Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010
NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: A ambiciosa produtora televisiva Becky Fuller é despedida de um programa matinal de Nova Jérsia e a sua carreira começa a parecer tão deprimente como a sua vida amorosa.
Desesperadamente necessitada de um emprego, mas ainda assim cheia de um optimismo sem limites, Becky (Rachel McAdams) promete assentar bem os pés na terra e depara com uma oportunidade no Daybreak, um programa matinal que é gravado em Nova Iorque. Os péssimos níveis de audiência são apenas a ponta do icebergue: os produtores executivos raramente sobrevivem ao intervalo publicitário seguinte e as câmaras antiquadas deviam estar num museu.
Prometendo ao director da cadeia televisiva (Jeff Goldblum) que é capaz de reverter a espiral descendente, Becky faz ao lendário apresentador Mike Pomeroy (Harrison Ford) uma oferta que, por contrato, ele não pode recusar. Acrescenta Pomeroy com êxito à equipa, mas ele recusa-se a participar nas reportagens mais lamechas do Daybreak e em rubricas sobre celebridades, meteorologia, moda e artesanato. Além do mais, antipatiza imediatamente com a sua igualmente difícil co-apresentadora, Colleen Peck (Diane Keaton), em tempos vencedora de um concurso de beleza.
A única alegria na carreira de Becky é Adam Bennett (Patrick Wilson), um colega produtor maravilhoso, mas a alucinação de Daybreak vem dificultar o seu incipiente romance. À medida que a química entre Mike e Colleen no ar se torna mais explosiva a cada dia, Becky é forçada a lutar para salvar a sua vida amorosa, a sua reputação, o seu trabalho, e, finalmente, o próprio Daybreak.”


Simplesmente adorei! Fazia muito tempo que um livro não era para mim tão revigorante e divertido que, lido de um folgo, me proporcionou um dia bem animado, obrigado Quinta Essência!

Sob um cenário citadino conhecemos Becky, uma jovem lutadora, dinâmica, ambiciosa e arrojada, mas também sonhadora e muitas vezes insegura… mais insegura ainda, após ter sido despedida, depois de dez anos de dedicação a uma rede televisiva regional de Nova Jérsia. Passado um mês no desemprego e envio ilimitado de currículos, heis que, do nada, surge a merecida oportunidade para uma cadeia televisiva de renome em Nova York que lhe proporcionará a concretização de um sonho como produtora televisiva. Ou será que não?
Becky nem sabe o que o futuro lhe reserva, entre apresentadores excêntricos e condições decadentes existe ainda Adam, um colega produtor que trabalha na estação e com quem irá tentar sintonizar o seu coração!

Esta é a receita para uma comédia hilariante que vos deixará a chorar por mais. Sem dúvida alguma que nunca as manhãs foram tão divertidas e desafiantes. Becky é uma personagem principal sensacional, com um sentido de humor irreverente e uma persistência louvável que é, sem dúvida, um exemplo para todos os que pretendem alcançar o seu sucesso.

Não posso também esquecer os personagens secundários, os apresentadores Colleen e Pomeroy que farão as vossas delicias entre tricas e gracejos, fortes personalidades e uma forte presença, estes serão ossos duros de roer para Becky que só vem enriquecer ainda mais toda a trama.

Não conhecia a escrita de Diana Peterfreund mas posso dizer-vos que fiquei fã, muito simples, muito correcta e com um sentido de humor notável leva o leitor a sentir uma imensa empatia pelos seus personagens e sentir a trama como parte do seu dia.

Em Janeiro aguarda-nos o filme a estrear no dia 20 e eu não vou perder de certeza obsoluta! Fica o trailer para vos acossar a curiosidade mas não deixem de forma alguma de ler o livro. Adorei! Recomendo!


Título: Manhãs Gloriosas
Autor/a: Diana Peterfreund
Género: Romance, Comédia
Editora: Quinta Essência

8 comentários :

Pedacinho Literário disse...

Também quero! x) Fiquei mesmo curiosa com o raio do livro ... Achas bem? Mais um para a enorme pilha dos "a ler".
E agora ... O que se segue??

Beijinhos**

Elphaba J. disse...

Se tiveres este à mão, lê este XD

Beijinhos*

Pedacinho Literário disse...

Bem ... Pelo menos sei que se lê num instante! Ainda estou admirada de como conseguiste ler 240 páginas num só dia!! Uau x)

Beijinhos*

Elphaba J. disse...

Olha miga é a chuva que não me deixa sair, o desemprego e a falta de estudo... Tudo junto dá nisto! ^.^

Beijinhos*

p7 disse...

Se gostaste da escrita da Diana Peterfreund, ela tem mais um livro publicado em Português - Sociedade Secreta de Raparigas (http://www.wook.pt/ficha/sociedade-secreta-das-raparigas/a/id/3195780), publicado pela Aletheia. Já li e gostei, é muito giro. ;)

Elphaba J. disse...

Gostei sim é muito divertida a sua escrita! Vou pesquisar. Obrigada p7 :)
Beijinhos Gds, Feliz Natal!

A minha biblioteca disse...

Adorei a opinião. Deixou-me como curiosidade de o ler...
Mais um livro para a minha enorme lista de livros a ler :)

Elphaba J. disse...

olá A Minha biblioteca, bem-vinda ao meu cantinho :)
Esta è sem dúvida uma comédia romantica muito divertida. Um livro que se lê num sopro e nos deixa um sorriso :)

Beijinhos*

Redes Sociais

*Passatempo Halloween*

*Passatempo Halloween*
Passatempo - Resultado!

*Planeta*

*Planeta*
Passatempo - Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide