Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Sinopse:
A maioria das pessoas conhece-me como Merry Gentry, detective privada, contudo o meu nome verdadeiro é princesa Meredith NicEssus e sou herdeira de um trono - se conseguir sobreviver o suficiente para o reclamar. O meu primo, o príncipe Cel, está determinado a certificar-se de que não serei bem-sucedida. Enquanto estivermos os dois vivos, esta será uma disputa para obter a coroa: o primeiro a gerar um herdeiro ficará com o trono. Os homens da minha guarda real - guerreiros habilidosos - tornaram-se meus amantes, prestando provas para o papel de futuro rei e pai do meu filho. Claro que preciso da protecção deles, já que, eu sou meia humana e absolutamente mortal.
Mas agora, na Cidade dos Anjos, há pessoas a morrer de formas misteriosas e assustadoras. O que a polícia humana não sabe é que o assassino também anda à caça dos seres feéricos. Pressinto que estamos perto do caos; a própria existência do sítio conhecido como o mundo das Fadas está em risco. Portanto, enquanto desfruto dos prazeres mais intensos com os meus guardas, tenho noção de que, brevemente, terei de enfrentar um demónio ancestral que poderá destruir a própria realidade - a vossa e a minha. E essa é só uma parte do meu trabalho...


A linha que separa a vida da morte é ténue, os perigos são constantes e, entre o deleite e as obrigações, o dever permanece. A nossa protagonista terá de arriscar tudo para proteger os que mais estima e mesmo assim, sem qualquer culpa, poderá ver lograda a sua salvação.

Caricias dá Noite dá continuidade à demanda de Merry para sobreviver às intricadas cortes das fadas. Com uma boa base volúpia, algum mistério e desenvolvimentos surpreendentes esta é uma série de fantasia urbana atractiva que consegue agradar a um vasto leque de leitores deste género.
A autora Laurell K. Hamilton tem uma escrita muito própria que evidencia descrições aprimoradas e diálogos perspicazes, repletos de tensão, que envolvem o leitor num suspense continuo ao longo da narrativa.

Depois de ser nomeada co-herdeira da corte Unseelie, Merry vê-se na obrigação de gerar uma criança, se falhar Cel não a perdoará e a sua pena será não só a sua morte como também de todos aqueles que a apoiam e acreditam nela como futura rainha.
A nossa personagem encontra-se numa fase de reflexão e amadurecimento, algo que se vai tornando evidente ao longo desta leitura. Muito sensual, inteligente e conhecedora do que a rodeia é constante o seu enriquecimento enquanto mulher que, apesar de em tenra idade, demonstra um domínio surpreendente. No respeita aos aspectos do maravilho Merry irá uma vez mais redescobrir-se e a magia que vive dentro de si continuará a evoluir.

Em relação aos personagens secundários, eles são para mim o foco principal de atracção.
O leque de guerreiros que faz parte da guarda pessoal de Meredith, gentilmente cedidos pela sua tia, sofrem uma constante evolução ao longo deste livro despertando dos seus desejos reprimidos depois de tantos anos de servidão às mãos da opressora rainha Unseelie. O Negrume, Galen e Kitto são os meus eleitos, por motivos diferenciados, mas a verdade é que qualquer um deles conseguiu surpreender-me.

Outros intervenientes que também acabaram por me agradar positivamente foram os seres semi-feéricos, não sabia o que esperar destas criaturas minúsculas e irascíveis mas foi com algum humor que encarei a sua rainha, Niceven. Estes seres, como outros menos evidentes no universo feérico, vêm demonstrar que os laços entre cortes podem ser perigosos e que os mais fracos juntos podem ser uma arma poderosa com as suas particularidades, por muito recônditas que se encontrem.

Pessoalmente considerei que este segundo volume da série Meredith Gentry serviu de base explicativa ao universo paranormal em que a nossa protagonista está inserida, bem como de introdução ao que ainda está para vir. Prova disso são todas as questões abordadas em torno das intrigas e alianças entre cortes, assim como as relações que vão começando a fortalecer-se. O que mais me atraiu foi sem dúvida os jogos de palavras entre intervenientes, que por sua vez também envolvem as cortes, bem como a altivez de Marry que evoluiu bastante em comparação com o enredo anterior, à parte, infelizmente, ficaram as cenas desenvolvidas no leito desta personagem, a vertente do mistério policial e o seu principal inimigo Cel.

Nada tenho a apontar quando à escrita de Laurel K. Hamilton, ela sabe dirigir de forma muito perspicaz todos os intervenientes da sua histórias e complementa-os com descrições rigorosas, diálogos inteligentes e muitos pormenores enriquecedores que mantém o leitor no centro da acção.

Esta é uma aposta Saída de Emergência, que pertence à colecção BANG! que os leitores podem continuar a acompanhar, em principio, ainda neste primeiro semestre de 2012. Como leitora aficionada do paranormal é uma narrativa que recomendo a todos aqueles que não resistem a estilo de fantasia mais sensual e elaborado. Gostei.



Opinião anterior:

Título: Carícias da Noite
Autora: Laurel K. Hamilton
Género: Romance Paranormal
Editora: Saída de Emergência – Colecção BANG!

0 comentários :

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide