Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

domingo, 12 de agosto de 2012

Sinopse:
Ligados pelo sangue, viciados no perigo, vão entrar no mais sombrio, e erótico, dos lugares.
Guerreira especialista em balas e lâminas, Renata é superior a qualquer homem – vampiro ou mortal. Mas a sua arma mais poderosa é o seu extraordinário dom psíquico – uma dádiva rara e mortífera. Agora um estranho ameaça a sua independência ganha a custo, um vampiro de cabelo dourado que a atrai para um reino sombrio… e prazer para lá da imaginação.
Viciado em adrenalina, Nikolai distribui a sua própria justiça pelos inimigos da Raça – e a sua última presa é um assassino implacável. Uma mulher atravessa-se à sua frente: Renata, a guarda-costas sedutora e calma. Mas os poderes de Renata são testados quando uma criança que ama é ameaçada, e ela é forçada a pedir ajuda a Niko. Quando os dois unem esforços, quando o desejo alimenta as chamas de uma fome mais profunda, a vida de Renata é cercada por um homem que oferece o delicioso prazer de um vínculo de sangue… e uma paixão que pode salvá-los ou condená-los para sempre…

O Véu da Meia-Noite é o quinto volume de uma série repleta de acção e sensualidade que, desde as primeiras páginas, do primeiro livro, trás consigo um pôr-do-sol perigoso onde cada sombra esconde a morte, onde cada sombra espalha perigos que tendem a converter-se na mais arriscada de todas as emoções que muitos juraram não voltar a sentir. Falo-vos do temido jogo da paixão ligada pelo sangue e carregada de volúpia capaz de abalar invencíveis guerreiros.

Tendo como protagonista Nikolai, um guerreiro centenário já conhecido dos leitores e particularmente apelativo pelas suas características singulares, esta é uma narrativa atractiva não só pelos dramas e devaneios do casal principal, como também por todas as questões abordadas na corrompida cidade de Montreal ligadas ao grande inimigo que a Raça tem vindo a enfrentar.
Em relação a personagens, Niko sofre uma grande transformação ao longo da leitura mostrando, para lá da sua capa dura, um lado enternecedor e compreensivo que, ainda assim, nunca deixa de ter presente a sua obrigação para com o Refúgio e com todos aqueles que ao longo dos tempos conquistaram o seu afecto. Pela primeira vez, este maravilhoso espécime estará dividido entre o dever e as angústias de uma guerreira que lhe salvou a vida deixando patentes as suas fragilidades e beleza escondidas que, lentamente, vão libertar o seu verdadeiro espirito e o seu coração.
Renata, por sua vez, é uma mulher misteriosa, controversa, que roubará o norte a Nikolai no momento em que ela própria perderá aquilo que lhe é mais querido, e ela tem muito a perder, Mira. Cativante pelas suas contrariedades suaves e marcada por uma vida difícil, ela usa uma armadura emocional que conquistou na ruas e na submissão a que está obrigada para se manter vida, quanto ao seu poder é imenso e tem tanto maravilhoso quanto de fatal. Ela é um interveniente crucial para mostrar aos leitores um novo lado dos vampiros de primeira geração que, até agora, era desconhecido e que vem revelar uma vertente muito interessante para a narrativa.

No geral, penso que este livro se encontra no mesmo elevado nível que os anteriores e, embora o romance continue a ser um dos temas principais, através da mestria da autora para criar sedução, é extremamente estimulante verificar a forma como, em paralelo, se desenvolvem os problemas centrais dos inimigos da Raça que, a cada novo volume, se desvendam um pouco mais. Também as personagens secundárias, novas ou já conhecidas,  vão ganhando destaque e evidenciando potenciais dilemas que ainda não atingem directamente os guerreiros do Complexo que, neste livro em particular, se encontram bastante ausentes. Foi também bastante inteligente utilizar esta história para mostrar, de forma mais abrangente, o que se passa na nata da sociedade que, tal como todos os outros vampiros, necessitam de sangue para sobreviver.

Resumindo, novos e apelativos poderes, aliados a excelentes personagens dentro e fora do núcleo central, vêem refrescar e conferir novo ênfase a esta Raça que que ganha novo ímpeto tornando-se cada vez mais sombria e atractiva a cada livro que passa, apostando forte na conquista dos fãs de romances sensuais no universos fantástico. 
 
Lara Adrian transborda talento. Mantendo a sua escrita coesa e simples, a autora atrai pela sua criatividade que torna a sua história viciante.
Com descrições suaves que, não sendo extensas, permitem que nada seja deixado ao acaso a autora continua a apostar tudo nas suas personagens que, de forma cadenciada, têm vindo a revelar um novo mundo sobrenatural a que ninguém fica indiferente.
A série Raça da Meia-Noite veio para ficar e é, sem dúvida alguma, uma leitura obrigatória para os leitores de romances sensuais, muitos dos quais já aprisionados na sede de sangue de Adrian.

Quanto a mim gostei bastante deste livro tal como dos anteriores. Não sendo uma leitura transcendente consegue sempre proporcionar-me bons momentos de entretenimento sugando-me completamente para o imaginário mundo da Raça.
Niko é possivelmente dos machos que eu mais desejava ver representado e a sua fêmea esteve a altura. Renata, para lá de guerreira, é uma mulher que abordou algumas fragilidades e conseguiu prender a minha atenção pelo seu caracter. Gostei particularmente de todas questões relacionadas com Dragos, o inimigo da Raça, e com a corrupção em Montreal que em conjunto mostram uma nova face do pesadelo que está para vir.
Vou, com toda a certeza, continuar a acompanhar a histórias escaldantes destes guerreiros porque, dentro do género e após cinco livros, ainda não desiludio.

Série - Raça da Meia-Noite
Este livro é uma grandiosa aposta da Quinta Essência numa vertente mais fabulada do romance que marca o mercado editorial nacional e ganha cada vez mais adeptos. Uma leitura que eu sugiro a quem gosta de de fantasia, assim como a todos os que se deixam encantar pelos desígnios do amor e sensualidade e que pretendem experienciar algo diferente.

O Beijo da Meia-Noite (Opinião)
O Beijo Carmesim (Opinião)
O Despertar da Meia-Noite (Opinião)
Ascensão À Meia-Noite (Opinião)

Título: O Véu da Meia-Noite
Autora: Lara Adrian
Género: Romance Sensual; Fantástico
Editora: Quinta Essência 

1 comentários :

isabella e millena disse...

ja esta nas livrarias, eu quero ler ok.

Redes Sociais

*Suma de Letras*

*Suma de Letras*
Passatempo 1 - Até 18/07!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide