Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quinta-feira, 31 de março de 2011
Título: O Protector
Autor/a: Madeline Hunter
N.º Páginas: 288
PVP.: 15,90€
Já disponível

Sinopse:
Numa terra sem ler, devastada pela guerra e pelas pragas, Morvan Fitzwaryb, um cavaleiro errante, faz jus à sua honra e protege os mais fracos.
Habituado a ser o melhor, o mais forte, o mais temido, não esperava vir a conhecer um guerreiro cujas qualidades de combate rivalizassem com as suas. Quando se encontram pela primeira vez, é Morvan quem precisa desesperadamente de ajuda. De espada na mão e porte altivo, o guerreiro a quem ficará a dever a vida é, surpresa das surpresas, uma mulher!
Em pouco tempo, a imbatível Anna de Leon torna-se no único prémio digno de ser conquistado... e o único que Morvan não consegue arrebatar. Anna de Leon é tudo o que Morvan quer. Mas é ela quem comanda no campo de batalha... e está demasiado habituada a dominar para se subjugar à paixão.


Sobre a autora:
Madeline Hunter publicou o seu primeiro romance em 2000. Escreveu já vinte romances históricos e ganhou por duas vezes o prémio RITA, da Romance Writers of America, com Stealing Heaven, em 2003, e Lessons of Desire, em 2008. Quase todos os seus livros figuram na lista dos mais vendidos do USA Today e é uma das autoras favoritas da publicação Romantic Times. As suas obras encontramse traduzidas para doze línguas, no catálogo da ASA figuram já os seus romances As Regras da Sedução, Jogos de Sedução, Casamento de Conveniência e Os Pecados de Lord Easterbrook. Doutorada em História da Arte, dá aulas numa universidade.
«Passam-se coisas muito, mas mesmo muito, esquisitas nesta minha casa. Não duvidem.»

Informação Técnica:
PVP: 9,95€
112 páginas
Disponível a partir de 28 de Março.

Sinopse:
Uma avó tão irrequieta que partiu uma perna a fazer esqui!

Uma amiga com o estranho nome de Galochas.

Uma irmã chanfrada.

Uma vizinha choramingona e um taxista apaixonado por ela.

Uma porteira que atrai as pulgas e um fantasma que resolve visitar a sua viúva.

Um primo que é tanso e uma namorada ucraniana que fala uma língua que nem ele entende.

Uma cabeça de esfregão ralado e uma tia Tábem.

Uns pais que arrulham como pombinhos e uma casa MESMO a deitar por fora onde a família não cabe mas não pára de entrar – Ufa! Não é nada fácil ser-se adolescente, chamar-se Maria Ana (não, não é Mariana, quantas vezes será preciso dizer?!) e sobretudo ter de observar os estranhos efeitos que o amor tem nas pessoas…


Obra integrada no Plano Nacional de Leitura, já com várias edições, mas que estava indisponível no mercado.

Livro recomendado para Leitura Autónoma e Leitura Com Apoio do Professor ou dos Pais – 6º Ano de Escolaridade.

Sobre o autor:
Alexandre Honrado, autor de referência da literatura infanto-juvenil, com vasta obra em Portugal e no estrangeiro, regressa ao convívio dos leitores com esta história. Um clássico da literatura juvenil em português que faz do humor a melhor arma para crescer num mundo cada vez mais parecido com um apartamento superlotado de emoções e problemas.


Um romance baseado na vida de José Fontana, uma figura marcante no século XIX português - fundador do Partido Socialista Português, um dos organizadores das Conferências do Casino, e gerente da Livraria Bertrand do Chiado.

Chancela: Bertrand Editora
Género: Ficção Contemporânea
Tradução (do italiano): Simonetta Neto
Nº de páginas: 168
PVP: 13,95€

Sinopse: Para alguém como José Fontana (ou Giuseppe Silo Domenico Fontana), terá sido uma grande aventura descer das montanhas suíças até ao mar dos descobridores e aí tornar-se livreiro e intelectual numa grande cidade europeia, amigo do poeta Antero de Quental e colaborador de revistas e jornais.
Alberto Nessi narra com força poética a viagem física de Fontana, desde a oficina de relojoeiro na Suíça até à histórica Livraria Bertrand em Lisboa, e a sua viagem humana, das fantasias infantis à descoberta do socialismo nos primórdios do movimento operário, onde o simples facto de pensar que se tinha direitos era já uma revolução e um motivo de esperança.
Um romance profundamente humano que reflecte as grandes preocupações sociais do século XIX convidando-nos a uma constante comparação com o presente e com o desejo de justiça e solidariedade.

Sobre o autor:
Alberto Nessi nasceu em Mendrisio a 19 de Novembro de 1940. Cresceu em Chiasso, onde, depois de frequentar a Universidade de Friburgo, foi professor de literatura italiana. É casado e tem duas filhas.

Mário Soares apresentará o livro na Livraria Bertrand do Chiado (número 15, da Rua Anchietta), no próximo dia 5, pelas 18h30, na presença do autor.





Arrebatadoras estas capas, certo?
quarta-feira, 30 de março de 2011
Sinopse:
Callum Ormond foi avisado.
Ele tem 306 dias.
A contagem decrescente começou…
Encurralado, com um comboio a vir na sua direcção, as hipóteses de sobrevivência de Cal são reduzidas. A polícia e os gangues são implacáveis – querem-nos atrás das grades… ou morto.
A parada está a subir, mas as pistas para a Singularidade de Ormond só conduzem a mais puzzles, e a novos perigos.
A cada passo que dá, Cal sente-se mais frustrado, sem conseguir encontrar as respostas que tanto precisa. Haverá alguém em quem possa confiar?
O relógio não pára…
Cada segundo pode ser o último…”


Se existe personagem com a qual me começo a sentir inteiramente solidária é com Cal, faz três meses que acompanho a sua luta pela sobrevivência, pela descoberta do enigma que transformou a sua vida num pesadelo… as horas passam e o tempo escasseia, os dias escoam e a morte aproxima-se cada vez mais de si, e as respostas? Essas estão enterradas com a morte do seu pai, e ao que parece acabarão por o enterrar o próprio Cal.

Para quem não se recorda desde Janeiro que sigo avidamente a fuga e luta de Callum nos livros Conspiração 365: Janeiro e Conspiração 365: FevereiroO drama aumenta a cada página assim como a probabilidade de sobrevivência de Cal diminui e essa é uma verdade irredutível.
Tudo o que Cal conseguiu até agora foi quase ser preso pela polícia e morto por variados gangues, é horrível, para um adolescente a vida não deveria ser assim. Sem amigos o seu único apoio continua a ser Boges, mas que tendo em conta a idade do seu único amigo, também pouco ou nada pode fazer e as questões em relação ao enigma/maldição que assolou a sua vida não param de aumentar. Finalmente parece haver uma nova pista, mas da última vez que Cal julgou confiar em alguém também foi traído. Qual é verdade? Com o que pode Cal realmente contar? Irá ele sobreviver aos 276 dias que lhe restam para o fim do ano?

Esta é sem dúvida a literatura juvenil mais adaptada a todos os públicos dos últimos tempos. Mistério e adrenalina são as palavras de ordem e tudo o que o nosso jovem deseja é uma vida normal. Neste terceiro livro da nossa aventura vamos deparar-nos com um novo personagem quase surreal que consegue transmitir tanto temor, como humor, para Cal poderá ser uma fonte de apoio mas até que ponto não será mais um karma para a sua demanda?

Sem alternativa, seguir em frente e descortinar o enigma da sua família pode ser a sua única hipótese para se manter vivo e recuperar a sua vida. Quando somos levados ao limite, até que ponto somos capazes de nos superar a nós próprios?

Estas e muitas outras questões são o que a leve e agradável escrita de Gabrielle Lord nos tenta transmitir numa série inovadora e surpreendente. Ao chegarmos ao terceiro livro desta série Conspiração 354 posso dizer que já estaram completamente rendidos à contagem decrescente deste diário de Cal. Um leitura que não poderia recomendar mais, com a assinatura Contraponto e que podem acompanhar mais atentamente em:


Título. Conspiração 365: Março
Autor/a: Grabrielle Lord
Género: Literatura Juvenil
Editora: Contraponto
Olá queridos leitores!

Com o precioso apoio da Quinta Essência vai hoje ter inicio mais um passatempo aqui no blogue onde puderam ganhar um exemplar do livro “Tabu” de Jess Micheals.

Para ganhar este magnifico exemplar terão apenas de responder acertadamente às questões abaixo colocadas e preencher todos os campos obrigatórios. (atenção às regras!)

As vossas respostas serão válidas até ao dia 6 de Abril ás 23h59.

Puderam obter todas as respostas Aqui.

O sorteio do vencedor será feito de forma aleatória com base em sorteio.
Boa Sorte!

Regras de participação:
1. Passatempo válido até 23h59 do dia 6 de Abril de 2011( quarta-feira).
2. Só é possível uma participação por pessoa, e-mail e residência.
3. Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
4. O vencedor será sorteado aleatoriamente, será posteriormente contacto por e-mail e o resultado será anunciado aqui, no blogue.
5. Todas as participações com questões erradas e/ou que não obedeçam às regras serão automaticamente anuladas.
6. O envio do/s exemplare/s ficará a cargo da editora.
7. Boa Sorte!

terça-feira, 29 de março de 2011
Os ecos do passado entrelaçados nos fantasmas do presente...

PVP: 24,40€
680 páginas 
Tradução de Catarina F. Almeida
Disponível a 28 de Março

Sinopse:
Jess, professora em Londres, é vítima de um ataque de que não consegue recordar-se. Tudo indica que o agressor é um homem que a conhece bem. Assombrada pelo medo e pela suspeita, Jess refugia-se na casa isolada da irmã, na fronteira do País de Gales. O silêncio que procura é, porém, interrompido pelo choro de uma misteriosa criança.
A casa, a floresta que a cerca e o vale mais abaixo transportam ecos de uma grande batalha, travada dois mil anos antes. Ali caiu Caratacus, liderando a resistência das tribos da Britânia aos invasores romanos. O rei foi capturado e levado para Roma como prisioneiro, juntamente com a mulher e com a filha, a princesa Eigon.
Sentindo-se impelida a investigar a história de Eigon, Jess segue os seus passos até à Roma de Cláudio e de Nero, onde a princesa assistiu ao grande incêndio, presenciou a perseguição movida aos cristãos e privou com o apóstolo Pedro. Aqui, talvez o mistério da extraordinária vida de Eigon se desvende, ou Jess se abandone progressivamente à sua obsessão, arriscando uma proximidade crescente com o seu agressor.

No limiar entre o sonho e a vigília, a loucura e a clarividência, duas mulheres separadas por dois mil anos de História partilham o mesmo segredo, nas encruzilhadas e labirintos de uma perseguição milenar.


Sobre a autora:
Formada em História, Barbara Erskine é autora de nove romances que foram êxitos de vendas e que demonstram o seu interesse pelo passado e pelo sobrenatural. Publicou ainda três antologias de contos. O seu primeiro romance, Lady of Hay, já vendeu mais de dois milhões de exemplares no mundo inteiro. Os seus livros foram traduzidos em vinte e seis línguas. Barbara vive com a família numa antiga casa senhorial, perto de Colchester, passando uma parte do tempo numa casa de campo, perto de Hay-on-Wye. 
Para mais informações, por favor consulte a página oficial da autora:
segunda-feira, 28 de março de 2011
Sinopse:
“Cassandra Willows fez nome como uma das mais procuradas costureiras de Londres e como criadora de «brinquedos» íntimos muito apreciados nos quartos das damas e dos cavalheiros da elite. Mas o seu êxito não pode aliviar a culpa e a dor devido a uma traição devastadora.
Nathan Manning, conde de Blackhearth, nunca irá perdoar à bela Cassandra tê-lo abandonado sem uma palavra no dia em que iam fugir. Agora está de volta a Londres e desejoso de vingança. Munido de memórias escandalosas e provocantes, o belo e vingativo conde chantageia a sua ex-amante, forçando-a a um romance ilícito… e reacende o fogo ardente que antes consumira ambos.
Mas ao perderem-se no êxtase erótico renascido, Nathan e Cassandra estão a tentar a sorte – ficando vulneráveis a um passado que ainda ameaça destruir as suas vidas e a sua paixão; à mercê de segredos sombrios e tácitos que são chocantemente, perigosamente… tabu.”


Despertando a minha sensibilidade, Tabu chegou a mim recheado de volúpia e enigma, perdi-me em cenários crus de desejo e deixei-me envolver na ardente escrita de Jess Micheals.
Transbordando sensualidade esta é uma leitura breve, arrojada e que não deixará indiferentes os leitores de romance sensual.

Numa época em que os espartilhos delineavam as curvas femininas Cassandra, uma mulher independente, era uma das mais conhecidas e disputadas costureiras de Londres, tendo aprendido o ofício de seu pai, aprendeu também que para se puder sobreviver com comodidade numa sociedade elitista só a costura, que tanto prazer que dava, não era suficiente. Com a modéstia do passado e a força que só a dor e o sofrimento têm de nos transformar, Cassandra aprendeu a fazer os seus «brinquedos» para os milordes e para ela própria sobreviver desafogadamente numa vida sem amor… De personalidade forte, com grande poder de sedução e carisma a nossa heroína tornou-se desejada e muito especial aos olhos que alguns milordes da alta sociedade. No entanto a perfeição não existe e o seu castelo veio a provar-se ser feito de areia no dia em que Nathan, um conde poderoso reapareceu, vindo das cinzas do seu passado com desejo de vingança, carregado de voluptuosidade e, ao que tudo parece, pronto para destruir a sua vida e faze-la render-se a um desejo poderoso e misterioso passado tanto romântico como carnal…

A paixão nesta linda obra começa pela capa, esta é das mais belas que tive nas mãos este ano, quer as suas cores, quer os relevos despertam os sentidos para o que se adivinha nas páginas interiores, apelando a sensualidade da sua história.

Outro ponto forte é sem dúvida a personagem principal, na sua dor, nos seus momentos de introspecção revela uma força e sentimento flamejante. Cassandra, uma mulher Tabu, cria laços com o leitor, vivemos profundamente a sua ânsia, o seu medo de deixar a razão perder-se para os sentimentos do coração.

A escrita da autora é fluida e direccionada para um público adulto, breve nas descrições de cenários a Jess Michaels mostra a sua arte na exposição dos sentimentos e sensações dos seus personagens. Podem encontrar esta autora na vertente do romance histórico assinando como Jenna Petersen.

Este é sem dúvida um romance sensual de top, que fará corar as senhoras e vaguear as suas mentes… Mais uma excelente aposta da Quinta Essência, feminina e sensual que poderão encontrar disponível já a partir do dia 4 de Abril.
Recomendo.

Título: Tabu
Autor/a: Jesse Michaels
Género: Romance Sensual
Editora: Quinta Essência
sexta-feira, 25 de março de 2011
Olá amigos leitores!

Chegou ao fim o primeiro aqui do blogue.
Deixo, desde já, o meu muito obrigado a todos os que contribuíram para o sucesso desde passatempo e queria agradecer em especial á Quinta Essência que só com o seu apoio foi possível a realização.







Contei com um total de 199 participações e posso dizer que houve um valor superior a 15 de anulações quer por respostas erradas, quer por dados repetidos.
Volto a citar que só é possível uma participação por e-mail, morada ou residência!

Sem mais demoras o vencedor do livro “Reencontros” de Cathy Kelly é:
30 – Paulo Jorge (…) Fernandes.

Os meus muitos parabéns. Boas Leituras!
quinta-feira, 24 de março de 2011
Sinopse:
“Na véspera do seu casamento, Poppy Dunbar conhece Tom. Ele é alto, atraente, dono de um sorriso irresistível, e Poppy não consegue livrar-se da sensação de o ter conhecido toda a vida. Combinam um encontro mas a jovem não tem coragem para aparecer. O problema é que também já não consegue avançar com o casamento.
Ganhando subitamente fama de destruidora de corações, Poppy decide partir para Londres e começar tudo de novo. Instala-se na casa boémia de Caspar French, um belíssimo jovem artista com reputação de sedutor, mas nem assim consegue esquecer Tom. E enquanto não o voltar a ver, nunca saberá se o encontro deles estava destinado, ou se foi apenas uma questão de timing…”

Este foi o meu segundo livro de Jill Mansell e só veio confirmar o que eu já esperava, uma obra de sucesso com o rótulo de prazer garantido!
Acessível, com personagens fortes e repletas de humor, esta é uma leitura para todos os públicos e com a certeza de maravilhar qualquer fã de comédias românticas.

Conhecemos Poppy na sua despedida de solteira, que por sinal é a véspera do seu casamento, e com a certeza de um final feliz o seu único drama eram os três preservativos cheios pendurados no cimo da cabeça que faziam de si motivo de chacota… Ou melhor, era o seu único problema, até ao momento em que viu Tom!
De uma certeza nasceram muitas dúvidas e um encontro inesperado pode mudar o futuro de Poppy abalando e ameaçando a estabilidade da sua vida como a conhecia… Quem era aquele estranho? Porque mexia tanto com ela? Estará realmente pronta para casar?

Esta é a preliminar de toda a narrativa, o rastilho que vos levará a uma explosão de vidas interligadas, histórias complexas de encontros inesperados que culminam numa procura de felicidade e amor. Pelo caminho resta ao leitor deixar-se fascinar por um sem número de acções e personagens maravilhosas que despertaram o nosso humor simples e momentos de puro deleite.

Distribuída em 60 capítulos pequenos ao longo de 338 páginas, a história não poderia estar mais bem estruturada, permitindo ao leitor abarcar a totalidade dos acontecimentos e optar por um ritmo de leitura viciante. Eu pessoalmente apaixonei-me! Pela despistada e irreverente Poppy, pela resmungona Claudia, pela intrigante Rita, passando ainda pelo intelectual Jake e terminando no sedutor e divertidíssimo Caspar. Vidas diferentes que agradaram a todos mas que no fim se encontram em sintonia pela felicidade, o Nirvana das almas terrenas, uma forma de amor.

Com a capacidade de nos fazer dar voltas de 180º graus, Jill Mansell leva-nos ao longo da sua narrativa a explorar todas as possibilidades do destino de cada um dos seus personagens. Numa escrita simples, quase banal, o leitor perder-se-á e voltará a reencontrar-se no seu protagonista favorito, poderá perder uma lágrima e até rever-se num determinado interveniente, mas garantido será o seu divertimento.

Com uma capa lindíssima, Encontro Inesperado trás Jill Mansell para o meu top de favoritismos em leituras futuras leituras, já é uma prioridade e uma autora de eleição em comédias românticas. Uma excelente aposta das Edições Chá das Cinco e com o carimbo da nossa querida Saída de Emergência. Recomendo!

Título: Encontro Inesperado
Autor/a: Jill Mansell
Género: Comédia Romântica
Editora: Edições Chá das Cinco - Saída de Emergência
domingo, 20 de março de 2011
Sinopse:
Ser vampiro é uma questão de vida ou de morte.
Quando fui iniciada tinha apenas de me preocupar com a minha sobrevivência, mas agora estou envolvida numa batalha pela sobrevivência da raça humana – e tudo parece estar definitivamente contra mim.
A sede do Movimento Voluntário de Extinção de Vampiros foi destruída e o seu medonho animal de estimação, o Oráculo, anda á solta. Nada o poderá impedir de transformar o mundo num paraíso de vampiros, mesmo que signifique ajudar o Devorador de Almas tornar-se num deus, aproveitando o poder para os seus propósitos malignos.
Um vampiro antigo, um semi-deus bebedor de sangue. Ah, é verdade, o meu anterior progenitor, agora humano, também está envolvido. Eles que venham! E que vença o melhor monstro.”

Finalmente tive a oportunidade de desfolhar o terceiro livro da série Laços de Sangue, muito desejado por mim, Cinzas é a continuação dos livros Iniciação e Possessão, que compilam uma fantasia urbana para adultos fenomenal, repleta de acção e que neste terceiro livro, mais uma vez, não desilude!

Somos humanos e temos problemas, é um facto, faz parte da vida. Morremos, transformamo-nos em vampiros e continuamos a ter problemas, só que a duplicar!
A morte de Carrie tem vindo a demonstrar-se um verdadeiro suplício, quer dizer, depois de morta já foi quase morta uma segunda vez, sofreu horrores fisicamente, sentimentalmente e passa quase todo tempo a correr riscos de “morte”. Ninguém merece, certo?

Mas estar-se morto, pelo menos como vampiro, não significa que não se ame e, infelizmente, mesmo em versão monstro a nossa personagem contínua repleta de humanidade pelo que após ter salvado a vida do seu segundo progenitor, Nathan, Carrie continua a não sentir o seu amor correspondido e para grande desgosto vê-se obrigada a afastar-se na companhia de Max, o melhor amigo sedutor, mas também ele rejeitado por uma assassina lobisomem, Bella.

Mas quando toda a humanidade corre perigo, a nossa própria “vida” passa para segundo plano e neste terceiro livro o perigo de destruição da sociedade tal como a conhecemos está eminente e a nossa personagem terá de reunir toda a sua coragem para tentar salvar-se a si própria bem como todos aqueles que ama.

Há quem diga que o livro 3 da série Laços de Sangue é o melhor, pessoalmente acho que esta em pé de igualdade com os anteriores que também gostei bastante. Se pudesse defini-los em poucas palavras para mim seria algo do género, Iniciação – Revelação e Sedução, Possessão – Introspecção e Cinzas – Romance e Acção.

Ao percorrer as páginas de Cinzas deparamo-nos com uma Carrie cada vez mais arrojada e integrada na sua nova espécie, a nossa personagem principal vai assim arriscar muito e viver as suas ligações de sangue mais intensamente que nunca. São muitas as surpresas que a autora guarda para os seus leitores e as suas personagens estão em primeiro plano revelando-se humanamente sentimentais.

No entanto o leitor poderá continuar a encontrar aquela realidade palpável nos diálogos e nas acções capazes de nos fazer suspirar e ansiar por mais. Com mais acção esta narrativa irá sem dúvida surpreender, mais uma vez está tudo em aberto e quando julgamos que apanhamos o fio á meada tudo pode acontecer, alterar-se e revelar-se de uma forma que não julgaríamos possível.
As personagens que mais me surpreenderam foram sem dúvida Max e Bella pelos seus medos e as suas tricas. A que mais me desiludiu foi o Oráculo, queria sangue, muito mais sangue e crueldade!

A escrita de Jennifer Armintrout continua muito fluida e real, o que sem dúvida estimula a leitura e o vínculo entre o leitor e os seus personagens. Surpreendente a 100%, esta é uma trama obrigatória para todos os amantes de fantasia.

Eu pessoalmente terminei a página 309 desejosa de saber o que irá acontecer em seguida e apesar de ainda não haver nada anunciado já estou a contar os minutos para que a Gailivro anuncie o lançamento do próximo livro da série. Oh sim, sem dúvida que vos recomendo!

Título: Cinzas - Livro: 3, Série Laços de Sangue
Autor/a: Jennifer Armintrout
Género: Fantasia Urbana
Editora: Gailivro
Em primeiro lugar queria desde já começar a agradecer a todos aqueles que se lembraram da bruxa para participar neste Meme Literário, ora então, aqui vai:
1.A Bruxa de Oz”. Esta resposta é tão previsível para vocês, mas é a história da minha Elphaba! Que mais poderia eu escolher? :)

2. Um livro para ler o resto da vida? E limitar o meu universo a criatividade de outros mundos? Editado até à data não escolhia nenhum, talvez escolhesse “o meu” se um dia o chegar a escrever, para ler e reviver tudo o que nele narraria.

3.A Bruxa de Oz”, mais uma vez é previsível! Talvez eu não me adeqúe a este “jogo”. =/ Mas também gostei muito de uma das minhas últimas leituras "Maldito Karma" (leiam o último, vá desprezem a bruxa, ninguém gosta delas, são verdes e não tomam banho Bah!)

4. Como eu sou uma tremenda preguiçosa a esta hora todos os blogues da minha lista já responderam ao Meme Literário por isso não posso indicar nenhum em particular, mas a todos aqueles que visitarem o meu cantinho convido-vos desde já a fazê-lo e a partilharem :)

5. Estou especialmente feliz com este ponto do jogo porque foram vários os blogues que me convidaram a joga-lo o que significa que existe por aí quem me vá lendo e eu agradeço de coração cada minuto que perdem a ler as minhas linhas, obrigado a todos:
* Lars – Os Livros Do Lars
* Crazy – Bloco de Devaneios
(se me esqueci de alguém, mil desculpas!!)

Obrigado a todos uma vez mais :)
Há 25 anos surgiu uma voz única na literatura portuguesa…

PVP: €11,95
168 páginas
Edição comemorativa do 25º aniversário da primeira edição.
Disponível a 30 de Março.

Sinopse: "Vinte e cinco anos após a primeira edição, só a citação de Eça envelheceu um século neste resumo, pois Hotel Lusitano continua a retratar-nos por inteiro e, se algumas rugas de expressão tiver, só lhe dão mais charme: são do sorriso.
Os quartos terão agora televisão, haverá um terraço-bar na cobertura, como observa, no prefácio à presente edição, esse americano que quase poderia ser protagonista chamado Richard Zenith. Mas neste Hotel Lusitano, o primeiro romance de Rui Zink, continuamos em casa, ao espelho."


«No mês em que a obra do autor é editada em França, a Planeta reedita a sua primeira incursão nos meandros da ficção.
Porque 25 anos passaram, mas muito do que foi descrito ainda perdura…»

Sobre o autor:
Rui Zink nasceu em Lisboa em 1961. É escritor e professor no Departamento de Estudos Portugueses na Faculdade da Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Estreou-se como ficcionista em 1986 com a novela Hotel Lusitano e desde então publicou mais de duas dezenas de obras, entre ficção, ensaio, literatura para a infância, BD e teatro. Alguns dos seus livros encontram-se traduzidos para inglês, alemão, hebraico, japonês, romeno, italiano, sérvio, croata e francês. É autor dos seguintes romances e novelas: Apocalipse Nau (1996), A Espera (1998), O Suplente (1999), Os Surfistas (2001,romance interactivo), Dádiva Divina (2004, Prémio Pen Club), A Espera (2007), O Destino Turístico (2008, Prémio Ciranda), O Anibaleitor (2010), e, em co-autoria com António Jorge Gonçalves, as novelas gráficas A Arte Suprema (1997, Prémio do Amadora BD para melhor livro) e Rei (2007).

Para saber mais sobre o autor, consultar:

«Ainda em 2011, a Planeta publicará o romance:
 Tano – o amante é sempre o último a saber.»


sábado, 19 de março de 2011
Da mesma autora da série Bestseller “Os Imortais

Título: Claridade
Autora: Alyson Noël
Preço: 12,90 €
Sinopse:
"A maioria das pessoas pensa que a morte é o fim. O fim da vida, dos bons tempos e... bem, o fim de praticamente tudo o resto. Mas essas pessoas estão enganadas. Mortalmente enganadas. E eu tenho obrigação de o saber. Porque estou morta há quase um ano.
Bem-vindos ao Aqui & Agora.
Riley Bloom deixou a irmã, Ever, no mundo dos vivos e atravessou a ponte que conduz à vida depois da morte – um local chamado Aqui, onde o tempo é sempre Agora. Acompanhada pelo seu cão, Botão de Ouro, Riley juntou-se aos seus pais e está prestes a instalar-se numa morte agradável e descontraída quando a chamam para comparecer perante o Conselho. Aí, revelam-lhe um segredo – a vida depois da morte não é só uma eternidade de boa vida e Riley tem de trabalhar. Confiam-lhe, nessa altura, uma tarefa, a de ser uma Apanhadora de Almas, e um professor, Bodhi, um rapaz estranho que ela não consegue compreender bem."


quinta-feira, 17 de março de 2011
Sinopse:
Laurel é uma jovem de quinze anos diferente – frágil, vegan e amante da natureza – que se muda com os pais para outra cidade.
Integrar-se na nova escola e fazer amigos são questões complicadas para uma rapariga tímida como ela, mas o atraente David ajuda-a a ambientar-se.
É então que acontece algo inexplicável que aterroriza Laurel: diante do espelho, vê surgir sobre os seus ombros umas formas longas branco-azuladas, de uma beleza quase indescritível, como as pétalas a pairar no ar junto à sua cabeça – semelhantes a asas.
Para perceber o sucedido, a jovem regressa à sua cidade natal, onde conhecera Tamani, um magnetizante rapaz de olhar cor de esmeralda. Ele parece conhece-la desde sempre e vai revelar-lhe uma verdade aterradora.
A partir desse momento, Laurel ver-se-á suspensa entre dois mundos e dividida entre dois rapazes igualmente fascinantes, que a atraem em direcções opostas…”


E não é que existem mesmo histórias de encantar?
A Contraponto não desilude e esta é mais uma das suas obras de fantasia e romance juvenil com a capacidade de nos envolver em magia e fazer viajar para dentro de um sonho.

Laurel é uma jovem em flor da idade a brotar numa adolescência especial, sensível tem a capacidade de levar o leitor a sentir a terra por baixo dos pés e o aroma floral, apreciando as pequenas dádivas da natureza. Ao mudar-se para uma nova terra onde a essência natura não é tão evidente conta com David, um colega de escola amável e amigo extremoso que a ajuda a superar as dificuldades e a acompanha com um amor terno sem pedir nada em troca…
Que poderia desejar mais Laurel? Bem não ter algo imensamente belo e ao mesmo tempo apavorante a sair-lhe das costas era um começo! O facto de não conseguir ingerir comida, sem ser frutas e legumes crus, também era um bom princípio para se sentir normal!
E depois à Tamani, aquele rapaz estranho, com cabelo estranho e de estranha beleza, que desperta em si sentimentos estranhos e lhe conta coisas ainda mais estranhas!
Qual será a verdadeira natureza de Laurel? Até que ponto pode a realidade fundir-se com as histórias de encantar?

A história de Laurel é elementarmente linda e de uma simplicidade e beleza incontornáveis, chega como um bálsamo para todos aqueles que se perdem no universo fantástico e que, como eu, têm a capacidade de desfrutar de outros mundos. Sim eu sei, eu gosto de tudo, bruxas, anjos, fadas, etc., mas dou-vos uma certeza, continuo a odiar Trolls! São feios, cheiram mal e são sempre pouco inteligentes!

A escrita de Aprilynne Pike é muito acessível e envolvente, com a capacidade de nos colocar em sintonia com a pureza do seu mundo cabe ao leitor deixar-se teletransportar para o universo de sensações que a autora pretende transmitir.

Ao vaguear no mundo de Laurel senti-me muitas vezes envolvida em sensações e quando um livro nos transmite o cheiro, a humidade do ar e até mesmo a fragilidade do personagem então é como alcançar o nirvana em versão literária.
Volto a citar, é uma história simples e uma narrativa leve mas nem por isso perdeu para mim o seu mérito e encanto.

Para já aguardo com ansiedadeb a oportunidade de ler o que o futuro de Laurel lhe reservou no já publicado livro Feitiços, uma novidade de Março da Contraponto.
Recomendo!


Titulo: O Beijo dos Elfos
Autor/a: Aprilynne Pike
Género: Fantasia
Editora: Contraponto
segunda-feira, 14 de março de 2011
Olá queridos leitores!

Com o apoio da Quinta Essência vou hoje dar inicio ao primeiro passatempo aqui no blogue, como tal puderam ganhar um exemplar do livro Reencontros” de Cathy Kelly.

Para ganhar este exemplar terão apenas de responder acertadamente às questões abaixo colocadas e preencher todos os campos obrigatórios. (atenção às regras!)

Puderam obter todas as respostas Aqui e Aqui.

O sorteio do vencedor será feito de forma aleatória com o auxílio da ferramenta Random.org

Regras de participação:
1. Passatempo válido até 23h59 do dia 24 de Março de 2011( quinta-feira).
2. Só é possível uma participação por pessoa, e-mail e residência.
3. Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas.
4. O vencedor será sorteado aleatoriamente, será posteriormente contacto por e-mail e o resultado será anunciado aqui, no blogue.
5. Todas as participações com questões erradas e/ou que não obedeçam às regras serão automaticamente anuladas.
6. O envio do/s exemplare/s ficará a cargo da editora pelo que terão cinco dias para responder ao meu e-mail com a confirmação dos dados pessoais, caso contrário será nomeado um novo vencedor.
7. Boa Sorte!

Redes Sociais

*Marcador*

*Marcador*
Passatempo - Até dia 26 de Fevereiro!

*Clube do Autor*

*Clube do Autor*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado!

*Porto Editora*

*Porto Editora*
Passatempo - Resultado.

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide