Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Sinopse:
3 years, 1 month, 1 week and 6 days since I’d seen daylight. One-fifth of my life. 98,409,602 seconds since the heavy, steel door had fallen shut and sealed us off from the world.
Sherry has lived with her family in a sealed bunker since things went wrong up above. But when they run out of food, Sherry and her dad must venture outside. There they find a world of devastation, desolation...and the Weepers: savage, mutant killers.
When Sherry's dad is snatched, she joins forces with gorgeous but troubled Joshua - an Avenger, determined to destroy the Weepers.
But can Sherry keep her family and Joshua safe, when his desire for vengeance threatens them all?


Ora aqui esta um livro de que me é muito difícil falar! Não que não tenha gostado, pelo contrário, adorei, mas já o li há 8 meses e fiquei mesmo muito desiludida por ter sido adiada a publicação da continuação, pelo que vou fazer apenas um breve comentário sobre esta história.

Embora o meu inglês deixe muito a desejar e as minhas leituras, quase sempre obrigatórias, nesta língua sejam feitas muito lentamente, The Other Life veio a revelar-se um virar de páginas viciante, frenético e extremamente gratificante, não só porque embora existissem realmente dificuldades de compreensão da minha parte nada me inibiu de sentir as palpáveis emoções que a autora soube eximiamente expressar, como também porque me permitiu ler uma narrativa deliciosa sobre os meus adorados zombies, aqui na vertente de Weepers.

Dividido em duas partes, começamos este texto num ambiente opressivo e repleto de tensão de um bunker, onde Sherry, a nossa protagonista, passou um quinto da sua vida com a sua família. 
As sensações na primeira parte da narrativa são tão plenas que fiquei absolutamente maravilhada pelos sentimentos desta jovem, que há 3 anos, 1 mês, 1 semana e 6 dias não respira ar puro, que há 27,336 dias não recorda do sabor da fruta fresca, que por estar fechada há 1,640,160 horas não teve oportunidade de namorar, que por estar isolada há 98,409,602 segundos nunca soube o que eram as banalidades da juventude que todos conhecemos. Uma jovem que, juntamente com a seus, está traumatizada e se afunda, de dia para dia, na morosidade por vezes alcançada pela passagem do tempo, uma morosidade marcada pelo knitting… click, click das agulhas de tricotar da sua perturbada avó que foi obrigada a enterrar o marido na arca congeladora - o podia até poderia ser hilariante se não fosse assustador, eu confesso-vos que me senti claustrofóbica por diversas vezes.
Numa segunda parte, quando a fome fala mais alto que o medo e o desespero atinge limites inimagináveis para esta família, Sherry e o pai são obrigados a sair para aquilo que outrora foi o seu mundo e que, agora, é apenas um cenário de completa destruição, um cenário onde Sherry não sabe que reinam os Weepers, um cenário onde a morte pela fome seria bem-vinda, pois ter de escolher entre passar fome e servir de alimento é uma escolha que não ousamos conjecturar, em momento algum - assim começa o verdadeiro pesadelo, dando verdadeiro sentido à palavra medo, assim começa Sherry a recordar o passado como uma outra vida que parece nunca ter existido.

Como protagonistas, Sherry e Joshua estão excelentes, sendo que a primeira consegue ganhar alguns pontos extra pela primeira parte do texto.
Sensível, confusa e passando para o leitor todas em emoções que a vão perturbando, ela sofre diversas alterações ao longo do livro, alcançando uma obrigatória maturidade e conquistando uma coragem insana, mas necessária, para a sua sobrevivência. Joshua, por sua vez, é quem nos permite ter uma noção do estado em que as coisas se encontram, ao resgatar a protagonista da morte e dando-lhe a conhecer o novo mundo. Este jovem é a consciência da história quando a loucura parece instalada e adorei a forma como a relação entre ambos acabou por se desenvolver.
No que respeita a intervenientes secundários, não existe nenhum que me tenha marcado em particular, pelo menos que eu me lembre, mas a avó de Sherry é inesquecível, assim como a sua mãe por motivos menos positivos.

Claro que eu o que eu mais gostei da história foram os Weepers, humanos infectados, estilo zombies, que choram lágrimas de sangue permanentemente, que olham nos olhos da sua presa com aparente depressão enquanto lhes tentam ficar o dente - literalmente. É importante referir que estas criaturas não têm memória e são predadores sem consciência, pelo que podem imaginar a brutalidade das suas atrocidades.


O ponto alto de todo o livro é, como citei anteriormente, a transmissão de sensações por parte da Susanne Winnacker, e embora os meus conhecimentos de inglês não me permitam divagar sobre a sua escrita, posso no entanto afirmar que sentirão medo, fobia, que sentirão compaixão e desolação, que não vos faltará a ânsia por tudo o que foi negado à personagem principal, enquanto vão descobrindo cenários e ambientes, bem descritos, arrepiantes.

Outro dos mimos deste livro tem que ver com a introdução capitular. Cada capítulo é precedido de uma memória, ténue, fugidia, de quem tem dificuldades em recordar o passado, de quem vive apenas de recordações, o que dá um destaque maravilhoso ao que lêem em seguida.
Também adorei esta capaAliás, segredo-vos que a mesma influenciou a minha escolha deste título para a minha primeira compra internacional, é simplesmente linda!

Por fim, resta-me dizer-vos que este livro é indicado para um público jovem adulto e que, por ora, podem apenas adquiri-lo em inglês ou alemão. Da minha parte, serei das primeiras pessoas a comprar a continuação pois estou realmente ansiosa por saber o que se segue... o final permite antever a causa, os culpados que deixaram reféns todos aqueles que estimarão durante esta história.

Título: The Other Life
Autora: Susanne Winnacker
Género: Horror; Young Adult
Editora: Usborne Publishing Ltd
Comprar – Aquí

0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 13/08!

*Suma de Letras*

*Suma de Letras*
Passatempo 1 - Resultado!

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo 2 - Resultado!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo 3 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 4 - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo 5 - Resultado!

*Planeta Manuscrito*

*Planeta Manuscrito*
Passatempo 6 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 7 - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide