conheceu. Entre todos os que conhece, destacam-se Jen e Bobby, em particular o segundo que foi o rastilho para que muitas das descobertas de Alex de realizassem.

Numa primeira análise, este livro é particularmente interessante pela abordagem inicial que proporciona ao Couchsurfing (aqui) e, apesar de deixar claros alguns dos alertas necessários para este modo de viajar, afirma as muitas vantagens associadas a este método que, para lá de económico, privilegia o contacto e interacção entre praticantes, oferecendo um olhar genuíno sobre os locais visitados – confesso que fiquei com vontade de experimentar.

Um ano em viagem, a descoberta de sete continentes, oferece sem dúvida muito que abraçar e assimilar e, como tal, o leitor encontrará um folhear rico em sensações e emoções pelos que tocaram Alex de alguma forma. Igualmente, é possível ver no destino de Alex o sonho de muitos de nós que, devido à inércia e passividade, acabamos por envelhecer sem verdadeiras aprendizagens singulares, sem a busca de um propósito e, especialmente, sem a coragem de partir à aventura do novo e do desigual que aguarda por cada um de nós – como é o meu caso!


Gostei muito da simplicidade da escrita deste livro que, com naturalidade, expõe medos e preconceitos comuns da mesma forma que nos cativa com loucuras hilariantes e rompe tabus. Dito isto, esta narrativa é uma verdadeira montanha russa em que tudo pode acontecer, desde que exista predisposição para tal, onde todo o tipo de índoles estão presentes e onde a novidade se apresenta constante capítulo após capítulo.

Pessoalmente gostei especialmente do humor de Alex, da sua abertura, e revi-me em muitas das suas atitudes e afectos para com o que foi vivendo. Adorei as fotos, os relatos e a sua partilha com o autor, permitindo que esta chegue a um número ilimitado de leitores que, possivelmente, se sentiram tão tentados, como eu, a ver o mundo com um novo olhar.

Esta é uma aposta da Oficina do Livro que eu recomendo, especialmente, a todos os que ainda não definiram as suas férias e, também, a todos os que gostam de romances e aventuras. 

O Anjo Que Queria Pecar (Opinião)
O Fim da Inocência II (Opinião)

Título: Estou Nua, E Agora?
Autor: Francisco Salgueiro
Género: Romance; Road Trip
Editora: Oficina do Livro


0 comentários :

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 26 de Março!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Até dia 2 de Abril!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide