Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sábado, 26 de outubro de 2013

Sinopse:
Holly O’Neill tem uma loja de roupas vintage, um filho de dez anos que ama e uma fada madrinha misteriosa que, a cada momento crucial da sua vida, tem um berloque para adicionar à sua pulseira, que assim se torna o seu bem mais precioso. Um dia, quando encontra a pulseira de outra pessoa num dos casacos da sua loja, sente que tem de a reunir com o seu proprietário.
Greg é um corretor da bolsa e tem uma namorada perfeita com quem quer casar, mas decidiu deixar Wall Street para prosseguir a sua verdadeira paixão: a fotografia. Holly e Greg não se conhecem e não têm nada em comum. Vai ser precisa a magia de Nova Iorque, um pouco de sorte e outra pulseira da felicidade para os fazer encontrar…

Considero-me uma pessoa realmente muito afortunada e, acreditem, não é por ter/ler muitos livros, sou afortunada por considerar que tenho a capacidade de, geralmente, descobrir em cada leitura algo que me apraz, enternece, algo que me faz desejar folhear o livro seguinte na ânsia de descobrir o que o torna especial.

Destinos Cruzados, por exemplo, é uma história que será tão ou mais valorizada quanto a sensibilidade que cada um consiga atribuir ao seu texto. Poderá, assim, ser considerado apenas mais um entre tantos outros romances contemporâneos agradáveis ou, através de um olhar mais atendo, uma narrativa plena de palavras sábias sobre os valores da vida e das pequenas coisas que lhe conferem um verdadeiro significado.

Melissa Hill escolheu, como já é habitual em si, falar de coisas simples e de emoções complexas, usando personagens comuns com as quais o leitor se identifica, consecutivamente.
Holly O’Neill, a protagonista, é uma mãe solteira extrovertida, afável e inteligente, que certo dia, durante a rotina de trabalho, descobre uma pulseira de pendentes magnífica. Tendo a Holly uma destas pulseiras, que considera de valor inestimável, enceta a árdua missão de devolver a jóia ao seu remetente desconhecido, uma missão que não terá facilidades mas que se vai tornando mais estimulante a cada nova pista adquirida.
Sem que se aperceba, quanto mais esta jovem se aproximar da dona da pulseira, mais se aproximará também de si própria recuando, viajando, ao passado e à história dos seus próprios pendentes, no presente. Será uma caminhada preciosa, mais rica que qualquer tesouro, rumo à sua própria felicidade e à inestimável importância das recordações.

Eu não sou pessoa de julgar os outros e, particularmente neste livro, não existe uma personagem que eu recrimine de todo, porque as consequências que levaram a determinados actos, menos louváveis, poderão ter tido as suas razões intimas de ser. No entanto, Holly destaca-se como alguém realmente muito bom, com boa índole e boas noções sobre ser-se gente. É uma entidade ficcional que para além das temáticas que aborda como mãe solteira, trabalhadora e esforçada, com muitas particularidades divertidas e um senso de tradição firme sem exageros, exemplifica o melhor de nós.

Gostei da ligação à fotografia, subtil, passada pela narrativa - como acto de captar o passado no presente e um excelente método de aludir à importância das recordações. Greg, personagem que opta pela profissão de fotógrafo em detrimento de uma vida com maior remuneração mas mais stressante, é também ele um exemplo de alguém que procura viver de forma mais saudável ainda que menos confortável, ele significa a coragem de mudar e o preço dessa mudança, mas também a certeza mais tarde ou mais cedo chegará a recompensa.

Jeff com a sua bondade e Carolina com o seu problema – que terão de descobrir durante a leitura –, são na minha opinião o verdadeiro par romântico do livro, e foi um verdadeiro gosto descobri-los, assim como foi um gosto ver o crescimento de Danny, o filho de Holly, uma criança pertinente e inteligente que acaba por se revelar um verdadeiro sábio na sua inocência. Também Kate, e a sua ligação ao 11 de Setembro, é um interveniente que vai para além da demonstração de uma amizade genuína, em oposição a Karen, uma existência regrada pelo interesse e que mostra o lado mais material do ser humano.

Resumindo, esta é uma história que escolhe passar as mensagens através dos seus intervenientes, com abordagens que embora ligeiras podem causar reflexões mais profundas devido às problemáticas que são abordadas. É um romance breve, que explora o amor em todas as suas formas, sendo a paixão algo mais profundo que o acto intimo entre duas pessoas.
 
Melissa Hill escreve bem, muito bem, alcançando quem lê pela generosidade e transparência do que pretende dar a ver, enquanto cria laços, emociona e diverte com o que é corriqueiro e familiar.
As suas descrições passam pelos pensamentos das personagens, havendo uma noção do espaço breve e uma maior atenção ao seu impacto enquanto ambiente e cenário.
Uma das mais-valias, tratando-se uma história dedicada às recordações, tem que ver com as passagens temporais, pelo que o passado e o presente se mesclam na perfeição. Não me desiludiu, continua a ser uma autora que desejo acompanhar.

Pessoalmente, gostei particularmente do simbolismo atribuído à pulseira de pendentes – tenho uma Pandora, recente, que começa também ela a contar um pouco da história da minha vida. Gostei, igualmente, da loja vintage onde Holly trabalha, é um conceito que me cativa, o das trocas, o de cada objecto conter uma história que, para lá da beleza, conquista com a imaginação.
Sinceramente, este é um livro bom para o coração e para a mente, com um entretimento suave que nos prende à missão de entregar a misteriosa e cativante pulseira, em torno da qual se realizam tantos outros momentos mágicos.

Este livro é uma aposta Quinta Essência que eu recomendo aos adeptos deste género que, sem qualquer tipo de expectativas, acabarão por se encontrar ao longo da história.



Tudo Sobre Ti (Opinião)
Prometo Amar-te (Opinião)


Título: Destinos Cruzados
Autora: Melissa Hill
Género: Romance Contemporâneo
AdquirirAqui



0 comentários :

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide