Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

domingo, 17 de março de 2013

Sinopse:
Para a bela escritora de romances eróticos Dylan Ivory, deter o controlo é o mais importante. Até que conhece o homem que é tudo aquilo que ela não é… e tudo o que ela deseja.
Alec Walker é um escritor de thrillers psicológicos sombrios – e um homem que vive para as suas emoções. Desde motos a skidiving, passando por nadar com tubarões, a sua busca incessante de prazer e excitação não tem fim. Essa busca estende-se também às suas relações pessoais, onde nenhuma regra limita os seus desejos. A única coisa que Alec teme é o amor – e permitir que outra pessoa o conheça realmente.
Enquanto faz investigação para um livro sobre extremos sexuais, Dylan entrevista Alec – e anseia por saborear a tentação que ele lhe oferece. No entanto, Alec é um dominador famoso e ela recusa entregar-lhe o controlo. Lenta e sedutoramente, Alec mostra-lhe que ao entregar-se-lhe de forma incondicional e submeter-se a todos os seus desejos, ela poderá experimentar o derradeiro prazer. Porém, para poder ficar com a mulher que pela primeira vez o faz ajoelhar, será Alec capaz de correr o maior de todos os riscos e entregar o seu coração?
Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal vê-se numa situação tentadora enquanto evita entregar-se ao sentimento que nasce entre eles.

Quando me chegou a notícia de que Eva Berlin iria ser publicada pela Quinta Essência, esta veio acompanha de muitas expectativas pela comunidade de leitores que vou seguindo e esse foi, essencialmente, o principal motivo que me fez querer experimentar a sua escrita. Não estou arrependida, de todo, pois gostei muito da forma como a autora trabalha os pormenores que tanto significam para mim, no entanto para quem procura encontrar uma história de amor forte onde querubins e corações esvoaçam pelas páginas desengane-se, este é um texto de atracção fatal, paixão escaldante e desejo carnal puro.

Tal como a capa e sinopse permitem antever, esta é uma obra que cariz sexual forte onde o magnetismo entre os corpos, os corpos de Dylan e Alec, se revela logo nas primeiras páginas.
Como protagonista, Dylan é uma mulher de convicções fortes, tanto profissionalmente como intimamente, traços que lhe foram impostos pelo seu conturbado passado. Sendo escritora de romances eróticos, esta é cuidada no seu ofício, e quando resolve começar a criar a sua primeira obra de BDSM descobre que terá de se envolver, profundamente, na sua pesquisa se quiser dar vida às suas personagens. Desta feita, procurado uma referência nestas práticas em Seatle, é logo a partir das primeiras páginas que assistimos ao encontro de Dylan e Alec, um escritor famoso e um espécime raro de masculinidade que saberá encaminhar com astucia a nossa irredutível protagonista para o seu mundo de êxtase. O que eles não sabem, é que esta luxuriosa viagem poderá revelar-se um caminho repleto de surpresas para ambos e de aprendizagens para além do BDSM.

Gostei muito de Dylan enquanto personagem. Embora esta seja simples, sem grandes complexidades, permito-nos desde logo ir compreendendo como funciona uma parte do processo de escrita que muitas vezes passa despercebida, e é essa mesma dedicação ao trabalho, que privilegia singularidades curiosas -  como por exemplo o estudo exaustivo da carga emocional dos seus intervenientes ficcionais - que criou empatia imediata comigo. Confesso-vos que me deliciei enquanto ela própria se tornava uma personagem em desenvolvimento na realidade. No que respeita a Alec muito pouco tenho a dizer, ele é um galã nato, cortês e muito belo, que partilha a profissão da protagonista, noutro género literário, algo que complementa com um modo de vida arriscado e apelativo, no entanto estas são características pouco desenvolvidas sendo mais interessante citar os seus dilemas, como a entrega ou negação ao afecto, do que o seu perfil de arrasa corações.
Quando a intervenientes secundários estes são nulos, ou quase, na acção. Existem, efectivamente, personagens provenientes do passado que são inactivas mas influenciam os protagonista e, ainda, os amigos de Dylan e Alec, Mischa e Dante, respectivamente, que após uma breve pesquisa verifiquei que cada um deles será protagonista nos dois restantes livros da trilogia. Este será um dos meus incentivos para próximas leituras.

Um dos pontos que mais me atraiu durante o folhear foi a exploração do lado psicológico do BDSM, até porque fisicamente não acho que tivesse existido nada de particularmente chocante ou violento, um ponto positivo para as leitoras mais susceptíveis. Assim sendo, a forma como a protagonista se foi deixando seduzir e submeter à nova realidade, em que entrou por opção mas que lhe é contraditória, é sem dúvida um elemento positivo, assim como a verificação das alterações na sua mente, num contexto íntimo,  através de uma luta interior constante que acabou por alterar, inclusive, a sua rotina diária com a admissão, a custo, de um gosto pouco convencional em relação ao prazer que, neste caso em particular, revelou bastante em relação a si própria.

Em relação à escrita de Eve Berlin, nada tenho a apontar. Os seus diálogos são convidativos, as suas reflexões são interessantes e faz uma boa introdução ao que está para acontecer.
É uma autora que descomplica e que não se perde em grande descrições tornando a leitura do seu livro ritmada e voraz, ou pelo menos eu assim o senti tendo lido a obra num só dia.

Pessoalmente, eu não sou fã de livros eróticos, mais sim de romances sensuais onde há mais sedução, mais desejo, mais conhecimento entre pares, sem ser necessária a volúpia permanente e extensas descrições do acto, no entanto gostei deste em particular, o que já quer dizer muito.
Possivelmente, vou querer ler mais obras desta autora devido à sua escrita que me ofereceu umas horas bastante curiosas e descontraídas.

Esta é mais uma boa aposta da Quinta Essência dentro do género em que é editora rainha. Para quem gosta de romances esta continua a ser uma das primeiras opções no mercado, apostando, em força, neste género que tem muito de feminino, algo aprimorado pelas capas e terminando com finais, com um tipo de entretenimento, que nos deixa largos sorrisos.

Título: De Olhos Fechados
Autora: Eve Berlin
Género: Romance Erótico


0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 23 de Junho!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide