Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

terça-feira, 31 de maio de 2011
Sinopse:
“A Sarah voltou para casa”. Desde que Damon Wilder procurou refúgio em Sea Haven ouve-se o mesmo boato passar de boca em boca de quase todos os habitantes da pacata vila costeira. Até o vento parece murmurar o nome dela – um devaneio tão sugestivo que leva o curioso Damon até à casa da falésia de Sarah, onde procura o seu abrigo.
Mas Damon não chegou sozinho. Foi seguido por alguém até Sea Haven. Alguém que rodeia as sombras da casa de Drake, onde Sarah esconde os seus próprios desejos. O perigo ameaça os dois – tal como o desejo mais premente que alguma vez sentiram – e está a apenas um sussurro de distância.


Magia ao Vento é, como próprio nome sugere, uma narrativa breve que passa pelo leitor como uma brisa suave com essência mágica e que, melodiosamente, nos enlaça de forma deleitável.
A estreia de Chsistine Feehan transporta-nos para um lugar místico onde nos são abertas as portas para o romance paranormal e temos a oportunidade de conhecer personagens encantadoramente misteriosas numa acção envolvente.

A história, o conto, de Damon Wilder e Sarah Drake começa com o princípio do fim de um destes dois personagens e termina com um maravilhoso despertar para ambos…
Damon considerava que a sua vida já não fazia sentido e optou por se refugiar naquele que julgava ser um lugarejo perdido no mundo onde poderia terminar só, distante de tudo e todos, restando apenas o seu Eu amargo e sua falta de vontade de viver.
Sarah, o sussurro inebriante a quem davam o nome de Sarah, voltou a casa por um motivo tão misterioso quanto a atracção que a irá sugar a si e a Damon na mesma direcção. Enigmática e bondosa Sarah irá finalmente ajudar-se a si mesma, ajudando outros, no fundo ser feliz.
Bastará um encontro premeditado pelo destino para que o fado destes dois protagonistas nos leve a afogar-nos numa narrativa inebriante, onde o fim nada mais é que um começo...

Não me querendo alongar sobre o enredo que dá vida a Sarah e Damon, estas linhas farão sem dúvida as delícias de todos aqueles que não resistem ao romance fantástico.
A autora oferece ao leitor um maravilhoso conto que nos fala da magia dos elementos e da força dos sentimentos, dando-nos também a conhecer o poder de conceitos tão simples como família e amor, mas acima de tudo, da forma como estes podem mudar destino oferecendo-nos, muitas vezes, uma nova razão de viver.

No ambiente místico da pacata vila de Sea Haven vamos então deparar-nos com as mais diversas personagens, que apesar de pouco exploradas conferem ao local, à trama, uma espiritualidade assombrosa que nos envolve em mistério, existindo assim, ao longo de toda obra, uma curiosidade proeminente que nos deixa expectantes e sempre à espera de um pouco mais.

Um dos pontos fortes é, na minha opinião, o ambiente criado pela autora, bem como, a história sobrenatural por detrás da família Drake. Quanto aos meus favoritismos vão também eles para a as características das sete irmãs desta família distinta que num todo se completa.

Quanto à escrita de Christine Feehan é leve e acessível, e ainda que nos ofereça laivos de sensualidade é perfeitamente adaptada a todos os públicos do fantástico. Volto a citar, esta é uma história simples mas que não deixa de ter um fundo atraente e apelativo, pois na minha opinião, existem muitos caminhos por explorar e as Drake tem possibilidades infinitas para nos vir a maravilhar de futuro.

Da minha parte encarei este romance como o começo de algo mais e ficarei avidamente à espera de uma próxima oportunidade de desfolhar a autora pois estas 156 páginas souberam a pouco. Mais uma estreia da Saída de Emergência que vem para ficar, ganhar fãs e encantarnos no universo do romance fantástico.

Para ler um excerto e saber mais consultem o site da editora:

Título: Magia ao Vento
Autora: Christine Feehan
Género: Romance Paranormal
Editora: Saída de Emergência
segunda-feira, 30 de maio de 2011
NA MENTE DE UM RAPAZ DE 17 ANOS
COM SÍNDROMA DE ASPERGER
Comparado ao bestseller internacional O Estranho Caso do Cão Morto, de Mark Haddon


Título: Marcelo no Mundo Real
Autor: Francisco X. Stork
Título Original: Marcelo in the Real World
Tradução: Manuela Vaz
Páginas: 276
Colecção: Diversos Infantis Juvenis Nº 121
Preço c/ IVA: 17,90€
ISBN: 978-972-23-4538-5

Data de Publicação: 2 Junho 2011

 

Sinopse:
"Marcelo Sandoval ouve música que mais ninguém consegue ouvir, fruto de uma perturbação semelhante à síndrome de Asperger. No entanto, o pai de Marcelo não se resigna com o facto de o filho não ser como os outros adolescentes e desafia-o a trabalhar durante o verão no seu escritório de advogados, para se juntar ao «mundo real». Um livro encantador que ecoa O Estranho Caso do Cão Morto na pureza e intensidade da voz narrativa e que celebra a música que existe dentro de cada um de nós."

Citações da Imprensa:
«Um romance revigorante, magnífico, desprovido de sentimentalismos.» - New York Times Book Review
«Imperdível.» - Publishers Weekly
«Imbuído de espiritualidade, amor e enigmas, este livro, tal como o próprio Marcelo, é surpreendente.» - Booklist

Sobre o Autor:
Francisco X. Stork nasceu em Monterrey, no México, e vive nos Estados Unidos desde os nove anos. Estudou Literatura Hispano-Americana na Universidade de Harvard antes de concluir a licenciatura em Direito na Universidade de Columbia. Os seus dois primeiros romances, The Way of the Jaguar e Behind the Ages, foram acolhidos favoravelmente por publicações como a revista Publishers Weekly. Francisco X. Stork é advogado e vive perto de Boston com a mulher.
Mais informações em www.franciscostork.com
SEVILHA 1600
UMA CIDADE, UMA FAMÍLIA, E UMA DÍVIDA POR SALDAR.

Título: Vingança em Sevilha
Autora: Matilde Asensi
Género: Romance Histórico
208 Páginas │ PVP: 16,65 €
Tradução de Artur Costa e Emília Ferreira
Sinopse:
"Catalina Solís usando o charme e a astúcia levará a cabo a sua grande vingança, numa das cidades mais ricas e importantes do mundo, a Sevilha do século XVII. Cumprirá desse modo o juramento feito ao pai adoptivo, de acabar com os Curvo, donos de uma fortuna sem igual, conseguida com a prata roubada nas Américas.
A sua dupla identidade – como Catalina e como Martín Olho de Prata – e uma enorme astúcia permitir-lhe-ão desenhar uma vingança sem precedentes, baseada no engano, sedução, força, surpresa, duelo, medicina e intriga.
Nesta arriscada aventura, conta com a companhia de amigos e de uns malandrins com um forte instinto de sobrevivência, dispostos a dar a vida por esta lendária personagem tão extraordinária."

Sobre a autora:
Matilde Asensi nasceu em Alicante. Em 1999, publicou o seu primeiro romance, El Salón de Ámbar, que se encontra traduzido em várias línguas. O seu romance seguinte, Iacobus (2000), chegou aos primeiros lugares das listas dos livros mais vendidos e O Último Catão (2001) confirmou-a como a autora da sua geração com maior êxito de crítica e de público.
Matilde Asensi escreveu Vingança em Sevilha, o grande romance de Sevilha, com base numa ampla e rigorosa investigação e um trabalho que evoca as vozes de tempos de aventura, de um mundo dominado pelas aparências, pela corrupção e leis do sangue. Tempo de grandes riquezas e de grande miséria, quando Espanha era o centro do mundo.
Um romance de acção trepidante, que mantém vivo o interesse do leitor, com descobertas e surpresas em cada página.
A protagonista, Catalina Solís, é considerada a nova Alatriste da ficção ibérica.
Mais informações sobre a autora em www.matildeasensi.net
Título: Quando Sopr@ o Vento Norte
Autor: Daniel Glattauer
Tradução: Susana Mendes Sereno
Págs: 222
Disponível a 2 Junho!

Sinopse:
"Tudo começa por acaso: Leo recebe por engano alguns emails de uma desconhecida chamada Emmi. Educadamente, responde-lhe, e Emmi retribui.
Esta troca de e-mails desperta uma curiosidade intensa entre os dois e, quase de imediato, Emmi e Leo começam a partilhar confidências e desejos íntimos.
A tensão erótica aumenta e o encontro entre ambos parece iminente. Mas Emmi e Leo adiam o momento. Porque, afinal de contas, Emmi é casada e feliz.
Serão os sentimentos que nutrem um pelo outro suficientemente profundos para sobreviver a um encontro real? E depois desse momento, o que os espera?
Quando sopra o vento norte é um romance divertido, animado e irresistivelmente cativante, cheio de reviravoltas, sobre um caso de amor vivido exclusivamente por email."

Crítica de Imprensa:
«Um dos mais inteligentes e mágicos diálogos amorosos da literatura contemporânea.» - Der Spiegel
«Inteligente, divertido e cativante.» - Brigitte Extra
«Um enorme best-seller, e é fácil perceber porquê. Curto, surpreendente, elegantemente escrito, Quando sopra o vento norte explora a brilhante premissa do amor a partir de um e-mail acidental.» - Daily Mirror
«Uma história de amor da época da Internet que não deixará de o absorver totalmente – excelente!» - New Books Magazin

Sobre o Autor:
Daniel Glattauer nasceu em 1960, em Viena. Desde 1985 trabalha como escritor e jornalista, e desde 1989 escreve para o diário austríaco Der Standard.
Quando Sopra o Vento Norte, foi editado na Alemanha em 2006 e tornou-se um enorme best-seller, vendendo mais de um milhão de exemplares; foi traduzido em 32 línguas e entrou para os tops de vendas em países como a França, Espanha, Itália e Áustria. A Porto Editora publicará brevemente a sequela deste divertido romance, que foi igualmente alvo do entusiasmo da crítica e do público internacionais.
domingo, 29 de maio de 2011
Chegou a Portugal uma das maiores lendas da fantasia: Drizzt, o elfo negro.



Título: Refúgio
Autor: R. A. Salvatore
Preço: 18.85 16.97€
Chancela: Saida de Emergência / 2011
ISBN: 9789896373443
Núm. páginas: 304
Sinopse:
"Depois de escapar da sociedade cruel e vingativa de Menzoberranzan, a sua cidade natal escondida nas profundezas da terra, Drizzt inicia uma nova aventura num mundo inteiramente diferente. Desta vez na superfície, sob a luz revigorante de um sol que o fascina e rodeado por florestas frondosas e mil e um segredos para descobrir. Mas esse novo mundo também pode ser hostil e, pior, os elfos negros não desistiram de o caçar. Poderá Drizzt encontrar refúgio longe das trevas que rodeiam a sua raça e integrar-se num mundo que o olha com desconfiança e temor? Não perca a dramática conclusão da trilogia do Elfo Negro."

Leia uma excerto da obra e obtenha mais informações em:

http://www.saidadeemergencia.com/index.php?page=Books.BookView&book_id=715&genre=
O Grande Romance Histórico está de volta.



Título: A Companhia do Diabo
Autor: David Liss
Preço: 19.45 17.51€
Chancela: Saida de Emergência / 2011
ISBN: 9789896373399
Núm. páginas: 400

Sinopse:
"1722, Londres. Benjamin Weaver, judeu português, espadachim destemido, antigo pugilista e mestre do disfarce, vê-se aprisionado num jogo mortífero contra uma das figuras mais enigmáticas do seu tempo: Jerome Cobb. Chantageado a roubar documentos com segredos valiosos da poderosa Companhia Britânica das Índia Orientais, cedo Benjamin se apercebe que esse roubo é apenas o primeiro passo numa audaciosa conspiração. Para salvar os seus amigos das garras de Cobb, Benjamin terá de infiltrar a Companhia, manipular vários dos seus mais influentes membros e desvendar uma trama secreta que envolve rivais, espiões estrangeiros e oficiais do governo. Com milhões de libras e a segurança da nação em jogo, Benjamin enfrentará conspirações secretas, inimigos formidáveis e aliados inesperados. Numa pesquisa história escrupulosa de David Liss, A Companhia do Diabo retrata o nascimento das corporações modernas, numa narrativa de grande suspense."

Leia um excerto da obra e obtenha mais informações em:
http://www.saidadeemergencia.com/index.php?page=Books.BookView&book_id=716&genre=
Uma mistura mais do que perfeita de romance histórico e literatura fantástica, com Lord Byron como personagem principal.

Título: O Manuscrito Perdido de Lord Byron
Autor: John Crowley
Preço: 19.90 17.91€
Núm. páginas: 432

Chancela: Saida de Emergência / 2011
Sinopse:
"Numa noite tempestuosa na mansão de Lord Byron na Suíça, Mary Shelley desafiou o seu anfitrião, o seu marido e a si própria a escreverem uma história de fantasmas. A de Mary, como todos sabemos, foi Frankenstein. Supostamente Byron nunca terminou a sua... mas, e se ele o tivesse feito?
 
Documentos descobertos numa mala apodrecida provam que o manuscrito dessa história existiu e que foi salvo, lido e anotado, por Ada, a filha abandonada de Byron, durante os últimos meses da sua curta vida. Enquanto o destino misterioso do manuscrito se desenrola, é-nos permitido ler todo o romance secreto de Byron. E que romance maravilhoso nos é revelado: repleto de traições, amores e fortunas gloriosamente obtidas; uma história de vingança e mistério, de fugas impossíveis e assassínios cruéis. Mas é nessa história arrepiante que Ada encontra revelações da personalidade do seu pai e vislumbra os segredos da sua alma. O Manuscrito Perdido de Lord Byron é um deslumbrante acto de personificação. Mas vai mais longe, tecendo com fios de diferentes séculos uma extraordinária tapeçaria sobre perda, descoberta e a poderosa, ainda que invisível, ligação que une pais e filhos. Aventure-se nesta obra-prima de John Crowley, um romance maravilhoso que o vai emocionar, iluminar e satisfazer a todos os níveis."
 
Para ler um excerto desta obra e mais informações consulte:
http://www.saidadeemergencia.com/index.php?page=Books.BookView&book_id=717&genre=
O submundo dos gangues de Luton...

Oitavo livro da coleção CHERUB, um mês depois da vinda do autor a Portugal
Cães Danados, oitavo título da coleção CHERUB, é publicado esta quinta-feira, um mês depois da vinda do autor a Portugal, para sessões de autógrafos na Feira do Livro de Lisboa. Este novo romance juvenil de contornos policiais, da autoria de Robert Muchamore, coloca o protagonista, James Adams, no meio dos violentos gangues de Luton, Inglaterra.
Muito aguardado pelos milhares de fãs que a coleção já conquistou em Portugal, Cães Danados sucede a A Queda, obra que aborda o tema do tráfico humano.
A série CHERUB vai estar em destaque na Feira do Livro do Porto – onde, apesar da insistência de muitos fãs, o autor não vai poder estar por indisponibilidade de agenda. Robert Muchamore foi um dos autores mais vendidos do Grupo Porto Editora na Feira de Lisboa.

Título: Cães Danados
Coleção: CHERUB
Autor: Robert Muchamore
Tradução: Miguel Marques da Silva
Págs: 432
Capa: mole
PVP: 12,90 €

Sinopse:
"O submundo britânico é controlado por gangues. Quando dois deles dão início a uma guerra territorial, a violência invade as ruas da cidade. A polícia precisa de informação depressa e James Adams possui os contactos necessários para infiltrar o mais perigoso gangue de todos. Que a batalha comece!"

A CHERUB:
É o braço juvenil dos serviços secretos britânicos (MI5). O grupo foi criado a partir do pressuposto de que nenhum criminoso desconfiaria de que crianças perfeitamente normais pudessem ser espiões. Porém, os membros da CHERUB, embora o pareçam, não são jovens normais, mas sim profissionais treinados com rigor – todos eles órfãos –, enviados para missões de espionagem contra terroristas e traficantes de droga temidos internacionalmente.

O AUTOR:
Robert Muchamore nasceu a 26 de Dezembro de 1972, em Islington, Inglaterra. Trabalhou durante treze anos como detetive privado, mas abandonou a profissão para se dedicar à escrita a tempo inteiro.
Costuma levar quatro a cinco meses a escrever um livro, sendo que dedica o primeiro à pesquisa e o segundo à planificação da história. Só depois escreve. Segundo o próprio, tentar escrever aquilo que gostaria de ter lido aos 13 anos de idade foi a principal razão para a criação da coleção CHERUB.
quinta-feira, 26 de maio de 2011
Quando descobrimos o poder duradouro da amizade e do amor...

Título: A Árvore dos Segredos
Autor/a: Sarah Addison Allen
276 Páginas
€15,35
ISBN - 9789898228567

Disponível a 6 de Junho!

Sinopse:
"Sarah Addison Allen dá-nos as boas-vindas a uma nova povoação: Walls of Water, na Carolina do Norte, onde os segredos são mais espessos do que o nevoeiro das famosas quedas-d’água da cidade, e as superstições são, de facto, reais.
Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. E a própria Willa há muito se esforçou para construir uma vida para lá da sombra da família Jackson. Não é tarefa fácil numa cidade moldada por anos de tradição e com fronteiras bem demarcadas entre ricos e pobres.
Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood - da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é mais um segredo que gira à volta de algo encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade.
Setenta e cinco anos antes, o carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water, e deixou a sua marca. Quem terá ele sido realmente? E por que motivo estão de repente a acontecer coisas estranhas em toda a cidade?
Agora, unidas numa improvável amizade e por um enorme mistério, Willa e Paxton tem de confrontar as paixões perigosas e as trágicas traições que outrora uniram as suas famílias e descobrir a verdade acerca dos antepassados que transcenderam o tempo e desafiaram a sepultura para tocar os corações e as almas dos vivos.
A Árvore dos Segredos é uma história sobre o poder profundo e duradouro da amizade, do amor e da tradição, e um retrato dos laços inquebráveis que – nos bons e nos maus momentos, de uma geração para a seguinte – duram para sempre."

Crítica da Imprensa:
«Allen habituou-nos a escrever bons romances; o seu último livro continua essa tendência... As interações, o diálogo e o ritmo mantêm o leitor intrigado e a virar as páginas até ao fim. Sendo um estudo sobre as relações das mulheres e os laços da amizade, do amor e da comunidade, esta é uma história que vale a pena levar para a cama e ficar a noite toda a ler.» - Romantic Times

«Allen demonstra mais uma vez neste delicioso livro a sua espantosa capacidade de unir de forma credível as fronteiras entre o mágico e o mundano.» - Booklist

«Apaixonei-me pela escrita de Sarah Addison Allen e pelo mundo que ela descreve.» - Luanne Rice

«Uma leitura verdadeiramente deliciosa.» - Sun News

Sobre a Autora:
SARAH ADDISON ALLEN é a autora dos êxitos de venda O Jardim Encantado, O Quarto Mágico e O Feitiço da Lua. Nasceu e cresceu em Asheville, na Carolina do Norte. O Jardim Encantado, a sua obra de estreia, foi distinguido com o prémio SIBA Novel Of the Year, da Associação de Livreiros Independentes do Sul, para melhor romance de 2008, e em Portugal já tem mais de dez mil exemplares vendidos. O Quarto Mágico foi eleito, em maio de 2009, Romance Feminino do Ano, referente a 2008, pela revista Romantic Times.
Para mais informações, visite: www.sarahaddisonallen.com








Uma aventura romântica num château do Sul da França.

Título: Encontro em Provença
Autor/a: Elizabeth Adler
364 Páginas
€15,00
ISBN: 9789898228574

Sinopse:
"No Sul da França, os segredos serpenteiam pelo campo ensolarado como os ramos das videiras – e como um bom vinho, tornam-se melhores a cada ano que passa. Mas Franny Marten sabe pouco desse mundo. Tudo o que serpenteia através da sua pequena casa de campo na Califórnia é o sonho de se apaixonar. Franny pensava que o sonho podia tornar-se realidade - até que conhece a mulher do seu amante! Mas, quando começa a sentir que o seu coração já ficou destroçado demasiadas vezes, Franny recebe uma carta misteriosa que muda tudo...
A carta é um convite para uma reunião da família Marten num château na Provença. Sabendo pouco sobre a família, Franny decide arriscar e faz as malas para a aventura de uma vida. A sua decisão de ir a França irá empurrá-la para um mundo na orla do tempo, onde o azul do Mediterrâneo se mostra ao longe com a promessa de que tudo é possível. E quando Franny descobre por que motivo o destino a levou à Provença, vai finalmente entender que quando se trata de amor, às vezes nem tudo é o que parece. Às vezes, é ainda melhor..."

Crítica de Imprensa
«Bem escrito, com um bom ritmo e povoado de personagens magníficos. Adler faz avançar esta história com uma narrativa requintada e uma escrita agradável... uma pitada de romance, uma boa dose de mistério e horas de puro entretenimento.» - Affaire de Coeur

«Adler tem uma escrita lírica e romântica… uma história cativante, paisagens pitorescas e personagens encantadores enchem as páginas deste livro fascinante... [uma] excelente leitura.» - Romantic Times

Autora:
Elizabeth Adler é britânica. Autora de mais de vinte romances, é reconhecida internacionalmente pelas suas histórias envolventes que combinam de forma magistral mistério, amor e destinos de sonho. Os seus livros estão publicados em vinte e cinco países, com mais de quatro milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
Adler e o marido viveram em vários países até que fixaram residência em La Quinta, Califórnia, onde passam dias tranquilos na companhia dos seus dois gatos.
Para mais informações, visite: www.elizabethadler.com




Disponível a 6 de Junho!


OS PORTUGUESES
«Quanto mais lá vou, mais quero lá voltar.» - Miguel de Unamuno

Título: Os Portugueses
Autor: Barry Hatton
PVP: 16,95 € • 316 Páginas

Barry Hatton vive em Portugal há quase 25 anos. Correspondente da Associated Press em Portugal, o jornalista britânico revela no livro Os Portugueses aquilo que somos enquanto país e enquanto povo. Pelo menos aos olhos dos estrangeiros.

Apesar da incapacidade para chegar a horas, da falta de civismo na estrada e de um bairrismo exagerado, traços da nossa personalidade enquanto povo, Portugal é, ainda assim, um país apaixonante.
No livro Os Portugueses, Hatton relembra os principais momentos históricos que marcaram a nação, desde o período áureo dos Descobrimentos aos anos governados por Oliveira Salazar, sem esquecer a pela peculiar relação com Espanha, e termina com uma análise sobre a modernidade.

«A minha intenção é lançar algumas luzes sobre este enigmático canto da Europa, descrever as idiossincrasias que tornam único este adorável e, por vezes, exasperante país e procurar explicações, fazendo o levantamento do caminho histórico que levou os portugueses até onde estão hoje.», avança o autor na nota prévia da obra.

Paralelamente, a construção da identidade de Portugal enquanto povo e os vários estereótipos que (ainda) reinam além fronteiras são abordados e apresentados através de episódios vividos pelo autor ou por pessoas que lhe são próximas.
De leitura obrigatória para todos quantos desconhecem a verdadeira alma lusa, portugueses ou não, Os Portugueses é uma obra obrigatória, escrita de forma apaixonada por um dos correspondentes mais antigos da imprensa internacional no nosso país.

Sobre Barry Hatton:
Barry Hatton nasceu em Doncaster, Inglaterra, em 1963. Estudou Germânicas no King’s College, Universidade de Londres, mudando-se para Portugal em 1986. Trabalhou como repórter no jornal Anglo-Portuguese News, no Estoril, e, em 1992, tornou-se correspondente em Lisboa da agência de notícias United Press International.
Desde 1997 é correspondente da Associated Press, cobrindo a actualidade política, económica e desportiva de Portugal. Escreveu, com Luísa Beltrão, uma biografia da primeira mulher a ser primeira-ministra em Portugal, Maria de Lourdes Pintasilgo.
quarta-feira, 25 de maio de 2011
Sinopse:
“Em plena Renascença, o convento de Santa Caterina está repleto de mulheres da nobreza cujos comportamentos foram reprovados pelas suas famílias. Muitas estão já resignadas com esse destino. Mas a recém-chegada Serafina não se conforma. Vive obcecada com a fuga e o homem que ama. A sua revolta quebra a harmonia do convento dirigido por Madonna Chiara, uma abadessa tão à vontade na política como na oração. Ela entrega Serafina aos cuidados da Suora Zuana, a jovem freira que dirige o dispensário e trata todas as maleitas, da pestilência à melancolia e à automutilação. Perante a improvável amizade que vai unir estas duas mulheres, há quem se mantenha vigilante, como é o caso da severa Suora Umiliana e da misteriosa Magdalena, com um passado de êxtases e visões… Mas o espírito rebelde de Serafina vai abalar irreversivelmente a vida do convento e as mais profundas convicções das suas ocupantes.
Com um fascinante elenco de personagens femininas, Corações Sagrados é um romance sobre poder, criatividade, paixão – secular e espiritual – e o indomável espírito das mulheres numa época em que as forças religiosas, políticas e sociais se uniam contra elas.”


Sarah Dunant conseguiu, sem dúvida, surpreender-me com este seu romance de estreia traduzido para a nossa língua, um retrato da época Renascentista detalhadamente explícito em emoções e sentimentos contraditórios que misturam harmoniosamente a paixão e religião de forma soberba. Nestas páginas descobri histórias de mulheres humanamente inspiradoras, marcadas por uma época governada por políticas sociais desmotivantes e quase cruéis.

Santa Caterina é uma expiação e uma bênção, um local de silêncios e devoções onde Serafina se vê repentinamente enclausurada. Uma jovem apaixonante, que devido à exorbitância do valor dos dotes no século XVI se vê reencaminhada para um fim de mundo sufocante onde a sua alma é abafada e a sua voz silenciada. Será o seu coração, também ele, silenciado?
Suora Zuana viu nesta junção de mulheres, após a morte repentina de seu pai, a salvação para ser o que mais anseia. Não compreende totalmente o local onde está mas sabe que aqui pode dedicar-se à sua paixão, como “médica”, uma profissão de homens, e sente-se assim um pouco mais perto do único homem que amou, o seu pai.
Madonna Chiara poderia ser ministra, mas governar mais de cinquenta mulheres distintas e gerir o seu mundo já exige muito de si, vestindo o hábito pelo qual ansiou desde os seis anos de idade tem uma alma doce e um coração de ferro, gerindo intrigas e sussurros será admirada e odiada.
Magdalena vive entre a lucidez e a demência, confinada numa cela pelas suas exultações e alucinações a Ele, pouco se sabe a respeito de si, mas num local onde Ele é tudo, o que nos rodeia é inquestionável e existem questões que, preferivelmente, não devem ser levantadas.

Não é discutível, uma das preciosidades desta obra são as suas fascinantes personagens. Apresentei-vos quatro mulheres entre muitas outras que se encontram interligadas por um período da nossa história, por um lugar de devoção que tanta dor e amor transporta para os seus corações. A sua força, humildade, dignidade e até coragem são admiráveis e iram marcar quem tiver o prazer de ler Corações Sagrados, uma narrativa única que retrata de forma sublime a Renascença, a sua politica e alterações de carácter religioso sobre as instituições representantes da época.

Enquanto leitora não consegui criar uma consonância com a narrativa e ainda assim não consigo deixar de admirar esta obra, confuso? O que é certo para mim é que, apesar de não haver uma afinidade presente, os retratos reais existentes na obra são fascinantes e tudo o que transmitem é para mim sobrevalorizado. Eu sofri a dor destas mulheres e fosse eu mais católica não duvido que tivesse orado com elas, por elas…

Quanto á escrita de Sarah Dunant é o mais adaptada possível à época que representa mantendo sempre uma proximidade com a religião, textos sagrados e factos históricos oferecendo ao leitor uma aprendizagem constante e aguçando a sua curiosidade.

Um leitura que recomendo a todos aqueles que apreciam romances históricos e denotam especial interesse pela época da Renascença. Uma aposta da Asa, uma autora premiada a seguir de perto.

Título: Corações Sagrados
Autora: Sarah Dunant
Género: Romance Histórico
Editora: Asa
terça-feira, 24 de maio de 2011
Sinopse:
“Seis meses após ter salvaguardado a terra onde se encontra o portal para Avalon, Laurel tem de regressar ao reino das fadas para passar o Verão, a fim de aperfeiçoar as suas habilidades como fada de Outono. Contudo, a família e os amigos ainda se encontram em risco e a entrada para Avalon está em perigo, agora mais do que nunca.
No momento em que impreterivelmente tem de proteger aqueles que ama, Laurel tem de aliar os seus dotes feéricos ao que há de mais humano em si para conseguir combater o inimigo. Nesta batalha, irá Laurel pedir ajuda a David, o seu namorado humano? Ou recorrerá ao magnetizante Tamani, por quem sente uma atracção irresistível? E será o coração de Laurel feérico, ou já demasiado humano?”

Depois de me deixar enfeitiçar com a leitura de “O Beijo dos Elfos(opinião Aqui!) Feitiços foi uma leitura obrigatória que apesar de diferente, não desiludiu!
Aprilynne Pike continua a transportar os seus leitores para um mundo encantado com muita naturalidade expondo-nos a um universo onde a essência mágica e a nossa realidade de conjugam harmoniosamente.

Após saber que é uma fada de Outono e, que por consequência, todos os anos nesta época lhe brotará uma flor nas costas, finalmente Laurel compreende-se a si própria e à sua natureza, mas tudo tem um preço, e ser uma fada acarreta não só grandes responsabilidades como também diversos perigos.
Seis meses depois de ter passado por um dos piores momentos da sua vida Laurel vai finalmente iniciar uma aprendizagem aprofundada sobre os seus poderes como fada de Outono e, para isso, passará o Verão em Avalon uma terra mágica onde o seu âmago pode vir finalmente ao cimo…
No entanto, esta proximidade do seu verdadeiro mundo deixa o seu lado humano e o seu coração desequilibrados e equilíbrio é o que a nossa protagonista mais necessita, advinham-se perigos e vinganças após ter derrotado os Trolls no passado e as dúvidas crescem dentro de si.
Conseguirá Laurel aliar a sua humanidade e o seu lado de feérico de modo a superar as turbulências futuras?
Terá de abdicar de uma das suas naturezas para ser feliz?

Um dos pontos fortes desta narrativa é, sem sombra de dúvida, a sua protagonista e o triângulo amoroso a que pertence (Tamani vs David). Desde o primeiro livro que constatamos a suas dúvidas, os seus medos e agora mais que nunca estes são expostos ao leitor, sabendo que não pode manter-se permanentemente entre dois mundos e que o seu coração também não pode pertencer a duas pessoas conseguirá Laurel fazer as escolhas mais assertivas? É maravilhoso ver este desenrolar introspectivo e o crescimento sentimental entre os personagens.

Mentiria se não vos dissesse este é um livro que nos presenteia com as realidades os meios de inserção dos personagens, em Feitiços irão poder desfolhar a pormenor Avalon e toda a magia que possui, bem como, o desenrolar da vida de Laurel após adquirir todo este conhecimento mágico, o que é deveras curioso.

Por fim é visível o árduo trabalho por parte da autora, quer para demonstrar a sua imensa pesquisa sobre plantas satisfazendo os mais curiosos, quer para nos proporcionar uma homogeneidade entre a realidade e ficção, misturando factos históricos com o mundo do imaginário de Aprilynne Pike.
Uma narrativa juvenil que pode ser adaptada a todos os amantes do fantástico que fluí de forma simples tornando-se leitura fácil e possessiva que vos guiará subtilmente até à última página, oferecendo-vos pelo caminho amor, fantasia e alguma acção para quem se permitir encantar.

Claro que só posso aconselhar vivamente ao público que gosta de ficção fantástica juvenil, mas que tenho a certeza que também conseguirá satisfazer todos os que não resistem ao “divagar da imaginação”, uma aposta da Contraponto para seguir de perto e que espero nos traga novidades para breve.

Título: Feitiços
Autor/a: Aprilynne Pike
Género: Fantasia, Romance
Editora: Contraponto
segunda-feira, 23 de maio de 2011
Romantic Novel of the Year 2010
Títulos: Corações sem dono
Autor: Lucy Dillon
Tradução: Cláudia Ramos
Págs: 448
PVP: 16,60 €


Sinopse:
“A londrina Rachel de trinta e nove anos descobre que tudo na vida pode dar uma volta enorme quando e como menos se espera.
Tudo começa num momento conturbado: na mesma semana Rachel perde o namorado, o emprego, descobre o primeiro cabelo branco e é acusada pela irmã de ser egoísta por se ter esquecido do aniversário do sobrinho. Como se não bastasse, de repente tem de se mudar de Londres para uma pequena cidade de província, no fim do mundo, onde uma tia lhe deixou em herança um canil a abarrotar de cães, uma casa enorme e uma montanha de dívidas.
Mas nem tudo é o que parece e nem só de problemas se fará este novo percurso de Rachel; graças aos amigos de quatro patas, muitos corações solitários vão descobrir valiosas lições sobre lealdade, companheirismo e amor incondicional."

Este é um romance sobre amor e recomeços, corações solitários e o afeto incondicional de cachorros abandonados.


Sinopse:
“Quando o relógio pisca as doze horas intermitentes, Carla recebe no seu quarto uma visita indesejada.
A partir daí, todo o seu mundo desmorona e a solidão e o medo encarregam-se de a arrastar para um estado deprimente que só um desconhecido parece compreender.
Cega de paixão, nega as evidências de que o seu novo amor é mais do que um rosto angelical. Ele esconde segredos que a levarão para perigos que parecem emergir das profundezas do inferno.”





Sobre a autora:
Andreia Ferreira escreveu o seu primeiro conto aos 12 anos. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Europeias na Universidade do Minho e administra desde Junho de 2010 o blogue dedicado a livros:
Soberba Escuridão é o seu primeiro romance.

quinta-feira, 19 de maio de 2011
A arrebatadora história de Desculpa, mas vou chamar-te amor continua…

Titulo: Desculpa, mas quero casar contigo
Autor: Federico Moccia
Tradução: Jessica Falconi
Páginas: 584
PVP: 19,90€
Já Disponível


Sinopse:
"Alex e Niki, mais apaixonados do que nunca, regressam do farol na Ilha Azul, onde passaram dias inesquecíveis.
Niki reencontra as amigas, mas o seu grupo – as Ondas – vai deparar-se com grandes mudanças que irão pôr à prova a sua amizade.
Alex retoma a sua antiga vida e os seus velhos amigos. Flavio, Enrico e Pedro passaram de maridos tranquilos e seguros a ter de enfrentar muitas dificuldades que têm vindo a abalar os seus casamentos.
E todas estas pessoas – homens e mulheres de diferentes idades –, cada uma à sua maneira, vão reflectir sobre o amor. "

 

O amor existe? A crise dos sete anos será mesmo verdade? Aqueles que dizem que o amor não pode durar mais de três anos têm razão? E a pergunta mais difícil: O amor pode durar para sempre?
 
Autor:

Federico Moccia nasceu em Roma, em 1963. Trabalha como cenógrafo em cinema e como argumentista em televisão. É autor de vários livros, já traduzidos em quinze línguas e todos eles grandes best-sellers entre os leitores de todo o mundo. Em Portugal encontram-se já publicados Quero-te Muito (Contraponto, 2009) e Desculpa, mas Vou Chamar-te Amor (Contraponto, 2010). Moccia combina um estilo rápido, ligeiro e coloquial com uma descrição de situações muito próxima da elaboração de um guião cinematográfico, o que dota a sua escrita de uma grande fluidez. As frequentes alusões a referências culturais, sem descurar a intensidade dos sentimentos e as atitudes rebeldes que caracterizam a adolescência, são os seus trunfos para captar a atenção dos leitores.
www.federicomoccia.it
http://federicomocciaportugal.blogspot.com/

Redes Sociais

*Editorial Presença*

*Editorial Presença*
Passatempo - Até 23 de Junho!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide