Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Sinopse:
Será que descobrir o verdadeiro amor 
é mais complicado do que viajar no tempo?

Gwen sente-se confusa… Gideon, o seu companheiro de viagens no tempo, está a dar com ela em doida: primeiro beija-a apaixonadamente e depois ignora-a. Mas ninguém disse que o amor nas viagens era fácil. Felizmente, Gwen tem Leslie, a sua melhor amiga; James, o fantasma; e Xemenius, uma gárgula muito irreverente, para a ajudarem com os altos e baixos amorosos… e também para a ensinarem a comportar-se como uma verdadeira dama do século XVIII.
Desde que Gwen se tornou a última viajante no tempo, os seus objetivos passaram a ser: ir a uma soirée no ano 1782, salvar o mundo e, mais do que tudo, não dar nas vistas. Desta forma, por agora só tem de aprender a dançar o minueto (o que não é nada fácil), enquanto decide o que sente pelo rapaz dos seus sonhos (o que também não é nada fácil).

Safira é o tão aguardado segundo volume da trilogia iniciada com Rubi.
Tremendamente romântica, divertida e original, esta é uma narrativa juvenil com a capacidade de chegar a leitores de todas as idades devido aos seus requintados pormenores de época, às suas personagens cuidadas e ao seu humor incontornável independentemente do século em que os intervenientes se apresentem.

Gwen. Uma adolescente curiosa, perspicaz e repleta de humor que, por acaso, tem um gene que lhe permite saltitar no tempo e, como obrigação, tem de salvar o mundo. 
Gideon. Jovem atraente, com beijos excelentes mas com uma personalidade terrivelmente, terrivelmente irritante. 
Uma gárgula do passado, um fantasma de um passado ainda mais passado e uma melhor amiga muito inteligente. 
Uma família louca, com segredos e, só para confirmar, repleta de gente doida. 
E uma sociedade secreta, com séculos te existência, tão secreta que mesmo para quem faz parte da sociedade esta continua cheia de mistérios, portanto, secreta! 
Resumindo, uma panóplia inevitável de peripécias onde tudo é passível de acontecer com uma protagonista, simplesmente, irresistível.

Para aqueles leitores que, como eu, dão primazia a pormenores esta obra é sem dúvida uma óptima opção. Repleta de pontos de interesse, oferece a possibilidade de explorar o despertar do primeiro amor da personagem principal com todas as reticências e as já conhecidas borboletas na barriga. A caracterização das personagens, das mais simpáticas às mais suspeitas, é outro dos atractivos deste livro. A verdade é que nem todos os intervenientes são exactamente o que aparentam ser e, nesta história que se desenrola à várias gerações, é empolgante verificar o esmero com que cada momento é exposto. Também a forma como a autora desenvolve o enredo, proporcionando sempre novas e constantes surpresas, capta a atenção de quem lê, pois convém ter presente que cada viagem ao passado e qualquer alteração, por mínima que seja, tem sempre consequências e para lá da paixoneta de Gwen, e do secretismo que domina agora a sua vida, o perigo espreita e alguém parece querer terminar com a sua vida. Retoques como criaturas do maravilhoso, fabuladas, dão um brilho constante ao texto que, já de si, prima pelo cuidado no guarda roupa e nas acções de outros tempos que as personagens principais têm de dominar passando para o leitor, de forma entusiasta e humorística, que visitar outros tempos não é tão simples quanto parece. 


Safira é uma história muito bem produzida que junta todos os factores essenciais para o entretenimento de excelência que apaixonará, fará rir e prenderá a respiração do leitor com os seus segredos cada vez mais aprofundados que já, anteriormente, conquistaram inúmeros fãs.

Kerstin Gier é dotada de uma imaginação e originalidade magistrais que, em conjunto com a sua escrita fluida e cuidada, hipnotiza facilmente quem lê.
Nada é deixado ao acaso, das personagens aos cenários, existe um brio muito especial que marca pela diferença o seu texto com uma qualidade tangível nas descrições.
Por muito breves que sejam os momentos, o leitor sente-se transportado para a época em que se desenrola a acção, sentindo, igualmente, as inseguranças e dificuldades dos jovens intervenientes. É muito bom.
Sem dúvida que a autora soube criar, soube desenvolver, o seu enredo que, com muita luz e sorrisos, caminha por trilhos cada vez mais sombrios aprisionando, em qualquer idade, todos aqueles que se permitirem descobrir uma nova realidade repleta de possibilidades.

Em primeiro lugar tenho de vos dizer que, novamente, a Contraponto fez um trabalho de edição magnífico. Este livro é um bálsamo para qualquer leitor antes mesmo de este se perder na magia das palavras. É perfeito.
Pessoalmente, o que mais me marcou, foram sem dúvida os pormenores de época que juntamente com uma costureira hilariante e uma gárgula animada me deixaram maravilhada. Claro que gostei dos protagonistas, o seu romance e os seus dilemas juvenis são para mim um voltar atrás no tempo e, admito, os seus momentos particulares tão cada vez mais interessantes, mas foram as pequenas, elegantes e requintadas singularidades que me fascinaram e me fazem desejar ler Esmeralda muito em breve.
Quanto à trilogia, no seu todo, para ser totalmente sincera acho que mudaria algo sem saber ao certo o quê. Senti alguma dificuldade no início do livro em enquadrar-me com acontecimentos anteriores e, sendo esta uma história com muita acção e desenvolvimentos constantes e diversificados, é necessário ter alguma atenção. Mas fora isto, tudo cinco estrelas, Gwen já tem um cantinho muito especial na minha estante dentro do género fantástico juvenil.

Da Mesma Série
Safira, a continuação de Rubi, é uma deliciosa aposta Contraponto que continua a publicar com esmero para os leitores mais exigentes. Uma leitura que sugiro aos adeptos de fantasia, mas também aos amantes de romance de uma camada mais jovem e, ainda, ao publico em geral que aprecia uma narrativa cuidada e bem desenvolvida.


Rubi (Opinião)



Título: Safira
Autora: Kerstin Gier
Género: Romance; Fantasia
Editora: Contraponto

7 comentários :

Anónimo disse...

adorei ambos os livros mas será que vamos ter de esperar outro ano para ler-mos esmeralda

Elphaba J. disse...

Anónimo/a essa é uma questão pertinente e se queres o feedback da minha experiência parece-me que não será, definitivamente, em 2012 que contaremos com este livro. Mas quem sabe no início do ano? :)

Boas leituras.

Anónimo disse...

Oh, como eu preciso deste livro! Apaixonei-me pelo 1º livro e assim que acabei de o ler procurei logo pelo 2º, que na altura ainda não tinha chegado a Portugal. Quando saiu, bem, fiquei um tanto histérica e ansiosa para ir comprá-lo. Entretanto não o achei na (enorme) Fnac, depois fiquei de castigo, com a mesada 'congelada por tempo indeterminado' e sem puder sair de casa. Conclusão: Estou louca pra meter as minhas mãozinhas no Safira. O 1º ficou tão bom, em aberto, com tantos pormenores curiosos e intrigantes que me despertaram completamente a atenção!... Mas enfim, é melhor postar logo o comentário antes que a minha mãe chegue e me ralhe por estar (de novo) no pc.
bj ^^)

Elphaba J. disse...

ahahah :D
É impossível não me deixar contagiar pelo teu entusiasmo. Kerstin Gier escreveu, de facto, uma história encantadora à qual não fiquei indiferente e é bom descobrir que não fui a única.

Desejo-te a melhor das sortes com esse castigo e, quem sabe, com o Natal não venha uma surpresa no sapatinho. Espero que sim, espero mesmo que em breve tenhas oportunidade de folhear esta história.

Beijinhos & Boas leituras.

Anne *--* disse...

Acabei de ler "Safira". 1 palavra: LINDO! Amei mesmo lê-lo! Só gostava de saber como decifrar aquele código para se saber o que está escondido em casa dela com aquelas coordenada... Se souberem, por favor digam!! ;)

Elphaba J. disse...

Ola Anne,
Ainda bem que gostaste.. :)
Esta é uma trilogia que tem vindo a mimar muitos corações.
Acho que só vamos descobrir as coordenadas com a chegada do último livro, espero que esteja para breve.

Beijinho & Boas leituras.

Rita disse...

Olá! alguém sabe de alguma coisa relativamente ao terceiro livro desta trilogia (esmeralda)? Estou ansiosa para o ler!
Beijinhos, Rita.

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 13/08!

*Suma de Letras*

*Suma de Letras*
Passatempo 1 - Resultado!

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo 2 - Resultado!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo 3 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 4 - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo 5 - Resultado!

*Planeta Manuscrito*

*Planeta Manuscrito*
Passatempo 6 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 7 - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide