Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 27 de março de 2012

Sinope:
Com o coração destroçado e ainda a chorar a perda do marido, Heidi viaja com Abbot, o filho de sete anos, e Charlotte, a desinteressada sobrinha de dezasseis, até à pequena aldeia de Puyloubier, no Sul de França, para uma casa de pedra já velhinha que tem sido responsável pela recuperação de corações partidos, desde antes da Segunda Guerra Mundial. Ali, Charlotte revela um segredo perturbante e Heidi fica a saber a verdade sobre o «verão perdido» da mãe, quando ela era ainda criança. Ao mesmo tempo que três gerações colidem entre si, com uma vizinha que conhece todos os segredos da família e um francês enigmático, Heidi, Charlotte e Abbot iniciam uma viagem que passa pelo amor, pela dor e pelas gargalhadas entre as vinhas, os ventos quentes e pela deliciosa comida da Provença. Conseguirá a magia da casa curar também o coração de Heidi?

Um amor eterno foi perdido, abruptamente, antes do tempo sem que jamais possa ser recuperado e ausência, oca, cumpre-se através de uma saudade que jamais se desvanecerá.
Num local sublime, uma mulher perdida, terá de reflectir sobre o passado e encontrar na vida a magia necessária para cumprir o seu futuro.

Provença O Lugar Mágico Onde se Curam Corações Partidos é um livro que se encontra dividido em duas partes destintas. Uma primeira parte confessa a mágoa, as cinzas, deixadas pela dor e pela perda, enquanto a segunda parte retracta o renascimento da alma e a reaprendizagem necessária para que se possa voltar a amar. Esta é uma história muito bela, com personagens tocantes e repletas de emoção que saberá passar a mensagem certa para o leitor.
Bridget Asher tem uma escrita muito singular, como se a própria autora nos conta-se a sua vida, encantatoriamente, proporcionando uma leitura simples mas repleta se sentimentos puros nos quais o leitor se conseguirá rever e, por fim, dos quais sentirá saudade.

Ainda que haja um reencontro com a ficção a verdade é que muito do que as personagens da narrativa transmitem perdura para lá das linhas que nos comovem.
Heidi é definitivamente aquela com quem conseguimos sentir afinidade logo após as primeiras linhas, mais que não seja porque ela é a vós e a alma que nos conduz entre os altos e baixos do carrossel que define a vida. Com a perda abruta do marido esta protagonista tem de reaprender a amar a vida para poder voltar a estimar aquilo que a rodeia e que sempre a satisfez nem que, para isso, tenha de voltar às origens do seu ser, a sua infância.
Comparativamente a Heidi, Charlotte é possivelmente a segunda personagem que mais me cativou enquanto leitora. A sua história complementa o enredo central e, apesar da tenra idade de Charlotte, é com prazer que exploramos os seus mistérios e o seu crescimento ao longo do livro, acabando por, de alguma forma, nos fazer reflectir sobre a sua posição para com a vida. Ela é enteada da irmã de Heidi, é uma jovem bastante problemática no final da adolescência, no entanto é extremamente intrigante guardando consigo um segredo que desequilibra a sua integridade e personalidade que desde cedo cativa o leitor.
O leque de personagens, mais ou menos interventivas, é muito diversificado o que acaba por ser muito positivo, todos eles transmitem sinais, oferecem momentos de reflexão e passam pequenas mensagens ao longo da leitura de que eu usufruí prazerosamente.

A morte, o casamento e o amor são os temas centrais abordados de diversas perspectivas mas o amor de mãe é sem dúvida o mais tocante. Está presente de forma enternecedora, de múltiplas maneiras, que se traduzem desde acto mais complexo ao gesto mais simples, admito que mexeu bastante comigo... Num todo é uma leitura extramente emotiva, que poderá fazer verter uma lágrima na mesma medida em que despertará sorrisos com um final que conseguirá surpreender.

O cenário está dividido em dois tempos e momentos muito destintos, a primeira parte passada nos Estados Unidos, onde a protagonista vive, é bastante reflectiva e dramática, com muitos flashbacks do passado em que as memórias de Heidi são repuxadas ao máximo, algo que o leitor vive intensamente. Na segunda parte, quando a protagonista parte para a Provença aí o cenário é mais táctil, repleto de cores, cheiros e sabores, podendo o leitor desfrutar de outro tipo de emoções e, na minha opinião pessoal, ganhar novo ânimo na leitura ao mesmo ritmo que a personagem principal se redescobre. Não direi que uma parte do livro é melhor do que outra, simplesmente são diferentes e a coesão por parte da autora é louvável.

Bridget Asher tem sem dúvida uma escrita muito bonita que transborda doçura assim como as suas personagens. Foi, para mim, muito fácil perder-me nas suas palavras e senti que o seu livro terminou demasiado depressa devido a forma como me senti envolvida neste enredo, queria mais...
Gostaria ainda deixar os meus parabéns à tradução, Maria Georgina Segurado. Existem ao longo da leitura diversas notas extremamente importantes para que o leitor consiga conscientizar-se e enquadrar-se com os intervenientes. Desde expressões em francês que não poderiam ser evitadas a pormenores culturais que foram enriquecedores.

Esta foi sem dúvida uma excelente aposta da editora Livros D’Hoje que eu gostei particularmente. Um livro que aconselho a todas as leitoras que gostam de uma bonita história de vida e de amor, uma história que poderia ser nossa, uma história que passa por nós e nos faz pensar nela muito depois de terminada. Recomendo.

Título: Provença O Lugar Mágico Onde se Curam Corações Partidos
Autora: Bridget Asher
Género: Romance
Editora: Livros D’Hoje

0 comentários :

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide