Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sexta-feira, 20 de abril de 2012
Sinopse:
Joseph, um homem à beira dos quarenta anos, acorda desorientado e constrangido num local que não reconhece. Parte numa viagem para encontrar a sua casa, sem saber para onde vai, orientado apenas pela visão preciosa e indelével da mulher que ama.
Antoinette é uma mulher de idade, que vive numa residência para séniores e que se refugiou no seu mundo interior. Aí, o corpo e a mente não a atraiçoaram. Aí, é uma jovem recém-casada com um marido que a idolatra e uma vida inteira de sonhos para viver. Aí, ela está verdadeiramente em casa.
Warren, filho de Antoinette, é um quarentão anos que atravessa uma das fases mais difíceis da sua vida. Com tempo a mais, resolve tentar recriar as recordações de casa confeccionando os melhores pratos da mãe e saboreá-los com ela.
Joseph, Antoinette e Warren são três pessoas que andam à procura de casa, cada uma à sua maneira. No modo como se ligam umas às outras nesta fase crítica das suas vidas reside o fundamento do tipo de história profunda e comovente que nos habituámos a esperar de Michael Baron.

Existem histórias que são um verdadeiro bálsamo para a alma. Histórias que nos fazem aflorar emoções, despertando-nos para a simplicidade dos sentimentos e para as verdades mais puras que nascem das muitas formas de amar enquanto existir vida, e para além da morte. Esta é uma delas.

Ao Encontro do Nosso Amor é um pequeno puzzle de emotivo onde a curiosidade desperta no homem a capacidade inata de sentir, onde a vida põe à prova a resistência do coração e onde o espirito, alimentado pelas vivências, transcende o plano terreno. Este é um livro benigno para os que não se privam de sentimentos e que me enterneceu o coração.
Michael Baron tem uma escrita melodiosa, tanto fabulada como real, colocando por palavras gestos de ternura e afecto para todas as idades, onde consegue, de forma primorosa, tocar o próximo. No final deixou-me a sensação de saudade, a vontade de alcançar a eternidade além dor.


Após folhear as primeiras páginas desta história, aflorou em mim a ânsia de descobrir o laço que unia as suas personagens, ora com esperança de um desfecho que a todas elas agradasse, ora com a certeza de que me seria roubada uma lágrima, fosse ela triste ou feliz. No entanto, após breves passagens, tanto as reticências de Antoinette, os medos de Warren e a branca memória de Joseph me enredaram com as suas mentes discrepantes oferecendo-me uma viagem para lá do que eu ousaria imaginar.

Duas das três personagens principais deste livro possibilitam-nos a oportunidade de vivenciar questões que poderiam afectar qualquer um de nós. Antoinette, pela sua reclusão ao presente, leva-nos embarcar no seu passado onde a felicidade de um amor a completou, perdemo-nos consigo no tempo, subsistindo apenas das suas recordações. Ela vive numa residência para seniores desde o dia em que as lembranças se tornaram mais valiosas que a passagem dos seus dias.
Warren, o filho de Antoinette, está perdido sem saber por onde recomeçar a sua vida. Sem trabalho, sem família, começa a viver de forma quase exclusiva para aquela que o concebeu o que, com um carinho imenso, enaltece as nossas páginas.
E Joseph é o nosso segredo. Um mistério sem memória que acompanhamos do princípio ao fim, divagando nos seus delírios e questões, perdido num mundo guiado apenas pela sensação, pela certeza, de que tem de regressar ao seu lar e, esse lar, será onde estará a mulher que detém o seu coração.

Embora seja um livro breve, não indo além das 192 páginas, a mensagem que carrega, e passa para o leitor, é profunda, transformando o seu texto numa pequena preciosidade de forte carga emocional com uma leveza estonteante.
Os temas abordados vão desde o amor à morte, da eternidade ao receio de viver, culminando na ânsia imensa de sentir. A forma como tudo se desenvolve, embora que de início não faça logo sentido, acaba por surgir de maneira tão simples que me deixou pasmada, obrigando-me a reler por duas vezes os últimos capítulos para conseguir abarcar a totalidade de emoções que acabam por ser transmitidas,

Não encontrei ciência nesta narrativa, mas sim aquilo com que muitas vezes já me deparei na minha curta vida, um desejo imenso de voltar atrás, uma sede infinita de querer tocar o inalcançável com a promessa da felicidade, ali tão perto. Num plano mais tangente, penso que é de louvar a relação de Warren com a mãe, assim como o método utilizado para descrever a decadência crescente que muitas vezes atinge as pessoas com mais idade que, por algum motivo muito forte, preferem ficar presas em vivências anteriores começando a recalcar, desfocar, o universo onde actualmente estão inseridos. Como leitora, quase senti saudades do que não vivi e foi para mim tão fácil optar pelas escolhas de Antoinette que, cresceram em mim, reflexões para as quais só desejo resguardar-me daqui a muitas décadas.

Michael Baron tem o condão de se aproximar do leitor devido ao carácter quase íntimo das suas personagens, na sua maneira de sentir e na forma com o transmitem para quem lê. A sua escrita é simples e bonita, aprimorada para encantar nos gestos mais naturais, que descreve com uma doçura intemporal que facilmente conquista e nos aquece por dentro aventurando-nos a exceder a finitude do tempo.

Para já aguardo com uma vontade imensa a oportunidade para ler as duas obras que já se encontram publicadas do mesmo autor pela Quinta Essência, Ficarei à Tua Espera e Nunca Te Esqueci que, pela sua escrita e emoção, tenho a certeza que irei adorar. Esta é uma leitura que sugiro em particular a todos os que gostam de romances mas também aos leitores curiosos por uma pequena narrativa emotiva. Muito bonito.

Título: Ao Encontro do Nosso Amor
Autor: Michael Baron
Género: Romance
Editora: Quinta Essência

0 comentários :

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 13/08!

*Suma de Letras*

*Suma de Letras*
Passatempo 1 - Resultado!

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo 2 - Resultado!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo 3 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 4 - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo 5 - Resultado!

*Planeta Manuscrito*

*Planeta Manuscrito*
Passatempo 6 - Resultado!

*Penguin Random House*

*Penguin Random House*
Passatempo 7 - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide