Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sexta-feira, 14 de março de 2014

Sinopse:
Depois de três temporadas em Londres em busca de pretendente, o pai de Daisy Bowman informa-a de que deverá arranjar marido. E depressa.
E se Daisy não conseguir desencantar um candidato adequado, terá de se casar com um homem da escolha do pai: o cruel e emproado Matthew Swift.
Daisy está aterrorizada, mas uma Bowman jamais admite a derrota. E, por isso, a jovem decide fazer os possíveis para arranjar outro pretendente que não Matthew.
Mas Daisy não contava com o charme inesperado de Swift… nem com a sensualidade escaldante que depressa brota entre ambos, acabando por descobrir que, apesar de segredos e intrigas que o destino teima em impor, o homem que sempre odiou poderá ser aquele com que sempre sonhou.

É definitivo, Lisa Kleypas derreteu e adoçou o meu coração com um merecido e quase perfeito final para a última das encalhadas.
Descrevendo com esmero e beleza a época vitoriana, Prazer Ardente é como uma cereja no topo do bolo tentador, sensual e romântico que caracteriza a série À flor da pele, editada da chancela 5 Sentidos da Porto Editora, que, mais uma vez, entre escândalos, mistérios e paixões eternas conquistará as leitoras deste género literário.

Embora deseje eventualmente casar e constituir família como as suas melhores amigas, Daisy é diferente, é uma sonhadora nata que, pudendo estar entre páginas e perto da sua irmã, vive bem com o estatuto de solteirona enquanto espera pelo seu príncipe encantado. Todavia, quando o seu pai lhe faz um ultimato de que ou arranja um noivo no prazo de dois meses ou então, ele mesmo, a casará com o seu ambicioso e horrível pupilo, Mr. Swift, o seu à vontade com a condição de donzela altera-se radicalmente e, pela primeira vez, sabe que terá de ser esforçar para encontrar um pretendente.
Enfim, a majestosa propriedade de Story Cross Park, em Hampshire, acaba ser o cenário perfeito para que as quatro amigas se juntem, uma vez mais, visando casar a última das encalhadas, no entanto, convenhamos, que a flor que protagoniza esta história não é fácil de agradar mas, felizmente, parece que Matthew está longe de ser o monstro assustador que prometia, vindo de um passado há muito deixado na América.

Há quem não goste de séries mas não é o meu caso. Uma das vantagens que eu encontro neste tipo de narrativas é a oportunidade de reencontrar destinos que anteriormente me satisfizeram, oferecendo-me a possibilidade de me deparar com familiaridade e empatia logo nos primeiros capítulos, através de intervenientes sobre os quais anseio saber o que lhes ficou reservado após um anterior final feliz. Dito isto, foi maravilhoso assistir à presença e intervenção constantes das anteriores protagonista de à flor da pele, personalidades alegres e intensas que tornam este texto particularmente dedicado à amizade – Annabelle, Lillian e Evie, que juntam-se a Daisy na propriedade do conde Westcliff. Individualmente elas são fantásticas, mas como grupo, confesso, elas são melhores ainda, são sensacionais. Um conjunto de amigas verdadeiramente unido que se defende, conspira e encobre pelo desejo de ver a próxima feliz e, mais importante, elas proporcionam momentos inesquecíveis.

Em relação ao casal principal, Daisy e Matthew, as coisas não se iniciam da melhor forma pois a imagem que ela tem deste cavalheiro não é a mais positiva mas, felizmente, também não é a mais correcta. De qualquer forma, interessa saber que Daisy é como uma pequena fada, distante dos padrões do ton, e a sua personalidade está longe de ser apetecível. Já com Matthew passa-se o oposto pois, embora não tenha um título, é belo e rico, ambicioso na medida certa e sabe lidar com o próximo, atributos a que muitas damas não ficam indiferentes.
Gostei, sinceramente, da forma como a relação entre este par evoluiu, da forma como estes opostos se atraíram e encaixaram e de como a autora nos proporcionou a incondicionalidade deste amor – é muito bonito.

Quanto aos restantes pormenores, quase todos eles estão relacionados com o término da história, afinal de contas, independentemente de existir mais um livro com estas personagens, Prazer Ardente fecha o ciclo das encalhadas, com todas elas casadas com a sua cara-metade e fortalecendo os laços que as unem, sendo assim atingido o objectivo a que se propuseram no primeiro livro.
Enfim, posso dizer-vos que gostei mundo do mistério de Mr. Swift, da verdade que espelha e da forma como foi revelado – fui surpreendida. E gostei, igualmente, do cenário idílico e de todas as questões associadas à expansão industrial da época, ou seja, do ambiente histórico cuidado.


Em suma, este livro é particularmente dedicado ás relações afectivas, da amizade à família, passando pelo amor, com as emoções sucederem-se em catadupa entre desejos segredados, medos e grandes revelações, com a certeza de que no final tudo terminará como deverá ser – estes são livros felizes.

Não me vou alargar sobre Lisa Kleypas, acho que ela é mestra nos romances sensuais de época, equilibrando na perfeição cenas de paixão e intriga, com um humor irresistível e com todas as singularidades que implicam falar de um tempo que findou.
As suas descrições estão expostas de forma requintada, com uma prosa bonita e que proporciona afeição ao momento, algo que mescla com diálogos pertinentes e audazes em anos tão elegantes quando rigorosos. Sou sua fã

Pessoalmente adorei. Acredito que no que diz respeito ao romance e ao casal principal este não é o seu melhor trabalho, mas é algo bem compensado com tudo o resto que gira torno do enredo amoroso e, por esse motivo, é uma história igualmente grandiosa. Agora, sinceramente, só espero ter oportunidade de ler mais trabalhos desta autora, preferencialmente em português.

Esta é uma das minhas apostas favoritas da Porto Editora, chancela 5 Sentidos, que eu recomendo vivamente e sem qualquer tipo de restrição – vão apaixonar-se!

Série À flor da pele
Desejo Subtil (Opinião)
Sedução Intensa (Opinião)
Paixão Sublime (Opinião)


Título: Prazer Ardente
Autora: Lisa Kleypas
Género: Romance Sensual de Época

0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 23 de Junho!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide