Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Sinopse:
Estrada Vermelha, Estrada de Sangue é um thriller futurista, uma aventura épica que se passa num período pós-apocalíptico e extremamente violento. Saba, a protagonista, é uma jovem que viveu sempre em Silverlake, numa zona inóspita e quase deserta, até ao dia em que uma tempestade de areia traz consigo um bando de terríveis criminosos que lhe matam o pai e levam consigo Lugh, o irmão gémeo que ela adora. Saba vai investir toda a sua coragem na busca do irmão, numa demanda perigosíssima e empolgante que culminará numa apoteose de pura adrenalina.

Um cenário permanentemente tão desolador quanto fascinante, personagens vincadamente peculiares e um ritmo de leitura alucinante são a carta de apresentação de Estrada Vermelha, Estrada de Sangue, uma narrativa surpreendente que me prendeu desde as primeiras páginas até ao seu final, superando todas as minhas expectativas e deixando-me desejosa de mais.

A história principia-se em Silverlake, uma terra desértica, hostil, onde a vida mal subsiste e, por isso mesmo, o local perfeito para uma morte e um misterioso rapto. Lugh, irmão gémeo de Saba, é levado para um destino incerto tornando-se, a partir das primeiras páginas, um interveniente que poderia ser secundário não fosse a sua presença permanente no corpo, na alma e no coração de sua irmã, da sua igual, que arriscará a sua própria vida e a de outros para o encontrar.
Com a promessa feita a seu pai de que nunca desistirá, Saba, uma grande heroína por todos os seus defeitos e qualidades, inicia uma jornada repleta de provações, lágrimas e pequenas conquistas na indesejada companhia de Emmi, o membro mais novo da família, um fardo e, posteriormente, uma luz no sinuoso caminho obscuro rumo ao desconhecido.

No que respeita às personagens, creio poder afirmar que estas são controversas mas bastante apelativas. O destino dos diversos intervenientes é muito duro e todos têm um passado difícil, que não precisamos de conhecer para sabermos que existe, o que faz com que mantenham uma armadura emocional complicada de ultrapassar e dificuldades em expressar sentimentos. Desconfiados e nem sempre agindo de acordo com um padrão usual de moralidade, os contornos atribuídos à personalidade de cada um só os torna mais interessantes, principalmente no que se refere a Saba. A protagonista da nossa história é posta à prova por diversas vezes e são palpáveis as mudanças que vão contribuído para o seu crescimento, acredito que os leitores nem sempre estarão de acordo com ela mas não conseguirão deixar de a admirar, o que é fascinante. Emmi a sua irmã mais nova, também sofre uma grande evolução com o avançar das páginas e, a determinada altura, acaba por ter um papel bastante proeminente mesmo que a sua meninice de 9 anos esteja sempre visível. Quanto aos papéis secundários, com maior ou menor presença no texto, também estes se encontram eximiamente construídos e são por si só um motivo de atracção acabando, no final, por também terem o forte destaque e serem cruciais para o enredo, como é o caso de Jack ou das Falcões, um grupo de jovens muito interessante. 

Quanto a pormenores são muitos e inegavelmente atractivos ao longo da leitura, sendo, para mim, um dos pontos fortes deste livro. Eles incentivam, emocionam e cativam um folhear veloz que envolve e, consecutivamente, sublima e aterroriza através da acção constante.
O ambiente que inóspito, adverso, é disso exemplo, bem como todos aqueles que contribuem para a sua caracterização. A cidade para onde Saba se dirige, os horrores aí presenciados e, mais tarde, a tomada de consciência no que respeita a posição de poder que comanda todos os habitantes é impressionante. Confesso-vos, que a partir desse momento não consegui parar de ler.   

Em suma, uma leitura tocante e emocionante que, embora seja passada no futuro, nos relembra, em parte, o nosso passado e momentos de maus-tratos à condição humana que jamais serão esquecidos através das suas personagens, reais, credíveis e com singularidades muito próprias que conferem à leitura uma nova dimensão.

Moira Young construiu um texto coerente, de escrita simples, mas que sabe ser complexo pela forma que adoptou para transparecer os sentimentos dos seus protagonistas.
As suas descrições são bem trabalhadas e o cenário dá a ver ao leitor o decorrer total da acção. Merece ainda atenção a carga emotiva transcrita para as cenas mais dramáticas, que passa facilmente para quem lê, bem como as caracterizações do povo em geral, que permitem abarcar a dimensão completa de tudo o que se está a passar.

Pessoalmente, gostei bastante das cenas de luta, algo que compreenderão melhor quando efectuarem a vossa leitura, assim como tudo o que está relacionado com a arma que o regime absoluto utiliza para comandar a população fraca, quanto comparada com os fortes intervenientes principais. Esta questão em particular fez-me lembrar um pouco a trilogia Jogos de Fome, também publicada pela Editorial Presença.
Não posso deixar de citar também Nero, o corvo de Saba, adorei-o por aquilo que representa e pelo papel extraordinário ao longo de toda a história. 
Não sei se haverá continuação mas espero que sim pois apreciei bastante este livro, no entanto o final deixa em aberto ambas as possibilidades.

Mais uma excelente aposta Editorial Presença, para jovens e graúdos que, com toda a certeza, não ficarão indiferente a este enredo maravilhoso. Sugiro sem qualquer restrição.

Autora: Moira Young
Género: Ficção, Fantástico

0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 13/08!

*Suma de Letras*

*Suma de Letras*
Passatempo 1 - Resultado!

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo 2 - Resultado!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo 3 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 4 - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo 5 - Resultado!

*Planeta Manuscrito*

*Planeta Manuscrito*
Passatempo 6 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 7 - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide