Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sexta-feira, 26 de outubro de 2012
Sinopse:
Redenção não é uma palavra que Jim Heron conheça muito bem. A sua especialidade é a vingança e, para ele, o pecado é relativo. Mas tudo muda quando se torna um anjo caído e é incumbido da tarefa de salvar sete pessoas dos sete pecados mortais... e o fracasso não é permitido.
Enquanto filho de um assassino em série, o detetive de Homicídios Thomas Delvecchio, Jr., cresceu à sombra do mal. Agora, dividido entre o dever cívico e a vingança cega, vai expia os pecados do pai - lutando com os seus demónios interiores. Sophia Reilly, a agente dos Assuntos Internos encarregue de supervisionar Delvecchio, tem por ele um interesse tanto profissional como pessoal. E Delvecchio e Sophia têm outra coisa a uni-los: Jim Heron, um misterioso desconhecido com demasiadas respostas... a perguntas que são fatais. Quando Delvecchio e Sophia entram na batalha final entre o bem e o mal, o seu anjo caído salvador é a única coisa que se interpõe entre eles e a danação eterna.

Existem ingredientes literários que, quando bem trabalhados, são a garantia de sucesso e o magnifico cocktail de romance, mistério, fantasia e sensualidade de J. R. Ward, na sua série Anjos Caídos, não é excepção.
Com uma história bem construída e repleta de acção, a autora expõe o céu e o inferno de forma ousada, separando-os por uma linha tão ténue quanto a tentação a que todos estamos sujeitos perante os sete pecados mortais.

Iniciado com Cobiça e desenvolvido com Desejo, é chegada a vez de Inveja por à prova o pecador Jim Heron. Na sua primeira vida o nosso protagonista matou, chantageou e subjugou tantos quantos o rodeavam aguardando, agora, por mais uma alma obscura, uma alma sedenta dos anseios do Salvador, uma alma que deseja aquilo que lhe está vedado como anjo caído, destinado a libertar sete almas, destinando-as à redenção.
Escolhido por aquele que comanda os anjos, Nigel e por aquela que atiça os demónios de qualquer existência, Devina, o diabo com máscara de mulher fatal, Jim começa agora a compreender a perversidade do seu jogo, um jogo onde tudo pode acontecer à peculiar vida, vidas, que terá de encaminhar para a luz.

Como detective e filho de um assassino em série condenado à morte, Veck é um homem atormentado, afinal, a sua mente tende a pregar-lhe partidas e a tentação de acabar com alguns dos criminosos que lhe são apresentados é demasiado intensa, demasiado próxima de espelhar os actos da criatura que mais o repudia ao cimo da terra.
Sophia é chamada para supervisionar Delvecchio, o estranho detective que lhe revolve as entranhas e que não pára de se meter em sarilhos deste que chegou à esquadra. É um homem difícil de compreender este Veck e os antecedentes criminais do seu pai, aliados à sua certeza de culpa, parecem facilitar o seu trabalho, mas Sophia sabe que não é o caminho mais rápido que lhe trará as respostas e, enquanto investiga, cabe-lhe exclusivamente a si manter-se fisicamente afastada deste polícia atraente que corre atrás de mais uma jovem desaparecida e, possivelmente, assassinada.
Quanto a Jim nesta equação, bem Jim começa a dar os primeiros passos nesta dança que tem obrigatoriamente de tender para o seu lado, o lado do bem, no entanto ele sabe, tal como conhece a mágoa que vive dentro de si, que não será simples guiar esta terceira alma vingadora escolhida com anseios de expiação.

Com diversos pontos de interesse, esta narrativa é extremamente intensa a diversos níveis como já tinha sido comprovado pelas suas antecedentes sendo curiosa, em particular, pela ligação que todo o enredo tem ao título. Inveja, uma emoção que desperta sentimento controversos, está presente ao longo do texto nos actos e pensamentos de muitos intervenientes e, proeminentemente, em Devina que espelha uma imagem de corrupção repulsiva invejando, por diversas vezes, o que a rodeia e considera abaixo de si. É sem dúvida uma vilã pútrida que beleza alguma consegue apaziguar o que é, efectivamente, interessante e apelativo. O mesmo sentimento alcança os seres angélicos presentes no texto e os o humanos em vogue que vão reproduzindo uma batalha constante, fascinante, para que a sua pureza não se deixe arruinar.

No que respeita aos protagonistas Veck e Sophia, os seus passados são extremamente atraentes e permitem abordagens muito variadas a temáticas como a adopção, um lado obscuro da fama ou mesmo a mente retorcida de um psicopata. Em relação às suas personalidades são magnéticas, discrepantes e contraditórias. Gostei particularmente do interveniente masculino que se caracteriza pelos seus modos pouco cuidados e uma mentalidade confusa mas empática, devido à admirável sensibilidade crua com que expressa o que sente.

No geral, esta é para mim uma leitura de eleição e certamente uma escolha assertiva para quem gosta dos géneros acima mencionados que se encontram trabalhados com especial cuidado proporcionando boas horas de entretenimento. Neste terceiro livro, merece destaque o facto de estar evidenciado, uma vez mais, que não só bondade existe no paraíso, assim como não só existe maldade debaixo do chão, podendo o leitor encontrar em ambos os lados acção consecutiva, recheada de informação e com uma pontada de luxuria que vai sempre esmiuçando e cativando quem lê.

J. R. Ward é uma referência com mérito pela sua escrita inegavelmente descontraída e bem produzida, bem como pela sua imaginação fértil e capaz de seduzir um público muito diversificado.
As descrições estão ao mesmo nível dos livros antecedentes, sendo dada particular atenção a questões de carácter emocional e as devidas ambiguidades com que produz as suas personagens.
É importante reafirmar o seu cuidado ao pormenorizar a vertente criminal da narrativa e acrescentar surpresas e peculiaridades consecutivas que vão permitindo movimentações aliciantes, no núcleo estável, ao longo da série.

Eu gosto mesmo destes livros e da forma como tudo se encontra concebido versando não só a área do entretenimento, mas também pontualidades reflexivas que estimulam o leitor. E, o facto de cada título promover diferentes questões sociais e apresentas novos protagonistas interessantes, que me envolvem intensamente, sem que eu esqueça a batalha principal é uma mais-valia que merece ser denotada.

A série Anjos Caídos é uma aposta Quinta Essência, uma editora do Grupo Leya que aposta forte no romance, com vertentes diversificadas, para satisfação dos leitores mais exigentes. Este é um livro que eu sugiro, particularmente, aos leitores de fantasia e romance que gostam de apimentar as suas leituras com mistérios ligeiros e retoque de luxúria.

Série Anjos Caídos



Cobiça (Opinião)
Desejo (Opinião)
Título: Inveja
Autora: J. R. Ward
Género: Romance Sensual; Fantasia Urbana

4 comentários :

Carla M. Soares disse...

Esta é uma daquelas séries que tem melhorado - este terceiro é melhor do que os anteriores. Tenho-os lido em inglês, bem como a série BlackDagger, que li toda (vou comprar apenas mais um, o Lover at Last, e depois provavelmente chega). A autora trabalha muito bem os seus homens e as relações entre eles,nem todas convencionais...

Elphaba J. disse...

É verdade Carla. Concordo contigo. A autora trabalha muito bem os protagonistas masculinos conseguindo torna-los atraentes ao público feminino sem os tornar convencionais. Eu até agora gostei, em igual medida, de todos os títulos. Mas estou muito curiosa com o próximos livros porque a fasquia está elevada.

Bom fim-de-semana e boa leituras. n

Elphaba J. disse...

*boas leituras.

Liliana Lavado disse...

Sou uma grande fã da Ward. Li a série BlackDagger do livro 1 ao 6 na mesma semana :) na que ficou conhecida com a minha semana de férias J R Ward :)

Li só o primeiro desta série e foi uma desilusão… talvez as expectativas fossem outras… não sei :P

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide