Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sexta-feira, 30 de setembro de 2011
Sinopse:
“Mariana nasceu sete minutos depois de Rosa Maria. A sua vida estava destinada a ser pequena e esquecida, com um namorado sem dinheiro que ainda vivia com a mãe. Num finca-pé pouco habitual, Mariana conseguiu tirar um curso administrativo, um de inglês e outro de francês e começou a trabalhar numa grande empresa. Era a Mariana ao fundo da sala, competente mas sem história. Tudo se transforma com a chegada do filho do patrão, Diogo Vargas, um homem estonteante, bem vestido, perfumado, com um sorriso irresistível. Ainda não tinham trocado uma palavra e Mariana já imaginara o casamento, os filhos, o sexo extraordinário. Nada seria possível sem uma autêntica revolução. Esta chega pelas mãos de umas amigas – um par de lésbicas bem-dispostas e atrevidas – que obrigam Mariana a mudar o visual. Radicalmente. O patinho feio torna-se um cisne com cabelo assimétrico, roupa de oulet e sapatos com cunha. Depois? Diogo repara na Mariana ao fundo da sala e vão jantar. Nada corre como seria de esperar. Ou será que Mariana conseguirá o seu sonho? Uma coisa é certa: o amor não escolhe nem tempo, nem lugar.”

Um romance dos tempos modernos que se apresenta com uma assinatura muito característica para surpreender e amarrar muitos corações expectantes.
Só Te Amo Até Terça-Feira conta-nos a história de uma jovem doce e sonhadora que aprenderá, por vezes da forma mais difícil, que para alcançar o seu conto de fadas, como gata borralheira que é, terá de ultrapassar os seus medos e superar-se a si própria em orgulho e convicções pois a única perfeição que existe é a da nossa imaginação.
Rosa Luna apresenta neste pequeno, grande, romance uma escrita muito própria e leve. Um retracto, em jeito de diário, repleto de humor e confissões introspectivas sobre o desabrochar de um jovem coração e do seu desejo de amar.
        
Mariana era uma estrela sem luz, até ao dia em que viu pela primeira vez o atraente Diogo. Nesse mesmo dia nasceram certezas e ambições que a nossa jovem nunca imaginou possuir e a sua vontade de brilhar superou, com toda a certeza, a sua timidez e receios abrindo finalmente as portas para aquilo que considerava verdadeiramente viver a vida.
Com uma infância na sombra da sua irmã gémea, perfeita para a família, Mariana esforçou-se para conseguir alcançar o que tem hoje, diversos cursos e um trabalho que a dignifica, mas para isso foi contra as ambições da família onde sempre se sentiu à margem e já no trabalho ela não passa de mais um número mas sabe que é altura de mudar, sonhar mais alto.
Agora, como secretária, está a trabalhar mais perto de Diogo Vargas, suspirando à sua passagem e seguindo de perto os seus passos, e com a ajuda das pessoas certas tudo poderá mudar. Entre devaneios e anseios Mariana tem tudo para alcançar o que predestinou para si, mas se será ou não o destino tão linear como a definição de príncipe encantado é o que a nossa jovem tem para vos contar.

Esta é uma história em que a perseverança e os sonhos comandam a vida.
Rosa Luna oferece-nos, mais que um simples romance, uma obra com uma bonita lição de moral onde subtilmente nos mostra os contornos e a força de acreditar, pois independentemente do caminho trilhado existe sempre uma oportunidade para a concretização e a questão que se sobrepõe é saber até que ponto desejamos e ambicionamos algo para que o consigamos alcançar.

O amor é uma dádiva rara, um diamante em bruto que atenciosamente tem de ser trabalhado e estimado para que possa, de alguma forma, tornar-se a jóia dos nossos sonhos e isto foi o que Mariana veio a descobrir depois de ver Diogo pela primeira vez.
A nossa protagonista, uma jovem interessante, é esforçada e responsável e pela primeira vez vê, ao fundo do túnel, a oportunidade de ser feliz. Mas nem tudo poderá ser o que realmente aparenta e por vezes é da experiencia, vivencia, que retiramos maior valor até alcançarmos o nosso objectivo.

Diogo Vargas, por seu lado, é o protagonista de sonho e ainda que cativante e repleto de atractivos poderia, em apreciação pessoal, ter sido mais explorado. Este homem deixa ao longo das páginas diversas reticências, e sabendo o leitor tanto como Mariana é o seu poder e carisma que muitas vezes nos repelem, mas o dinheiro e poder de nada valem perante a emotividade dos sentimentos e as surpresas reservadas para Diogo serão mais que muitas.

O medo de arriscar é uma das chaves da nossa história que vai alcançando contornos impensáveis para quem desfruta deste livro e as suas personagens secundárias são um dos trunfos que nos mantém presos a esta trama. Seja a extravagante Rosa Maria, as surpreendentes Sofia e Joana, que marcaram o leitor pela irreverência e maturidade, ou mesmo o pai de Diogo, todos eles terão a capacidade de mexer com os sentimentos do leitor que no final se verá embargado num drama muito próximo da realidade.

Muitos são os temas abordados, ainda que subtilmente, nesta narrativa onde encontrarão tanto controvérsias sexuais como das redes socias e todas elas nos envolvem fazendo-nos reflectir sobre até que ponto temos a percepção do que nos rodeia.

Rosa Luna soube criar um romance maduro e ao mesmo tempo descontraído com uma carga emocional que nos fará rir e atingir a nostalgia muito rapidamente. A sua escrita é leve e muito própria, pois como foi dito anteriormente, esta é a confissão de uma mulher madura e inibida que finalmente ousa contar a sua história com uma voz singular.

Este é um romance da nova e apelativa colecção da editora Livros d’Hoje, TIARA que chegou às bancas em Setembro e promete ficar na memória de muitas mulheres. Quer seja pela história contemporânea por mim percorrida ou pela vertente mais histórica nestas páginas temos a oportunidade de ler amor de uma forma que não deixará nenhuma leitora indiferente. Recomendo.

Título: “Só Te Amo Até Terça-Feira”
Autora: Rosa Luna
Género: Romance
Editora: Livros d’Hoje – Colecção TIARA

«Os livros de Dean Koontz são irresistíveis e arrepiantes.»The Washington Post Book World

Título: A Cidade das Trevas
Autor: Dean Koontz

Género: Terror
Tradutor: Susana Serrão
N.º de páginas: 256
PVP: 16,50€

Enredo:
Em Frankenstein – O Filho Pródigo, Dean Koontz começou a contar uma nova versão do clássico da literatura gótica, na qual o demoníaco Victor Frankenstein continua a tentar criar uma raça de seres perfeitos, e apenas Deucalião, o seu primeiro «monstro», parece ser capaz de lhe fazer frente.

Em A Cidade das Trevas, a saga do criador e da criatura continua. Os espécimes da Nova Raça, as mais recentes criaturas de Victor Helios (antes Frankenstein), são na verdade assassinos perfeitos, e começam a espalhar um reino de terror pela cidade de Nova Orleães. À medida que Deucalião, com a ajuda de dois detectives, tenta impedi-los, vai descobrindo que estas criaturas podem ser assustadoramente semelhantes a seres humanos – sobretudo na sua tendência para a crueldade.

Sobre o Autor:
Dean Koontz, natural da Pensilvânia, EUA, é um dos autores de maior sucesso dos nossos dias. Com uma vasta obra (que inclui contos, romances, livros infantis e memórias, e percorre géneros como a fantasia, o terror e a ficção científica), publicada em mais de 40 idiomas e com mais de 450 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. www.deankoontz.com

Título: Um Passeio Na Lua Com Einstein
Autor: Joshua Foer
Editora: Livros d’Hoje 
N.º Páginas: 328
Preço: 14,00 €
ISBN: 978-972-20-4774-6

Sinopse:
“Em média, as pessoas dedicam quarenta dias por ano a tentar compensar coisas de que se esqueceram. Joshua Foer era uma dessas pessoas. Mas depois de um ano a treinar a memória, deu por ele na final do Campeonato de Memória dos Estados Unidos. Mas mais importante do que isso, Foer descobriu uma verdade fundamental de que nós muitas vezes nos esquecemos: tudo o que é importante em nós se deve às nossas memórias.
O livro Um Passeio na Lua com Einstein conta com uma investigação inovadora, uma surpreendente história cultural da memória e truques dignos do intercâmbio mental para transformar o nosso entendimento da memória do ser humano. Sob a tutela de «atletas mentais» de grande calibre, o autor aprendeu técnicas milenares, empregues por Cícero na memorização dos seus discursos e por estudiosos da era medieval quando queriam decorar livros por inteiro.
Usando métodos que foram largamente esquecidos, Foer descobre que podemos melhorar drasticamente a nossa memória. Mergulhado obsessivamente numa subcultura peculiar de memorizadores competitivos, Foer aprende a aplicar técnicas que apelam à imaginação assim como à determinação, lembrando que a memorização pode ser tudo menos rotineira.”

Sobre o Autor:
Joshua Foer nasceu em Waington, DC, em 1982 e vive em New Haven, Conneticut, com a mulher, Dinah. Escreveu para o National Geographic, para as revistas Esquire, Slate, Outside, New York Times e outras publicações. É cofundador da Atlas Obscura, um guia online sobre as maravilhas do mundo e curiosidades. É também cofundador do projeto de arquitetura, Sukkah Cy. Um Passeio na Lua com Einstein é o seu primeiro livro.

Como viver com mil euros por mês…

Título: Eu Mileurista, Me Confesso
Autora: Filipa Guimarães
Editora: Livros d’Hoje 
N.º Páginas: 124
Preço: 12,20 €
ISBN: 978-972-20-4791-3

Sinopse:
«A Filipa aprendeu muito nesta travessia do deserto.
Foi uma luta duríssima contra o desemprego e todas as suas nefastas consequências emocionais… Mas, sobretudo, teve a coragem de travar uma luta contra a invisibilidade daqueles que não têm trabalho.
Não permitiu que a tornassem invisível. Li este livro de um trago. Ri-me. Emocionei-me. Franzi as sobrancelhas. Espantei-me. Quando acabei, pensei imediatamente na quantidade de gente na minha vida que precisa de ler este livro. E que também, infelizmente, na quantidade de gente que ainda não sabe… mas que em breve vai precisar. Este livro tão simples, tão cru e corajoso vai reconfortar muita gente. Pessoas «invisíveis» que a Filipa, com a sua imensa sensibilidade, encheu de cor, sons e movimento. Deu-lhes voz.» - Rita Ferro Rodrigues, Jornalista e apresentadora de televisão.

Sobre a Autora:
Filipa Guimarães nasceu em 1970, em Lisboa. Decidiu que queria ser jornalista aos 10 anos, no dia em que morreu Sá Carneiro, por não saber o que significava a palavra «sabotagem». É licenciada em Comunicação Social, tendo começado por estagiar no jornal A Capital. Depois de três anos na delegação da TVI do Porto, mudou-se para Lisboa, para a SIC. Mais tarde, integrou a equipa fundadora da SIC-Notícias, onde permaneceu até 2005. Saiu para tentar a sua sorte como free-lancer: passou pelo guionismo e apaixonou-se pela ficção. O seu maior sonho é viver da escrita e um dia escrever um road-movie, em Portugal. «Um dia sem rir é um dia perdido» tem sido o seu lema de vida.

Título: Treta Emocional
Autor: Carl Alasko
Tradutor: Joana Assunção
N.º de páginas: 224
PVP: 14,90€

É verdade, todos nós o temos, em maior ou menor grau: um quociente de treta emocional. 
A Treta Emocional é uma epidemia invisível que destrói as relações humanas de todos os géneros. Ao longo deste livro, o psicólogo clínico Dr. Carl Alasko revela como esta epidemia ameaça o bem-estar psicológico, destruindo a confiança entre as pessoas, atingindo a autoestima e criando dissociações afetivas profundas.

Das mais altas esferas dos negócios e da política até às mais banais interações quotidianas, a treta emocional faz sentir os seus efeitos tóxicos. Mas poucos de nós têm a capacidade de a reconhecer. Isto acontece porque ela tem por base três dinâmicas interligadas que são inerentes à nossa estrutura psicológica: a negação, a ilusão e a recriminação. Usamos a negação para suprimir uma verdade incómoda, a ilusão para criar uma realidade alternativa e, finalmente, a recriminação para atribuir a culpa a outrem. Assim começa um círculo vicioso, no qual enganamos todos à nossa volta, bem como a nós próprios.
 
Autor:
Dr. Carl Alasko é psicólogo clínico e psicoterapeuta, e conta com mais de 25 anos de experiência clínica, tendo-se especializado em terapia familiar e de casais. Colabora com o jornal Monterey County Herald, da Califórnia, com uma coluna semanal sobre relacionamentos. www.emotionalbs.com

Como encontrar o equilíbrio entre a vida profissional e a maternidade. As mulheres têm a resposta. Chegou a altura de ouvi-las.

Título: Mães Malabaristas
Autora: Nora Rodriguez
Género: Parenting
Tradutor: Isabel Haber
N.º de páginas: 168
PVP: 13,90€

Mães e Malabaristas não é apenas mais um livro que descreve as dificuldades de ser mãe e trabalhadora no século XXI; não encontrará aqui uma compilação de queixas sobre noites mal dormidas, chefes pouco compreensivos, consultas-relâmpago ao pediatra, ou outros exemplos dos obstáculos que enfrentam todas as mulheres que tentam conciliar a maternidade e a carreira profissional.

Ao longo destas páginas, a autora desmonta vários mitos sobre o papel social, laboral e familiar da mulher. Apresenta estratégias simples para que a maternidade não implique nem renunciar à ambição profissional nem passar as oito horas diárias de trabalho a sentir-se culpada.
Encontrará conselhos que a ajudam ser mais proactiva, usar o «não» sem receio de ser julgada, e conhecer melhor todas as competências e capacidades que tem à sua disposição – incluindo conseguir uma maior participação masculina em casa e no trabalho.

Autora:
Nora Rodríguez nasceu em Buenos Aires, onde estudou Pedagogia e Filologia. Vive em Barcelona desde 1990. É pioneira no estudo dos temas do bullying e da violência escolar, e presentemente ensina no Observatório International de Justiça Juvenil, em Bruxelas. Colabora em algumas das publicações espanholas de maior destaque com artigos sobre parenting, família e o papel da mulher na sociedade atual, e é também autora de vários livros de sucesso sobre alguns destes temas.
http://norarodriguez.com/index.html
segunda-feira, 26 de setembro de 2011

O romance de estreia do autor de culto, publicado originalmente em 1963 e vencedor do prémio da Fundação William Faulkner.

Título: V.
Autor: Thomas Pynchon
Género: Ficção Literária
Tradutor: Salvato Telles de Menezes
N.º de páginas: 560
PVP: 18,90 €

Sinopse:
Tendo acabado de obter dispensa da Marinha, Benny Profane contenta-se com uma existência ociosa passada entre os amigos, onde a única ambição é a de ser perfeito na arte do engano, e onde a palavra «responsabilidade» é considerada obscena. Entre os seus amigos – chamados Whole Six Crew – está Slab, um artista que parece ser incapaz de pintar outra coisa que não seja queijo dinamarquês. Mas a vida de Profane muda dramaticamente quando ele se torna amigo de Stencil, um jovem ambicioso e ativo com uma missão intrigante – a de descobrir a identidade de uma mulher chamada V., que conheceu o seu pai durante a guerra, mas que desapareceu repentina e misteriosamente.”

Sobre o Autor:
Thomas Pynchon (n.1937) é o autor de culto de livros como Gravity’s Rainbow, O Leilão do Lote 49 e Vício Intrínseco. Considerado uma das vozes mais influentes da atualidade, conquistou um National Book Award e é invariavelmente apontado como um dos favoritos ao prémio Nobel da Literatura.
Pynchon é também conhecido pela reclusão em que vive e pela fuga à imprensa e ao mediatismo. Não é visto há 50 anos e as únicas fotografias suas conhecidas datam da sua juventude.
Uma história arrepiante que revela os abismos da alma humana e os segredos mais bem guardados da nossa guerra.

Título: Não Podemos Ver o Vento
Autora: Clara Pinto Correia
PVP: 16,80 €
360 Páginas

Sobre a Obra:
Não podemos ver o vento é o novo romance de uma das mais importantes escritoras portuguesas, que nos fala sobre os segredos mais bem guardados da guerra colonial em Moçambique. “Foi, sem sombra de dúvida, o trabalho de campo mais cansativo que alguma vez me meti por amor a um romance”, desabafa a autora.
Mariana, uma psicóloga ruiva de coração ardente e determinação férrea, está na casa dos trinta quando conhece Guilherme. Mãe de duas gémeas demasiado bonitas, atrevidas e curiosas para seu próprio bem, Mariana começa a frequentar o Solar de Turismo de Habitação que Guilherme dirige na Serra do Barroso para preencher de forma criativa e pedagógica os tempos livres das filhas. Estabelece rapidamente uma grande amizade com o proprietário e à medida que essa relação se vai estreitando começam a emergir os temas que lançarão a psicóloga na sua investigação sem retorno: a Guerra Colonial em Moçambique, a formação dos Grupos Especiais e dos Grupos Especiais Pára-Quedistas, as suas incríveis missões-relâmpago de contraguerrilha, o uso de estupefacientes fornecidos pelo próprio Exército Português, e outros segredos.

Não Podemos Ver o Vento é um puzzle em que as peças vão encaixando para revelar aspectos imprevistos dos abismos da alma humana e histórias verdadeiras de um dos segredos mais bem guardados da Guerra. A última peça do puzzle, no entanto, ao revelar o quadro na sua totalidade, também o modifica por completo: afinal havia ainda mais um segredo, o mais impressionante de todos, e desse nem Guilherme falou nem Mariana suspeitou. E não é que não tenha estado sempre à vista.

Sobre a Autora:
Clara Pinto Correia. Nasceu em Lisboa em 1960. É licenciada em Biologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Em 1985 entrou como assistente para a Faculdade de Medicina, onde leccionou Embriologia e Biologia Celular. Doutorou-se em Biologia Celular, no ano de 1992, no Instituto de Investigação Científica Abel Salazar, depois de ter realizado o seu trabalho de investigação na State University of New York em Buffalo, EUA.
A partir de 1995 começou a trabalhar na Universidade Lusófona (Lisboa), onde foi vice-reitora até 2003. Montou e dirigiu a licenciatura em Biologia e o Mestrado em Biologia do Desenvolvimento até 2010. Foi também directora da pós-graduação em História da Ciência e da cadeira Ciência e Religião da licenciatura em Ciência das Religiões. Em 2004 prestou provas de agregação na Universidade de Lisboa, passando então a ser Professora Catedrática.
Presentemente é visiting scholar no Department of Biology no Amherst College, e membro do Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência. É também escritora, com mais de cinquenta títulos publicados, cronista e tradutora, tendo frequentemente trabalhado em rádio e televisão. 

domingo, 25 de setembro de 2011

«Excelente, misterioso e delicioso.» - Publishers Weekly

Título: Vampire Academy – Promessa de Sangue
Autora: Richelle Mead
Género: Fantasia
Tradutor: M. J. Pereira
N.º de páginas: 284
PVP: 17,75€


Sinopse:
A vida de Rose Hathaway nunca mais será a mesma… O recente ataque à Academia São Vladimir devastou por completo o mundo dos Moroi. Muitos morreram e os poucos que foram levados com vida pelos Strigoi esperam um destino ainda pior… Porém, apenas uma vítima importa: Dimitri Belikov. Rose vai ter de escolher entre cumprir a sua promessa e proteger Lissa – a sua melhor amiga e a última das princesas Dragomir – ou abandonar a Academia e dar caça ao homem que ama.
Deverá Rose ir até ao fim do mundo para encontrar Dimitri e cumprir a promessa que ele lhe suplicou que fizesse? Terá ela força para destruir Dimitri ou irá sacrificar-se pela oportunidade de um amor eterno?

Site da Autora: www.RichelleMead.com

Sobre a Autora:
Richelle Mead é uma leitora voraz, fascinada por mitologia e folclore. É uma autora reconhecida tanto pelo público como pela crítica, sobretudo na área da fantasia urbana.
Esta sua nova série, «Vampire Academy», encontra-se já publicada em todo o mundo, tendo alcançado os lugares cimeiros das listas de best-sellers internacionais.



Vampire Academy – Academia de Vampiros (Opinião)
Vampire Academy – Beijo Gelado (Opinião)

Vampire Academy – Beijo das Sombras (Opinião)


Chega-te para lá Buffy, chegou Maggie Quinn!

Título: Um Baile de Finalistas Infernal
Autora: Rosemary Clement-Moore
Páginas: 288
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789895578399
Coleção: 1001 Mundos
Preço: 16,90€


Sinopse:
“Maggie Quinn é uma jovem repórter. Aluna do quadro de honra, jornalista do jornal da escola e fotógrafa do livro de curso.
Faltam seis semanas para a formatura e tudo o que ela quer é sair inteira da secundária Avalon. Uma croma sensata teria mantido a cabeça baixa e continuado a contagem decrescente até ao dia da entrega dos Diplomas. Mas o destino parece ter planos diferentes para Maggie.
A escola secundária pode ser um terreno fértil para a proliferação do mal, mas o cheiro a fogo e enxofre ainda continua a ser algo de invulgar. É o cheiro identificativo do enxofre que faz com que Maggie desconfie que há algo que não está bem. E, quando começam a acontecer coisas que parecem saídas do Twilight Zone, Maggie percebe que depende dela entrar em contacto com a sua Nancy Drew interior e descobrir o que soltou aquele mal antigo, antes que vá tudo para o inferno, literalmente.
Maggie sempre desconfiou que o baile de finalistas é uma obra do diabo, mas parece que a sua presença é obrigatória. Às vezes, uma rapariga tem de fazer certas coisas bastante desagradáveis para salvar a sua cidade de demónios, vindos do inferno, que esmagam a alma. E também das chefes de claque.”

Da autora de Calafrio, Uma Voz na Noite e Vidas Trocadas - Bestseller Internacional

Título: Ricochete
Autora: Sandra Brown
Páginas: 466
Preço: 17,75€
ISBN: 9789898228642

Sinopse:
Quando o detetive Duncan Hatcher é chamado à mansão do juiz Cato Laird para investigar uma morte, compreende que a discrição é a chave para manter o seu emprego. Elise, a mulher-troféu do juiz, afirma ter matado a tiro um gatuno em legítima defesa, mas Duncan tem quase a certeza de que ela mente. A investigação que faz ao passado pouco suspeito de Elise convence-o de que ela é mentirosa, manipuladora e, mais do que provavelmente, uma assassina.
Mas quando Elise desaparece…
Sem saber em quem acreditar, Duncan vê-se envolvido na investigação de um homicídio que desafia a sua lógica, o seu infalível instinto e a sua inabalável integridade. Não confia em ninguém, exceto na palavra do criminoso que prometeu eliminá-lo.
E confia ainda menos na mulher que mais deseja.

«Uma contadora de histórias magistral que, cuidadosamente, tece enredos que fazem com que os leitores não consigam parar de ler.» - USA Today

Autora:
Sandra Brown é autora de mais de setenta romances, na sua maioria bestsellers do New York Times. É uma das mais importantes escritoras de romances policiais dos Estados Unidos, distinguidas, entre outros, com os prémios Texas Medal of Arts Awards for Literature e o Thriller Master de 2008, a distinção máxima atribuída pela International Thriller Writer’s Association.
Nascida em Waco, no Texas, Brown trabalhou como modelo e em programas de televisão antes de se dedicar à escrita. Publicou o seu primeiro romance em 1981 e, desde então, já vendeu cerca de setenta milhões de exemplares em todo o mundo, estado a sua obra traduzida em trinta e três idiomas.
Vive com o marido em Arlington, no Texas.
Para mais informações, consulte www.sandrabrown.net

Chega ao fim mais um passatempo com o precioso apoio da estimada Quinta Essência.

Para oferta tínhamos um exemplar do livro Fama, Amor e Dinheiro de Menna Van Pragg onde de forma fabulosa nos fala sobre os desígnios do amor.

Gostaria de agradecer a todos, uma vez mais, pelas vossas participações e sem mais demoras, com 236 participações quem receberá em casa este magnífico é:

77 - Carla (…) Barroso de Lisboa.

Muitos parabéns à vencedora e votos de uma óptima leitura!
Quanto aos que não tiveram sorte haverá um novo passatempo nos próximos dias por isso não desanimem!

Sinopse:
“May Fitzgerald tem, de repente, tudo o que sempre quis. Depois de anos a sentir-se gorda e pouco atraente e a procurar o amor nos sítios errados, tem finalmente a vida e o homem dos seus sonhos. Tudo devia ser tão perfeito – seguira a sua voz interior e ela conduzira-a à vida mágica com que sonhara.
Mas quando a sua nova vida como escritora de sucesso tem início, os velhos demónios de May surgem para a atormentar. As antigas inseguranças reaparecem e ela deixa-se fascinar pela lisonja e pelo brilho da fama. O seu comportamento começa a afectar o namorado e ameaça destruir a relação de ambos. Conseguirá ela dar a volta à situação e provar que realmente é possível ter tudo?”

Uma história sobre os desígnios do amor e da paixão, sobre a imponência dos desejos e dos medos e, acima de tudo, sobre escolhas dominadas pela aprendizagem que só o tempo e a vida nos podem ensinar.
Fama, Amor e Dinheiro conta-nos como May se tornou mulher e cumpriu os seus sonhos, fala-nos da sua perseverança e vontade de ser feliz, mas também, de como por vezes foi difícil gerir tudo o que alcançou.
Menna Van Praag oferece aos seus leitores uma narrativa muito actual e descontraída, como se estivesse simplesmente a falar com a sua melhor amiga, de uma forma introspectiva mas muito divertida conseguindo que qualquer leitora se reveja na sua protagonista.

May chorou, desesperou, lutou e superou-se para hoje ter o que tem! Um homem de sonho, uma vida calma e o seu livro publicado, que tem vindo a servir de fonte de inspiração para outras mulheres. Tudo isto seria perfeito, não fossem as controvérsias de ter de lidar com uma fama súbita, um amor que nem sempre compreende e consegue gerir, bem como, a influência que o dinheiro por vezes consegue embutir numa vida que sempre foi comum. Ben por seu lado sabe que tem a mulher que sempre desejou ao seu lado e a vida pacata de ambos é a única coisa porque anseia no seu dia-a-dia.
Mas tudo muda com um contrato, uma divulgação desmedida do nome de May, tanto ela como Ben se irão ver a paredes meias com a omissão e a submissão tentando manter uma paz falsa no seu relacionamento que, cada dia que passa, se afasta mais e mais da palavra felicidade.

Um retracto irrepreensível do que pode eventualmente acontecer quando a fama nos bate à porta e altera as nossas vidas é o que nos expõe a autora Menna Van Praag nas suas páginas. Esmiuçando sentimentos e emoções esta é uma narrativa quase reflexiva sobre a forma de agir durante a experiência de um relacionamento. Perspicaz, esta leitura direccionada para um público mais feminino, mostra o quão perto o amargo e o doce misturam numa única essência, tornando-a agridoce, mesmo quando o universo conspira para que tudo seja perfeito.

As personagens desta história são assustadoramente palpáveis, humanas, exibindo todas as fragilidades que fazem parte de cada um de nós, tornando-se ficcionais apenas devido a um enredo de sonho. May é a típica mulher que foi menina até demasiado tarde, é notável que não soube lidar com as mais pequenas divergências que a vida lhe guardou e que por isso mais tarde voltaram a recair sobre si. No que diz respeito a Ben este é o homem que qualquer mulher deseja e ainda que cometa os erros que qualquer um poderia praticar, tem o dom do arrependimento e é impossível não o adorar. Os juízes destes protagonistas são as emoções, e sejam elas medo ou paixão, as dúvidas mostram que muitas vezes temos de ser fortes ao ponto de não cairmos em tentação perdendo a fé.

Com o charme de uma modesta livraria como pano de fundo bem como o contraste das luzes da ribalta, mais importante do que o cenário, este é um livro que vive à luz das suas personagens e as secundárias não são excepção. Seja uma prima excêntrica, uma publicitária homossexual ou as visitas em sonho de uma velha amiga, todas elas contribuem para dar ênfase e humor a esta história que, por si só, tendia a tornar-se introspectiva.

Na escrita de Menna Van Praag é notável o carinho que tem por cada uma das suas personagens e histórias conseguindo mantê-las cativantes ao longo de toda a narrativa proporcionando uma leitura descontraída e leve que se torna breve quando terminada e deixa o desejo de saber muito mais. (eu pessoalmente espero que haja continuação)

Esta não é uma estreia da autora, já publicado existe o tema Homens, Dinheiro e Chocolate também este com a assinatura da romântica editora Quinta Essência, uma leitura que recomendo que anteceda o título Fama, Amor e Dinheiro. Obviamente que este é um livro que não posso deixar de recomendar a qualquer sonhadora e apaixonada que se encante pelas cornucópias do amor, encontrando aqui, uma obra que lhe dará muito em que pensar.

Título: Amor, Fama e Dinheiro
Autora: Menna Van Pragg
Género: Romance
Editora: Quinta Essência

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Até 26 de Março!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Até dia 2 de Abril!

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide