Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Sinopse:
Louisa está farta da sua vida. Do namorado, do trabalho, do apartamento - tudo precisa de uma reforma imediata e radical. E assim ela decide mudar tudo a favor de uma existência despreocupada, trocando o seu apartamento por uma casa móvel, o carro por uma moto, e as suas roupas elegantes por outras informais. E, acima de tudo, começa um novo trabalho como psicóloga de cães. Com as amigas Maddy e Clodagh, embarca numa nova aventura - para conhecer pessoas diferentes, descobrir novos lugares e encontrar um homem novo e fabuloso. O seu trabalho traz-lhe recompensas imediatas e extraordinárias quando ela conhece os donos de cães cujos problemas muitas vezes parecem ecoar os dos donos. Mas independentemente do stresse da sua nova vida, Louisa tem o apoio das amigas. Se ao menos isso pudesse durar para sempre...

É definitivo, sou fã de Anita Notaro. No passado, já tinha tido oportunidade de experimentar esta autora que, de forma muito positiva, me surpreendeu pela originalidade do seu enredo ficcional em Há Sempre Um Amanhã. E agora, mesmo com expectativas elevadas, voltei a maravilhar-me pela credibilidade das suas personagens, a autenticidade dos assuntos tratados e a sua escrita assertiva, que apaixona, que emociona na mesma medida em que entretém com o seu romance de uma maneira que, na minha perspectiva, poucas escritoras o conseguem fazer. 

Perto de Ti concilia na perfeição a ficção com traços comuns, com os quais todos sentimos familiarizados, e, talvez por isso, é muito fácil sentir empatia pela história de Lulu e de todos aqueles que a acompanham durante o seu crescimento pessoal e afectivo que passa, em grande parte, pela dedicação que tem a todos os outros intervenientes.
Tendo uma vida acima da média e sendo realizada na profissão que escolheu no passado, Lulu deveria ser feliz só que, como muitos de nós, é apenas acomodada ao relativo bem-estar que estabilidade e conforto lhe proporcionam, até ao dia em que resolve seguir os conselhos das amigas e mudar, radicalmente, de vida. De psicóloga de graúdos, graúdos bastante problemáticos por sinal, a psicóloga canina o passo é grande, mas não tão grande como aquele que acaba por dar ao mudar também de um apartamento de luxo para uma caravana e ao trocar o seu descapotável por uma mota. Entre apaixonar-se, desafiar-se a si própria e usufruir de momentos plenos com as suas amigas, Maddy e Clodagh, Lulu vai ter aprendizagens bastante mais profundas para alcançar se desejar realmente ser feliz no presente o que, irremediavelmente, implicará ultrapassar e aceitar o passado enquanto se desembaraça de muitas confusões e aventuras - em que os seus novos amigos de quatro patas serão o menor dos seus problemas.

Embora esta leitura me tenha roubado imensas lágrimas, penso que foi na sua vertente cómica que Notaro de superou e esta encontra-se associada, em grande parte, a muitos dos seus intervenientes, caricaturas geniais de figuras que certamente conhecemos.
Para lá das personagens principais em que incluo Lulu e as suas duas amigas, Maddy e Clodagh - mulheres maduras que, embora sejam muito próximas, revelam com o folhear personalidades e ambições distintas -, o leque de intervenientes secundários deste enredo é um verdadeiro luxo e, com ou sem pêlos, foi para mim irresistível.
Do quase idoso mas muito manhoso Dinny, passando pelo divertido e extravagante homossexual Luois ou peculiar Emily, que leva às consultas de Lulu um gato que a mãe julga e trata como um cão, todos eles dão um brilho muito especial a esta história contribuindo não só com leveza mas igualmente com temas muito pertinentes que dão uma nova vida à protagonista e, da mesma forma, ao texto.

Este livro, ligeiramente dramático e cómico, não deixa de ser acima de tudo um romance que, para ser mais exacta, tem muito de comédia romântica com direito a príncipe irresistível bem ao jeito dos tempos modernos. Atencioso e ao mesmo tempo rude, Mike forma com Lulu uma dupla pela qual trocemos desde o início e proporcionam momentos hilariantes na sua forma estranha de gostar bem realista, em que tudo é insegurança e com muitas asneiras pelo meio. O lado romântico da história oferece ainda algo de mistério, para elevar a tensão e o suspense, o que é mais um ponto positivo.

Relativamente a coisas sérias, de forma muito genérica, são abordados diversos tipos de relações, principalmente no âmbito familiar, a morte também é uma questão muito importante, bem como as modificações que causa na vida dos que ficam - a visão pessoal de cada um está descrita cuidadosamente -, e/ou o abandono, que merece também relevância ao longo da história. Mas principalmente, o que mais se destacou, foi tudo o que se encontra relacionado com os animais de estimação, cães em particular, que ao longo do folhear são verdadeiros protagonistas e servem de exemplo e fonte inesgotável de amor, algo que só quem cuida e estima conseguirá realmente compreender, creio eu.

Em suma, reflecti e ri muito, emocionei-me imenso e ainda consegui distrair-me bastante durante este livro que, por tudo isto, é realmente uma boa ficção com todos os predicados que tal implica. Aliás, mais do que isso, é uma história bastante credível e humanamente palpável.


Anita Notaro tem uma escrita muito simples e fluida, o que lhe permite dar contornos interessantes ao enredo e manter-nos presos ao seu texto.
As suas descrições de cenário são muito breves e onde se verifica maior esmero é no trabalho que realiza com os seus intervenientes, muito bem conseguidos e com os quais facilmente criamos laços. É, definitivamente, uma autora que continuarei a seguir de perto.

Pessoalmente, já ficou claro que gostei muito desta leitura e portanto aproveito apenas para referir também o bom trabalho de edição em torno da capa desde livro… é simplesmente linda, adoro-a.
Por fim, confesso-vos que criei uma ligação muito singular com esta história, não só por ser uma apaixonada por animais, mas também porque já tive de ultrapassar várias das situações narradas.

Mais uma excelente aposta da Quinta Essência, uma editora dedicada ao romance nas suas várias nuances e, aqui em particular, no que respeita a retratos de vida, que eu recomendo sem qualquer tipo de restrição aos adeptos de autoras como Anna McPartlin, Cathy Kelly ou Melissa Hill, também publicadas por esta editora.






Há Sempre Um Amanhã (Opinião)

Título: Perto de Ti
Autora: Anita Notaro
Género: Romance

2 comentários :

ℒ ღ disse...

Não conhecia esta autora, vai já para a minha lista de futuras leituras, pois conforme a tua opinião, passo a citar:

[...]...Em suma, reflecti e ri muito, emocionei-me imenso e ainda consegui distrair-me bastante ...[...]

É mesmo disso que eu gosto num livro e ando mesmo a precisar...
Algo que me faça sentir, me faça pensar, me faça distrair...

Elphaba J. disse...

LOL eu sou uma péssima influência não sou?
É que eu sou uma leitora que adora ler acima de tudo e depois acabo por contagiar... mas adiante, Notaro é bom. É um tipo de drama contemporâneo envolvente a que o leitor de romance não consegue resistir :D

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide