Livraria das Histórias

Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sexta-feira, 26 de maio de 2017
Sinopse: 
Inédito em Portugal, estes 55 poemas foram escritos entre 1943-1945, no decurso da 2.ª Guerra Mundial, a Guerra que mudou a Europa e também o Brasil. Este é o olhar do poeta brasileiro mais importante de sempre sobre um momento de transformação profunda e a sua obra mais extensa. A primeira obra de Drummond de Andrade é também o seu trabalho de maior expressão de lirismo social e modernista. 
Este conjunto de poemas aprofunda assuntos como a profunda mudança de mentalidade e o corte com o passado; a confusão gerada por estas mudanças; a urbanização supersónica da então capital brasileira, além do sofrimento causado pela Segunda Guerra Mundial. O sofrimento causado pela Guerra na Europa. É, por isso, um trabalho que reflecte um tempo sombrio.

Antes de qualquer comentário a este título permitam-me confessar-vos que nunca fui, creio que nunca serei, facilmente atraída pela poesia. Sempre que me era proposta a leitura ou análise deste género fazia-o de forma contrariada e o resultado nunca foi bonito… No entanto, não nego a mim mesma experiências e, por isso, quando a Companhia das Letras me brindou com esta publicação de Carlos Drummond de Andrade, A rosa do povo, eu soube que acabaria por lhe pegar. Assim fiz, numa tarde com cheiro de primavera, temperada de sol quente e com o peito desperto para emoções, afinal eu tinha a curiosidade do renome mesmo que me faltasse a vontade. 

Algumas das singularidades que me deixam reticente na poesia, pelo menos dentro dos lusófonos que se destacam, é a nostalgia, a melancolia e o saudosismo permanentes na expressão. Existe na rima uma depressão com a qual não me identifico e que tenho dificuldade em interiorizar. De qualquer forma, após a leitura das primeiras páginas deste livro, compreendi que era diferente, que a sua abordagem ao Homem e ao seu sentir, ao universo sonhado e do qual faz parte – num espaço distorcido pelas perdas e ganhos do Eu – tinham os condimentos certos para me cativar ainda que, sem dúvida, esteja presente o pesar do autor no Brasil representado. 

Não tenho, de todo, qualquer tipo de pretensão em fazer uma análise desta obra, não me sinto qualificada para o fazer, não sei se a métrica dos versos é a correcta ou se a historicidade da Terra de Vera Cruz é respeitada. Todavia, acredito que tratando-se deste poeta em particular não faltarão preceitos de louvor técnico. Assim, deixem-me falar-vos antes da emoção, do sentimento que me foi sendo transferido durante esta leitura que espelha uma História, um espaço e um tempo que me são desconhecidos. 

O desenvolvimento dos poemas, a descrição dos factos ou a forma crua da expressão, muitas vezes sem qualquer tipo de floreados ou pudor, vão exactamente ao encontro de algo com o qual me identifico e dei por mim, diversas vezes, enredada na escrita e desejosa de saber mais sobre aquele pedaço de escrita. Agradou-me. 
Foi fácil sentir a revolta, o desejo e a vontade de ver brotar algo diferente da época retratada, Segunda Grande Guerra. Foi perceptível a gravidade com que o autor encarava os acontecimentos sem que, pelo menos da minha parte, se encontrasse derrotismo, pelo contrário. Andrade apela à luta, espelha mesmo indignação, através da contradição e de poemas que diferem na estrutura. 

Quanto a temáticas, está em evidência uma voz crítica relativa à política e ao sistema da época, bem como à sociedade que sob o seu olhar parece não saber lidar bem com o momento de conflito e, por consequência, terá dificuldades em reerguer-se de forma apropriada no pós-guerra. Questões mais comuns, como os afectos, o preconceito e inercia estão também presentes na obra. 
Para terminar, tenho de vos confessar que por vezes achei a opinião do poeta contraditória relativamente a um determinado tema, parecendo divergir no seu parecer de um poema para outro. 

Resumindo, gostei de ter a oportunidade de pegar neste livro que, admito, não consegui ler do início ao fim continuadamente. Foi, isso sim, uma leitura repartida que ainda não está terminada mas à qual, certamente, voltarei mais vezes. 

Creio que é um livro dirigido, particularmente, aos amantes da poesia mas que também poderá ser curioso para quem deseja saber mais deste período da História do Brasil e descobrir, pela primeira vez, Carlos Drummond de Andrade – pela diversidade de temas e interpretações que oferece. 

Título: A rosa do povo
Autor: Carlos Drummond de Andrade
Género: Poesia
Editora: Companhia das Letras


segunda-feira, 15 de maio de 2017

O amor verdadeiro é como o Universo: não tem fim
Por vezes, conhecemos alguém que nos transforma e que muda tudo.

Título: O Universo Nos Teus Olhos
Autor: Jennifer Niven
N.º Páginas: 408
PVP: 16.50 €
ISBN: 978 989 6652 005

Sinopse:
Libby Strout, outrora a rapariga mais gorda da América, conseguiu finalmente ultrapassar o desgosto causado pela morte da mãe e está pronta para voltar a viver. Transformou-se e o que mais deseja é ser a rapariga que consegue ser tudo o que quer. No entanto, o resto do liceu não parece partilhar deste entusiasmo de Libby.
Jack Masselin é o típico rapaz popular do liceu: bonito, sempre com o comentário certo na hora certa. No entanto, o gosto que tem em perceber a mecânica dos objetos, em reconstruir e transformar tudo o que encontra, não lhe serve de muito na sua incapacidade para reconhecer caras. Jack tem prosopagnosia e à sua volta, familiares e amigos incluídos, parecem-lhe desconhecidos e são, para ele, um autêntico quebra-cabeças.
Quando o destino junta Libby e Jack, a solidão que cada um sente dá lugar a sentimentos muito diferentes… Uma história de superação e de um amor verdadeiro e invulgar que nos devolve a esperança no mundo, em nós e no outro.

«O Universo nos teus olhos é muito mais do que a história de duas almas apaixonadas. Fala da necessidade universal de sermos compreendidos.  E é por isso que é um livro tão excepcional.» - Teen Vogue

Sobre a autora:
Jennifer Niven sempre quis ser um Anjo de Charlie, mas a sua verdadeira paixão é a escrita. Fala-me de Um Dia Perfeito, o seu primeiro romance juvenil, está publicado em trinta e quatro países e vendeu mais de 100 000 exemplares nos primeiros três meses nas livrarias, nos Estados Unidos. A autora vive actualmente em Los Angeles.


domingo, 14 de maio de 2017

Uma história de amor ente duas pessoas improváveis
O primeiro romance juvenil que aborda a questão do género

Título: Se Eu Fosse Tua
Autor: Meredith Russo
N.º Páginas: 264
PVP: 16.30 €
ISBN: 978 989 6652 197

Sinopse:
Só porque tens um passado, não quer dizer que não possas ter um futuro.
Mudar de escola no último ano e ser a miúda nova do liceu nunca é fácil para ninguém. Amanda Hardy não é excepção: se quiser fazer amigos e sentir-se aceite, terá de baixar as defesas e deixar que os outros se aproximem. Mas como, quando guarda um segredo tão grande? Quando tenta a todo o custo esconder o seu passado e começar uma vida nova?
Para piorar as coisas, apaixona-se perdidamente pelo rapaz mais popular do liceu e tudo o que mais quer é contar-lhe a verdade# Será que ele é tão especial quanto parece? Poderá confiar nele?
Uma história inspiradora e comovente que nos enche o coração e nos ensina que o amor mais verdadeiro e profundo nasce da coragem de sermos nós mesmos.

Sobre a autora:
Meredith Russo nasceu no Tennessee, onde vive ainda hoje. A sua verdadeira vida começou em 2013 e, desde então, nunca mais olhou para trás. Se eu fosse tua, o primeiro romance que pública, é parcialmente inspirado na sua própria experiência enquanto mulher transgénero e, tal como Amanda, a protagonista desta história, Meredith é grande fã de jogos de vídeo e da saga Guerra das Estrelas. Se Eu Fosse Tua recebeu o Stonewall Book Award e foi considerado um dos melhores livros do ano pelas revistas Publishers Weekly, Kirkus Reviews, e pelas livrarias da Amazon, Goodreads e Barnes and Noble.


quinta-feira, 11 de maio de 2017

Chegou ao fim o mais recente passatempo no blogue e, como tal, venho anunciar-vos um novo vencedor. 


Para sorteio, estava disponível um exemplar do título As Raparigas de Emma Cline, uma publicação Porto Editora.

Gostaria, como sempre, de agradecer a todos pelas vossas participações. E, se não foi o vencedor/a, não desanime, haverá mais oportunidades em breve. 

Sem mais demoras, quem receberá este exemplar é:
174* Marilina Fernandes, Mem Martins

Os meus sinceros parabéns, espero que usufrua de uma excelente leitura.
Boas leituras*
terça-feira, 9 de maio de 2017

Num cenário de intriga internacional interesses ocultos e homens poderosos pretendem dominar o mundo a todo o custo.

Título: Os Conspiradores
Autor: Vito Bruschini
N.º Páginas: 404
PVP: 17.50 €
ISBN: 9789897243486

Sinopse:
Há vários anos que uma congregação ultra secreta, o Priorado, tenta expandir o seu domínio. Composto por antigos jesuítas, este grupo de poderosos quer assumir o controlo da nossa sociedade. Estão dispostos a tudo, inclusive a recorrer aos Protocolos dos Sábios de Sião, uns dos mais ameaçadores documentos da nossa História recente. Os membros infiltram-se nas organizações nevrálgicas do poder mundial e põem em marcha o seu plano.
A congregação pretende subjugar o Conselho dos Treze, a cúpula do Clube Bilderberg, o lóbi mais poderoso que governa na sombra a economia mundial. No ar paira a ameaça do colapso do dólar e até do euro. Será uma guerra financeira o método escolhido para alcançar o domínio do mundo?
O confronto entre estas duas potências será cruel e sangrento, imprevisível e repleto de golpes de cena. Milla Vespignani, uma corajosa funcionária da União Europeia, e o inspetor Solomon da Scotland Yard tentarão impedir o golpe que poderá entregar para sempre o destino da humanidade às mãos de homens sedentos de poder.
14 de janeiro de 2013: o Bundesbank anuncia aos mercados financeiros a sua intenção de reaver para os cofres do Frankfurt 300 toneladas de lingotes de ouro conservados nas caves da Reserva Federal de Nova Iorque e 374 toneladas de lingotes depositados no Banco de França em Paris. Porquê esta imprevista decisão? Alguns meses depois, a Reserva Federal Americana congela os bens nas suas caixas-forte, receando um evento que pode mudar a História da humanidade...

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Título: Slated - Reiniciada
Autor: Teri Terry
N.º Páginas: 488
PVP: 15.90 €
ISBN: 9789898730237

Sinopse:
Kyla Davis está prestes a entrar numa nova vida. As suas memórias foram apagadas e, com elas, todo o conhecimento que tinha antes de ter sido Reiniciada. Como pena para um crime que, como tudo o resto, desconhece, tudo o que a identificava foi removido. Agora, Kyla tem à sua espera uma nova família e um novo início de vida, e a responsabilidade de cumprir tudo aquilo que esperam dela – caso contrário, as consequências poderão ser pouco agradáveis.
Mas, mesmo enquanto se tenta adaptar à comunidade, Kyla começa a questionar. Há pessoas a desaparecer à sua volta e uma vigilância opressiva em que todos parecem estar apenas à espera que ela cometa o seu primeiro erro. E, algures por dentro, há memórias que lutam para surgir. Talvez ela não seja apenas a boa menina Reiniciada que todos lhe exigem que seja. Mas quem é, então?

quinta-feira, 4 de maio de 2017
Sinopse: 
Sofia é uma jovem de 24 anos que vive numa grande cidade e está habituada à sua vida independente e moderna. Divertida, mas solitária, Sofia não acredita no amor, convencida de que os únicos romances da sua vida são aqueles que os livros lhe proporcionam. 
Porém, após comprar um telemóvel novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem saber como ou se poderá voltar para sua casa, para o «seu» século. Enquanto tenta encontrar uma solução, é acolhida pela família Clarke, à qual, à medida que os dias passam, se afeiçoa cada vez mais. 
Com a ajuda do prestável - e lindo - Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba por encontrar pistas que talvez a ajudem a regressar à sua vida.
O que ela não sabe é que o seu coração tem outros planos, e que a ideia de deixar o século XIX pode vir a tornar-se angustiante...

Esqueçam os convites para Hogwarts, neste momento esta vossa leitora dava tudo para viajar no tempo! Na minha vida pessoal não sou do género dado ao romance mas, se pudesse recuar uns séculos, creio que facilmente me perderia nos braços de um cavalheiro em jeito de príncipe encantado. 
É este mesmo convite que nos faz a divertida e criativa Carina Rissi, com uma protagonista que foge a todo o custo aos dilemas do coração e que se vê, como por magia, transportada para o século XIX. Desta feita, peripécias e emoções fortes preenchem um cenário bucólico que equilibra, agradavelmente, realidade e ficção, fazendo com que se incorpore facilmente o papel dos intervenientes. Gostei muito. 

Sofia é a típica jovem contemporânea, stressada e pressionada para evoluir na carreira, para provar a sua independência, e sem tempo para pensar nos assuntos do coração. Ela é verdadeiramente engraçada, sempre atrapalhada e com um sentido de humor a que é difícil resistir, principalmente porque é uma mulher ciente dos seus valores. Quer dizer, ela é assim nos dias de hoje!
Quando certo dia compra um telemóvel muito apelativo – objecto sem o qual já não sobrevivemos –, que a vendedora, excêntrica, sugere veemente e, através do mesmo, é transportada para o passado, Sofia sabe que nada será como antes. Afinal, o quadro edílico em que se encontra e todos os trejeitos estranhos daqueles que a rodeiam fazem-na sentir-se, no mínimo, alienada. Ainda assim, primeiro estranham-se e depois entranham-se e após começar a ver o mundo pelas suas perspectivas, difícil vai ser voltar para tudo aquilo que sempre lhe foi familiar mas que, agora, está longe de ver com os mesmos olhos. 

Quanto às restantes personagens deste enredo, Ian é o típico cavalheiro pelo qual qualquer donzela, independentemente da época, se sente irremediavelmente atraída. Ele é atencioso, amigo e extremamente gentil – existe algo de fantástico na gentileza, que infelizmente assiste muito pouco às pessoas nos dias de hoje. 
A irmã de Ian, Elisa, e a sua melhor amiga Teodora, juntamente com o resto do pessoal da casa e vizinhos são um verdadeiro bónus ao casal principal. Todos encaixaram perfeitamente no desenvolvimento do romance, dando consistência ao enredo e credibilidade quadro montado por Rissi

Além do romance de época a que as leitoras do género já estão habituadas e que nestas páginas encontrarão com qualidade e originalidade, algumas das mais-valias de Perdida são as pequenas problemáticas abordadas e que, na sua maioria, nos remetem para os dias de hoje. 
Por exemplo, quantos jovens nos dias de hoje não se encontram em trabalhos onde têm uma rentabilidade abaixo nas suas qualificações, sujeitos a um tratamento patronal desmotivador? Quantos de nós não se encontram dependentes de aparelhos electrónicos? Pior, quantas vezes não abdicámos de alimentar a nossa afectividade em prol de uma carreira profissional que, de todo, está longe de ser satisfatória? 

São as pequenas questões, juntamente com a leveza desta história de amor e a beleza da sua escrita que fazem desta obra uma fonte de entretenimento que me agradou e que sugiro sem restrições. Um fairy tale para graúdos que já tem continuação publicada em português pela Topseller, Encontrada, e que já conta com quatro títulos publicados no original. 

Próximo livro:

Título: Perdida
Autora: Carina Rissi
Género: Romance
Editora: Topseller

Redes Sociais

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

Editorial Presença*

Editorial Presença*
Passatempo - Resultado em breve!

*Passatempo*

*Passatempo*
Resultado!

2017 Reading Challenge

Elphaba J has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide