Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Sinopse:
Sunny Alvarez está farta de amar um homem que não se quer comprometer e o desejo de se afastar de tudo é mais forte do que nunca. Em Monte Carlo, espera encontrar descanso e tranquilidade; mas é apanhada numa teia de intrigas que envolvem uma série de roubos de joalharias elegantes. Será que Sunny pode confiar nos novos amigos que conhece naquele hotel glamoroso do Sul de França?
A velha amiga de Sunny, a estrela de cinema Allie Ray, que possui uma vinha em França, vem em seu auxílio e tenta, ao mesmo tempo, transformar a vida e a aparência da sua velha amiga, Pru Hilson, com uma mudança de visual que altera não só o seu aspeto desleixado e com excesso de peso, mas converte também Pru numa detetive amadora. Se Sunny não deslindar esta embrulhada, poderá acabar como cúmplice involuntária de roubo, chantagem e até homicídio. Quando o seu namorado, Mac Reilly aparece, vem preparado para fazer tudo para recuperar Sunny, não sendo de somenos ter de resolver os crimes e salvar-lhe a vida.

Elizabeth Adler foi das primeiras autoras que tive o imenso gosto de conhecer pela Quinta Essência e, seis histórias depois, garanto-vos que é um prazer que se mantém e de que não abdico.
Mesclando romance contemporâneo, policial e cenários exuberantes que farão qualquer um suspirar, estes livros prendem o leitor aos seus mistérios até ao virar da última página, enquanto este assiste à construção de sentimentos e a exposição de problemáticas interessantes misturadas com o que de melhor e, por vezes, mais simples a vida tem para oferecer.

Intriga em Monte Carlo é o terceiro livro da série Mac Reilly e traz de volta um inesquecível par de detectives que, enquanto casal, se aproxima da perfeição.
Os primeiros capítulos desta narrativa apresentam, no entanto, um par não tão perfeito, com a já conhecida e adorada Sunny bastante infeliz e em fuga para um paraíso francês, em fuga para aquele que é, uma vez mais, um ambiente excepcional para dar vida a um crime de luxo e o despertar de muitas e novas emoções.

Sem Mac, Sunny está fragilizada e uma viagem em primeira classe com futuro incerto leva-a a conhecer e a aceitar a sugestão de um jovem belo e simpático, Eddie. Chegada ao destino sugerido, Monte Carlo, a protagonista conhece as dissonantes Kitty e Maha e, apesar das novas amizades e um desafio tentador, a solidão de um coração destroçado fala mais alto e Sunny chama para junto de si a sua velha amiga, Allie Ray – que traz arrastada consigo uma Pru destroçada pelo divórcio. Entretanto, finalmente Mac descobre a sua amada e, entre pontas soltas e pormenores suspeitos, este salvador vem focado exclusivamente em recuperar o coração da sua amada, pelo menos até ser solicitada a sua ajuda em mais uma investigação criminal.

Um dos grandes trunfos desta estimada autora é a sua veia para criar um bom enredo policial, desenvolvido através de capítulos curtos que estimulam a leitura, envolvendo o leitor em pistas falsas e vários suspeitos, que prendem quem lê ao desejo de descobrir os improváveis culpados.
Neste livro em particular, temos como principal foco da nossa atenção um conjunto de violentos assaltos a uma cadeia de joelharias de diamantes de renome que, para lá do estranho método utilizado no crime, deixam um rasto de sangue dispensável. A esta grande investigação que acaba por, obviamente, contar com a ajuda de Mac, a história conta ainda com vilões paralelos e outros delitos que permitem a abordagem de questões pertinentes, que enriquecem o texto e evidenciam um lado menos positivo da elite, adicionando assim mais-valias à leitura.

A faceta mais tensa da narrativa, comentada anteriormente, é equilibrada por Adler com o seu lado mais romântico e igualmente com qualidade, comprovável com os fantásticos Mac e Sunny. A esta dupla de sucesso, juntam-se ainda outros pares, mais ou menos improváveis, e que permitem observar laços afectivos diversificados.
Em relação ao par principal, enfim, eles estão em perfeita sintonia com o seu instinto apurado apesar das suas personalidades opostas, o que proporciona diálogos bastante divertidos. Eu pessoalmente, gosto muito da feminilidade de Sunny e do charme de Mac, é muito fácil concebê-los no meu imaginário.

No que respeita a personagens, em geral, elas são como sempre em número alargado e mais do que citar os nomes ou qualidades, que certamente cada leitor gostará de descobrir por si mesmo, creio que é importante destacar as singularidades que oferecem ao texto. Dito isto, o divórcio está presente em várias acepções, assim como a prostituição, drogas e o tráfico. Em contradição, a amizade também tem um lugar especial na trama, o espírito de aventura e o valor daquilo que realmente importa rumo à felicidade.


Em suma, esta história é entretenimento puro e de qualidade, perfeito para descontrair e com um gostinho muito peculiar a férias de verão, que não só intrigará e viciará o seu leitor na narrativa como, após terminada, o deixará com imensa vontade de visitar os lugares descritos.

Falar em Elizabeth Adler e na sua escrita é falar obrigatoriamente nas suas descrições.
A forma como a autora descreve paisagens de sonho permitindo uma vivência sensorial e cultural de pequenos paraísos é algo que a distingue e pelo qual merece ser lida. A esta qualidade, existe ainda uma estrutura de texto extremamente apelativa, complementada com interlocuções irresistíveis e os mistérios que têm sempre contornos surpreendentes.
Eu adoro-a, confesso.

Pessoalmente, estou desejosa de saber o final de Sunny e Mac, mas se este demorar a chegar não fico nada chateada, as suas aventuras um verdadeiro deleite. Felizmente, ainda tenho imensos livros da autora para ler, alguns mais antigos já traduzidos e publicados pela Quinta Essência, e muitos que ainda estão para vir. Histórias que li aos 20 e que, se puder, irei ler com o mesmo prazer aos 60 e que dificilmente me vão desiludir. Por ora, estou ansiosa para ler Reencontro em Barcelona, algo que espero conseguir ainda este mês.

Esta é uma maravilhosa aposta da Quinta Essência, editora mestra no romance que, neste caso em particular, agradará também aos leitores de policiais. Um livro que recomendo, obviamente, sem qualquer tipo de restrições – o leitor vai adorar esta viagem!


Viagem a Capri (Opinião)
Encontro na Provença (Opinião)
Regresso a Itália (Opinião)
De Malibu, Com Amor (Opinião)
Férias em Saint-Tropez (Opinião)

Título: Intriga em Monte Carlo
Autora: Elizabeth Adler
Género: Romance Contemporâneo; Policial


2 comentários :

Maria Maia disse...

Maria: Boa Tarde,
Acabei de conhecer o seu blog, desde já, lhe dou os meus parabéns!
Como consegue ler tantos livros? Estive a ver a lista das leituras dos últimos anos, lê praticamente 2 livros por semana, como é possível?:-)




Elphaba J. disse...

Olá Maria *.*
Bem, eu leio mais - para a faculdade e afins, só tenho pena de não ter tempo para fazer opinião de tudo o que leio. Como? Enfim, ler é o meu passatempo favorito e sempre que tenho um momento de lazer troco as páginas pela TV e nunca, nunca estou sozinha :)

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 26 de Março!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Até dia 2 de Abril!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide