Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sábado, 14 de janeiro de 2012

Sinopse:
O novo lar dos Carver, numa remota aldeia da costa sul inglesa, está rodeado de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado.
As estranhas circunstâncias dessa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina.


Este livro tem, possivelmente, dos prólogos mais belos que eu já li e a sua história faz jus a cada uma das palavras que nos introduz neste universo imaginário.
O Príncipe da Neblina conta-nos uma fábula, um mito intemporal, em que o maior dos nossos desejos se pode tornar realidade, porém tudo tem o preço e os mais inocentes serão os últimos a descobrir…
Foi a primeira vez que li o conceituado autor Carlos Ruiz Zafón mas rapidamente constatei o seu dom para a exposição da palavra escrita que, com um efeito encantatório, me enfeitiçou e embalou até à última página desta trama perfeita para ser contada em volta da fogueira e roubar o sono antes da hora de dormir.

A nossa história poderia começar com o tradicional, “era uma vez…uma família singular que, por força da guerra, se mudou para uma gentil e acolhedora aldeia à beira mar, procurando o seu lugar calmo e feliz no mundo. No entanto, a singela e simpática casinha desta família tinha no seu passado uma história sombria de morte e de dor, uma história que fazia com que o ranger das portas, as teias de aranha e os ruídos na noite incitassem o mais curioso dos três irmãos a descobrir o que realmente aconteceu aos antigos moradores.
O que Max, o irmão curioso não esperava é que a sua bisbilhotice estimulasse o passado e, entre enigmas e intromissões, acaba-se por fazer ressuscitar um pesadelo sobre um homem que aparecia com neblina oferecendo e cobrando desejos.

O ponto forte deste livro é, na minha opinião, a escrita de Zafón. Através das suas belíssimas descrições o autor carrega os seus personagens, e o que os circunda, de uma carga emocional estudada e estruturada e, embora nenhum dos intervenientes seja particularmente marcante é o papel que cada um interpreta que, no seu todo, fará com que os recordemos muito depois de terminada a leitura.

O passado é como um véu que cobre o verdadeiro mistério da história e a partir do momento em que a família de Max chega à casa da praia, e este jovem procura peças para o puzzle de uma misteriosa morte, o leitor sabe que terá de se preparar para tudo e que nada será como antes.

As particularidades, indícios ou avisos, nunca serão suficientes para nos preparar para o surpreendente desenlace mas facilmente acabam por reter a nossa atenção, como é exemplo a neblina, um factor chave para o mistério e o suspense, onde quer que ela apareça tudo fica em suspenso sem sabermos o que virá em seguida, o Gato, que se apega à família, é outro dos intervenientes inquietantes, que não augura nada de bom e por fim todo o cenário que é hipnotizante, misturando o belo e o sombrio, assustando e fascinando em igual medida.

A história, de um modo geral, pode ser definida como perturbadora e prima pelas reviravoltas e surpresas que vai oferecendo. O final, embora não seja totalmente inesperado, é para mim perfeito e deixa no ar a incerteza a respeito do que o futuro poderá reservar.

Um livro que recomendo a todos os leitores que gostam de fábulas, lendas, contos e pequenas histórias assustadoras, com a certeza que ao longo destas 204 páginas se irão maravilhar com o modo de narrar de Zafón, deixando-se e surpreender por esta aposta da Planeta ManuscritoGostei.

Título: O Príncipe da Neblina
Autor: Carlos Ruiz Záfon
Género: Romance
Editora: Planeta Manuscrito

0 comentários :

Redes Sociais

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado em breve!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide