Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 3 de janeiro de 2012
A Contraponto foi, em 2011, a editora que mais me surpreendeu ao longo do ano.
De todos os livros que li e opinei muitas foram as preciosidades que fui encontrando e para as quais me vi obrigada a reservar um lugar muito especial na minha estante.
Publicando títulos de géneros muito variados e tentando alcançar um publico muito diversificado aqui ficam os que me “marcaram pela diferença”.

O Ladrão de Sombras - Marc Levy (Opinião)
Este foi, sem sombra de dúvidas, um dos livros mais marcantes que tive a oportunidade de ler em 2011. Com uma escrita encantatória o autor Marc Levy embala e envolve os seus leitores na vida e nas emoções dos seus protagonistas. Fala da dor, dos medos e das dúvidas de forma tão mágica como utiliza as palavras para expor o amor e, após terminada a leitura de O Ladrão de Sombras, é impossível o leitor ficar indiferente á sua história. Adorei.


A Mecânica do Coração - Mathias Malzieu (Opinião)
Mais um livro que me fascinou e conquistou no ano que passou. Uma narrativa em jeito de conto faz desta pequena obra uma caixa de pandora em que a chave, o segredo para o sucesso, está na forma com o autor chega ao coração do leitor. Um conto de fadas sobre um rapaz com um coração de madeira, que não pode sentir paixão sob a pena de estragar o seu mecanismo mais precioso, que apaixonará todos os leitores. Um livro que ficará eternamente na minha memória. Também adorei!


Existem ainda outros títulos que me vejo obrigada a mencionar e que figuram sem dúvida entre as melhores leituras que saboreei em 2011 embora tenham géneros bastante diversificados. Rubi de Kerstin Gier, com acabamentos maravilhosos, um pequeno balsamo para os olhos e para a mente sobre um amor intemporal. Frankenstein – O Filho Pródigo, que mistura ficção científica e mistério ressuscitando para os dias de hoje, de forma inteligente, o clássico de Mary Shelley. E por último A Dama do Lago de Raymond Chandler, um clássico policial que nos remete para imagens a preto e branco com mistérios á moda antiga, detectives de cigarro na boca, perguntas vagas e olhares emotivos.
Estes são, três livros, que sem dúvida demonstram a versatilidade editorial da Contraponto que conquista cada vez mais fãs.


Outras opiniões Contraponto de 2011:
O Beijo dos Elfos - Aprilynne Pike (Opinião)
Feitiços - Aprilynne Pike (Opinião)
Frankenstein - o filho pródigo - Dean Koontz (Opinião)
Conspiração 365 - Janeiro - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365: Fevereiro - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365: Março - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365 - Abril - Grabrielle Lord (Opinão)
Conspiração 365 - Maio - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365 - Junho - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365 - Julho - Gabrielle Lord (Opinião)
Conspiração 365 - Agosto - Gabrielle Lord (Opinião)
Rubi, O amor atravessa todos os tempos - Kirstin Gier (Opinião)
A Dama do Lado - Raymond Chandler (Opinião)
Ghostgirl - O Regresso - Tonya Hurley (Opinião)

0 comentários :

Redes Sociais

*Passatempo Halloween*

*Passatempo Halloween*
Passatempo - Resultado!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide