Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

domingo, 1 de setembro de 2013

Sinopse:
Cansada de encontros com egocêntricos, a designer de interiores Pamela Gray está quase a desistir dos homens. Quer ser tratada como uma deusa - preferencialmente por um deus. Quando exprime o seu desejo, invoca inconscientemente a deusa Ártemis, que possui alguns truques na sua manga celestial... Os gémeos Ártemis e Apolo foram enviados para o Reino de Las Vegas para testar as suas habilidades. A sua primeira missão é realizar o desejo de Pamela. Então Ártemis faz do irmão o voluntário. Afinal, quem seria melhor do que o lindo Deus da Luz para levar amor àquela mulher solitária? Deveria ser uma experiência, mas na Cidade do Pecado, onde a vida é um risco, tanto o deus como a mortal estão prestes a apostar um valor alto no jogo do amor.

Quando um livro reúne um bom romance e elementos sobrenaturais interessantes eu sou uma leitora feliz, e quando a estes dois géneros se junta uma pitada de sensualidade com a capacidade de despertar a atenção do Olimpo o meu sorriso alonga-se, a minha atenção é invocada na totalidade e horas de entretenimento puro, definitivamente, acontecem.

P. C. Cast está garantidamente de parabéns com o feminino sortilégio conseguido com a sua série Chamamento da Deusa, livros fantásticos que privilegiam histórias de amores impossíveis, ou não fossem estas obras as suas favoritas com uma avaliação acima da média além-fronteiras.

Tendo personagens bem construídas e fundamentadas, uma ligação ao maravilhoso atractiva e encontrando-se repleto de diálogos pertinentes e divertidos, o texto de Iluminada tem elementos chave irresistíveis que se complementam, de uma forma particular, com uma ovação à mulher ao longo de muitas páginas, em que os deuses são retirados do seu estimado pedestal.

Quanto ao enredo, este conta-nos a história de Palmela, a protagonista humana, que é atormentada por um passado emocional atribulado que tenta colmatar dedicando-se de corpo e alma ao trabalho, onde é bem-sucedida. Ao longo de toda a narrativa, estes são os pontos fortes que são trabalhados nesta personagem, que tenta superar-se em ambos, enquanto se vê encurralada numa partida divina de extremo mau gosto.
Em relação a Deuses, entre os Doze principais do Olimpo, conhecemos de forma muito particular Apolo e a sua irmã gémea Diana, bem como o meio-irmão de ambos, Baco, que será o responsável pelos impensáveis acontecimentos que tomarão conta da existência de todos os intervenientes. No entanto, resumindo, o mais importante de reter é que os gémeos, corajosos, belos e adorados, aprenderão uma lição e tornar-se-ão seres mais dignos do seu estatuto, enquanto Baco, invejoso, traiçoeiro e sempre ligado ao pecado, se vem a revelar um excelente vilão.

Embora existam algumas passagens na casa dos Doze, em particular no templo do Deus do Sol, Apolo, grande parte do texto decorre na mítica cidade de Las Vegas - ou será melhor dizer Reino de Las Vegas -, afinal de contas, este é o pedaço da Terra que Zeus ofereceu a Baco e esconde mais dos olhos humanos do que Palmela poderia imaginar, ao aceitar um peculiar trabalho de decoradora para o igualmente peculiar e extravagante escritor E. D. Faust, ao aceitar juntamente com este trabalho a oportunidade de, em muitos anos, se vir a desinibir e apaixonar pela primeira vez nesta cidade de perdição. O Caesar’s Palace é, desta feita, um dos pontos que nos oferece diversas descrições, assim como o ambiente que o rodeia.

No que respeita a temáticas abordadas, no lado humano temos violência psicológica e varias alusões questões relacionadas com vícios e pecados, mas é na exploração de índoles que a história tem realmente interesse, e aqui tanto deuses como humanos são escrutinados, algo que se encontra, em parte, interligado com as relações afectivas passadas e presentes.

Digno de nota, e de que gostei bastante, é o romance paralelo ao de Palmela e Apolo - mas não vos vou adiantar mais do que isto, têm de ler para descobrir quem serão os contemplados -, a alusão e interacção de de casais anteriores da série e, ainda, de toda a informação relacionada com a mitologia, que acaba por fornecer bastantes curiosidades para quem, como eu, percebe pouco de história e de mitologia grega.


Em suma, este é um livro extremamente giro e com muitas pontuações de humor que farão as delícias dos leitores de romance paranormal, e para além de ser uma fonte de entretenimento imensa, ainda ensina um pouco de história.

Quando à escrita de P. C. Cast, esta não será novidade para quem leu os seus livro anteriores série e, certamente, agradará a quem procure um livro com muita acção a decorrer, interacções simples mas sempre atractivas e criatividade por excelência, para aliar na perfeição ficção fantástica com uma base consistente.
As suas descrições espaciais estão bem conseguidas e dão a ver todos os cenários em que as personagens estão inseridas, assim como é possível sentir a envolvência que o ambiente produz nos intervenientes, que estão particularmente pormenorizados nos que respeita a personalidade.
Eu gosto de P. C. Cast a solo e uma vez mais gostei de uma história sua, pelo que é uma autora que merece um espaço nas minhas estantes e que continuarei a seguir avidamente.

Pessoalmente tenho de confessar que, embora este seja o meu livro favorito até ao momento, não fiquei fã, por aí além, do final escolhido pela autora, mas compreendo a credibilidade que ela tem vindo a conferir a todas as histórias que li de Chamamento da Deusa, pelo que está inteiramente perdoada e aguardo com ansiedade o próximo livro, no original Goddess of the Rose.

Esta é uma bem-vinda aposta da 1001 Mundos na fantasia direccionada para um público adulto, em particular feminino, uma chancela da ASA que me deixa feliz por dar continuidade a mais uma série que certamente conquistará os que arriscarem a sua leitura.




Deusa do Mar/Renascida (Opinião)
Desejada (Opinião)


Título: Iluminada
Autora: P. C. Cast
Género: Romance Paranormal; Sensual
Editora: ASA – 1001 Mundos
Adquirir – Aqui


0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 23 de Junho!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide